Respostas interessantes marcadas com a tag

20

Primeiro vamos as definições de ambos. Definição de Portugol: O Portugol é uma pseudo-linguagem algorítmica muito utilizada na descrição de algoritmos, a qual destaca-se pelo uso de comandos em português, o que facilita o aprendizado da lógica de programação, habituando o iniciante com o formalismo de programação. Definição de VisuAlg (...


12

Divide sucessivamente o teu x número por 2. Se o resto for sempre 0 e chegares ao quociente 1 é porque x é uma potência de 2. Exemplo: 8192/2 = 4096 4096/2 = 2048 2048/2 = 1024 1024/2 = 512 512/2 = 256 256/2 = 128 128/2 = 64 64/2 = 32 32/2 = 16 16/2 = 8 8/2 = 4 4/2 = 2 2/2 = 1 8192 é ...


12

A forma mais eficiente é verificar se o número-1 termina em 1111... em binário. Em JavaScript isto é: function isPowOf2(v){ return v && !(v & (v - 1)); } var test = [0, 1, 2, 4, 6, 8]; for(var i = 0; i < test.length; ++i){ console.log(test[i] + " - " + isPowOf2(test[i])); } Aplicando para 8 pode-se ver o que está ...


11

Tomei contato com portugol em 1977, como suporte no aprendizado de algoritmos estruturados. Por isto, estranhei a afirmação de que “Portugol fora definido formalmente na década de 1980”. Ora, como algo pode ter sido criado na década de 1980 se anos antes já era ensinado para centenas de alunos na disciplina Programação de Computadores, na UFMG? Percebi ...


10

Não tem. Eu revirei as referências do VisualG e não se fala em operadores ternários. É um pouco questão de opinião, mas acho que faz sentido, uma vez que o portugol é usado apenas pra fins didáticos, então precisa ser legível e compressível e quanto mais explícito, melhor de ler.


9

Para este caso basta aplicar uma única fórmula: Log Valor / Log 2. Se o resultado for um número inteiro então o Valor informado tem como base a potência de 2. EXPLICAÇÃO MATEMÁTICA Temos que 2 à potência de x é igual a y, onde y é o número que você quer saber se a base é igual a 2, e x é a potência de 2 que resultará em y. Pelas propriedades da ...


9

O problema está no modo em que você está utilizando a estrutura de condição: se (condicao) entao <comandos> senao <comandos> fimse Você precisa sempre fechar a estrutura quando inicia ela, então para realizar uma sequencia de verificações você precisa tomar cuidado com a identação do seu portugol. Para que este exemplo da sua ...


9

A linguagem que o VisuAlg interpreta é bem simples: é uma versão portuguesa dos pseudocódigos largamente utilizados nos livros de introdução à programação, conhecida como "Portugol". A linguagem do VisuAlg permite apenas um comando por linha: desse modo, não há necessidade de tokens separadores de estruturas, como o ponto e vírgula em Pascal. Também não ...


8

Para quebrar a linha em uma saida de texto utilize a função escreval(). A lista completa das funções, operadores e demais referências pode encontrar nesse link algoritmo "quebra_de_linha" var idade : inteiro nome : caractere inicio escreval("Informe o nome") leia(nome) escreval("Informe a idade") leia(idade) escreva("")...


7

Portugol é uma pseudo-linguagem, criado para demonstrar o uso de algoritmos. Está presente na maioria dos materiais didáticos, em português. Fonte: http://www.wsantos.eti.br/computacao/conteudo.html?{C5396B5A-C41E-487E-B2C0-86F605CC01E0}.htm A linguagem que o VisuAlg interpreta é bem simples: é uma versão portuguesa dos pseudocódigos largamente ...


5

Tem vários erros no seu algoritmo. Eu refiz todo ele conforme o enunciado do exercício. Tente usar nomes descritivos para suas variáveis. O segundo loop estava ao contrário e eu acho que a confusão foi justamente por causa dos nomes das variáveis. Mesmo que você esteja acostumado com a matemática e tenha fixo na mente que i e j são, respectivamente, ...


5

Como eu não sei a sintaxe exata do portugol/visualg, peço a gentileza de corrigir qualquer deslize Esse é um problema cuja resposta precisa atender a uma questão de decisão e, também, precisa atender a formatação de uma resposta. O que é uma questão de decisão? Uma questão de decisão é um problema para o qual se deve responder sim ou não. Exemplos de ...


5

Você pode utilizar uma variável X do tipo literal (texto) var N1,S,S2,S3: inteiro X: literal Fazer a leitura de X, atribuindo um valor: Escreval ("Você ja fez aniversario esse ano?") Leia(X) Verificar se X, é igual a sim: se X = "sim" entao Escreval (A) senao Escreval (B) fimse Espero ter ajudado, caso não esteja claro, ou esteja com ...


4

Resto da divisão é um número inteiro, por definição. Se não for inteiro, não é resto. Alias toda a descrição do problema não parece fazer o menos sentido. Vou responder o título da pergunta. Basicamente é isto: x == int(x) A segunda expressão converte o número para um inteiro. Se ele continuar igual, significa que ele é inteiro, se for diferente, é ...


