Respostas interessantes marcadas com a tag

20

Primeiro vamos as definições de ambos. Definição de Portugol: O Portugol é uma pseudo-linguagem algorítmica muito utilizada na descrição de algoritmos, a qual destaca-se pelo uso de comandos em português, o que facilita o aprendizado da lógica de programação, habituando o iniciante com o formalismo de programação. Definição de VisuAlg (...


13

Um vetor costuma ser uma variável que pode conter vários valores (pode ser apenas um objeto não armazenado em variável). Você usa ele quando precisa armazenar na memória uma sequência de valores. Em geral esses valores representam a mesma coisa e é muito comum serem do mesmo tipo. Algumas linguagens até exigem que seja do mesmo tipo, ou seja, que todos ...


11

Tomei contato com portugol em 1977, como suporte no aprendizado de algoritmos estruturados. Por isto, estranhei a afirmação de que “Portugol fora definido formalmente na década de 1980”. Ora, como algo pode ter sido criado na década de 1980 se anos antes já era ensinado para centenas de alunos na disciplina Programação de Computadores, na UFMG? Percebi ...


10

Se quiseres fazer esse efeito com JavaScript podes fazer assim: var string = []; for (var i = 0; i < 20; i++) { var stars = Array.apply(null, Array(i)).map(function(){return '*'}); string.push(stars.join('')); } document.body.innerHTML = string.join('<br>'); Isso cria 20 linhas dentro de uma array e depois podes juntar numa ...


10

Não tem. Eu revirei as referências do VisualG e não se fala em operadores ternários. É um pouco questão de opinião, mas acho que faz sentido, uma vez que o portugol é usado apenas pra fins didáticos, então precisa ser legível e compressível e quanto mais explícito, melhor de ler.


9

Você pode usar o String.repeat para repetir uma sequência de acordo com a iteração atual do loop: for (var contagem = 1; contagem < 11; contagem++) { console.log("*".repeat(contagem)); } Para fazer o mesmo em dois loops aninhados, faça assim: var linhas = 11; for (var linha = 1; linha < linhas; linha++) { // 1 até 11 for (...


9

O problema está no modo em que você está utilizando a estrutura de condição: se (condicao) entao <comandos> senao <comandos> fimse Você precisa sempre fechar a estrutura quando inicia ela, então para realizar uma sequencia de verificações você precisa tomar cuidado com a identação do seu portugol. Para que este exemplo da sua ...


9

A linguagem que o VisuAlg interpreta é bem simples: é uma versão portuguesa dos pseudocódigos largamente utilizados nos livros de introdução à programação, conhecida como "Portugol". A linguagem do VisuAlg permite apenas um comando por linha: desse modo, não há necessidade de tokens separadores de estruturas, como o ponto e vírgula em Pascal. Também não ...


8

Para quebrar a linha em uma saida de texto utilize a função escreval(). A lista completa das funções, operadores e demais referências pode encontrar nesse link algoritmo "quebra_de_linha" var idade : inteiro nome : caractere inicio escreval("Informe o nome") leia(nome) escreval("Informe a idade") leia(idade) escreva("")...


7

O laço "para" é uma das formas de desvio condicional, ou seja, teste se uma determinada condição é satisfeita, e dependendo do resultado, desvie para uma instrução diferente ou siga pra próxima. Ela é composta de quatro partes: para ( iniciação ; condição ; passo ) corpo fimpara próxima instrução A iniciação é simplesmente um código que executa antes ...


7

O seu laço de repetição faça-enquanto está errado, ele está assim: (cont< QTD) faca { leia(N1) leia(N2) leia(N3) } enquanto(cont< QTD) Enquanto ele deveria ser assim: faca { leia(N1) leia(N2) leia(N3) cont++ //incremento do contador } enquanto(cont< QTD) Você deve escrever a condição de parada apenas após o enquanto no seu ...


7

Portugol é uma pseudo-linguagem, criado para demonstrar o uso de algoritmos. Está presente na maioria dos materiais didáticos, em português. Fonte: http://www.wsantos.eti.br/computacao/conteudo.html?{C5396B5A-C41E-487E-B2C0-86F605CC01E0}.htm A linguagem que o VisuAlg interpreta é bem simples: é uma versão portuguesa dos pseudocódigos largamente ...


6

PARA - Para uma quantidade de repetições já definidas, ou mesmo quando você precisar contar as repetições, e ainda quando você quiser ler um array do ultimo para o primeiro elemento. ENQUANTO - Quando seu código tiver a quantidade de repetições indefinidas e dependendo de uma ou mais condições para parar o laço. REPITA - Quando for obrigatório que o laço ...


6

Você tem um fim para sobrando, apague ele programa { Var cont, somatoria: inteiro funcao inicio() { cont ← 0 para cont ← 1 Ate 100 Faca soma ← soma + cont cont ← cont + 1 fim para escreva "A somatoria é: ", soma } fim para //apague essa linha escreva "A somatoria é: ", soma //...


5

← Significa sinal de atribuição, ele precisa ser trocado por = pseudo código: mGeral ← mGeral + Idade em portugol vira: mGeral = mGeral + Idade


5

O Portugol tem uma função que trata isso, é a função caracteres_minusculos. Da documentação (que se encontra dentro do próprio software): Biblioteca Texto funcao cadeia caracteres_minusculos(cadeia cad) Descrição: Transforma os caracteres de uma cadeia em caracteres minúsculos Parâmetros: cad: um valor qualquer do tipo cadeia Retorna: a ...


5

Você pode utilizar uma variável X do tipo literal (texto) var N1,S,S2,S3: inteiro X: literal Fazer a leitura de X, atribuindo um valor: Escreval ("Você ja fez aniversario esse ano?") Leia(X) Verificar se X, é igual a sim: se X = "sim" entao Escreval (A) senao Escreval (B) fimse Espero ter ajudado, caso não esteja claro, ou esteja com ...


5

Como eu não sei a sintaxe exata do portugol/visualg, peço a gentileza de corrigir qualquer deslize Esse é um problema cuja resposta precisa atender a uma questão de decisão e, também, precisa atender a formatação de uma resposta. O que é uma questão de decisão? Uma questão de decisão é um problema para o qual se deve responder sim ou não. Exemplos de ...


5

Posso pecar na sintaxe exata do Portugol/Visualg, mas a ideia é válida. Peço para corrigir eventual deslize meu O repita, assim como o para é uma instrução de repetição. Uso : repita # códigos e mais códigos vem aqui até <<condição de parada>> É similar em conceito ao enquanto, no sentido de que ele não fornece estrutura para evolução da ...


4

O para .. faca (faça) é uma estrutura de repetição do portugol com variáveis de controle, e serve para que você execute um determinado bloco de código interno por n vezes. Um exemplo simples: algoritmo "contador" var C: inteiro inicio Para C <- 1 ate 10 faca Escreva (C) Fimpara fimalgoritmo