4

Divida o número por dois, até que o resto da divisão seja menor ou igual a 1 (use um loop para isso) Se o resto da divisão for igual a 1 o número é potencia de 2 Se o resto da divisão for menor que 1 o número não é potencia de 2


4

Nunca usei o VisualG, mas creio que seu código deva ficar assim var nome , sexo: literal i, c, fem, masc : inteiro inicio para c <- 1 ate 56 faca nome := "" sexo := "" escreval ("Digite seu nome:") leia (nome) escreval ("Digite seu sexo (masculino/feminino):") leia (sexo) se(sexo = "feminino") fem := fem + 1 ...


4

Nessa resposta você encontra a diferença detalhada entre “passagem por valor” e “passagem por referência”. Em resumo e com exemplos em VisuAlg, a passagem por valor são feitas apenas cópias dos valores das variáveis passadas como parâmetro. funcao soma (x,y: inteiro): inteiro inicio retorne x + y fimfuncao No programa principal deve haver os seguintes ...


4

Tem algumas formas de fazer isso. Se for necessário fazer alguma operação com estes números, o melhor seria criar um array (ou lista) e salvar estes valores. Se a única intenção é mostrar estes valores, é possível criar uma string (caractere no VisualG) e ir concatenando os números nela. Como VisualG é para iniciantes e, pelo código, me pareceu que você ...


4

Não sei muito bem programar no VisualG não, mas acredito que seja essa a lógica: Variaveis: inteiro num1 inteiro num2 inteiro opcão Inicio Leia num1 Leia num2 Leia opcão Escolha opção Caso 1 Escreva (num1 + num2) / 2 Caso 2 Se num1 > num2 Faça Escreva num1 - num2 Senão ...


4

Só adicionar um critério na condição: Se o número não for zero (for diferente de zero) e se o resto da divisão por 2 for igual a zero. Só pra deixar umas dicas: atente à formatação do código, indentação. Isso é importante. Dê nomes realmente úteis às variáveis, ninguém gosta de ter que ler o código inteiro para entender o que a variável np significa no ...


3

Isso? algoritmo "semnome" // Função : // Autor : // Data : 30/05/2017 // Seção de Declarações var vet:vetor[1..100] de inteiro i, igual : INTEIRO inicio Para i <- 1 ate 100 faca Escreva("Digite um numero: ") Leia(vet[i]) fimpara para i <- 1 ate 99 faca se (vet[i] = vet[100]) entao igual <- igual + 1 fimse fimpara Escreva(igual) ...


3

Falta adicionar a verificação/comparação da idade com o valor desejado 18 anos, isso é feito com a instrução se. se (idade >= 18) entao escreva ("maior de idade") senao escreva ("menor de idade") fimse


3

Beleza vamos lá algoritmo declare mat[5,5], resultado[5,5], i, j, distancia numerico para i <- 1 ate 5 faca inicio para j <- 1 ate 5 faca inicio leia mat[i,j] fim fim distancia <- mat[1,1] para i <- 1 ate 5 faca inicio para j <- 1 ate 5 faca inicio se mat[i,j] > distancia entao distancia <-...


3

Achei! 1° As variaveis têm valores declarado dentro do " para ate faca". Em qualquer codigo isto faz com o que o loop seja infinito. 2° Em "escreva(..)" as variaveis estam escritas entre aspas. O que caracteriza as variaveis como texto, contrariando a declaraçao de variaveis como "inteiro" O codigo da forma correta seria desta forma // Função : // Autor ...


3

Dá para melhorar, mas isto funciona: var nome, sexo: caractere i, m, f : inteiro inicio m <- 0 f <- 0 para i <- 1 ate 56 faca escreva("Digite seu nome: ") leia(nome) escreva("Digite seu sexo (m/f): ") leia(sexo) se (sexo = "f") entao escreval("Seu nome é: ", nome, " e seu sexo é: feminino") f <- f + 1 senao escreval("Seu ...


3

Provavelmente está demorando para executar, pois ele vai executar somatório de 1 -> n. Ou seja, para um caso em que N = 10000, ele executa 50005000 vezes esse teu ciclo. Então ele trava, exatamente, por demorar pra executar essa quantidade de loops. Algumas formas de você melhorar esse algoritmo são: Sempre que tu encontrar o quarto número perfeito, ...


3

Existe sim a possibilidade de salvar dados em um arquivo em .txt no VisualG! O VisuAlg permite o armazenamento de dados em um arquivo-texto, obtendo deles os dados ao executar os comandos leia. Esta característica funciona da seguinte maneira: (Segundo esta fonte) Se não existir o arquivo com nome especificado, o VisuAlg fará uma leitura de dados ...


3

Tem variável demais e algumas coisas que não fazem sentido. É simples, escreva o número, some ele e incremente para ir para o próximo. Var soma, index : inteiro Inicio index <- 1 soma <- 0 enquanto (index < 101) faca escreva (index, " + ") soma <- soma + index index <- index + 1 fimenquanto ...


2

Poderia alterar de: NS1 <- Randi(100) NS2 <- Randi(100) Para: NS1 <- Randi(100) NS2 <- Randi(NS1) Assim não precisaria validar se um é maior que o outro além de facilitar o entendimento para o usuário.


2

A principal é que a condição do enquanto é avaliada logo na sua entrada, portanto pode nem executar nada do laço se a condição já for falsa, enquanto (desculpe o trocadilho :) ), que a condição do repita só é avaliada pela primeira vez ao final da primeira execução do bloco. Também é diferente porque enquanto continha enquanto (sem trocadilho) a condição ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam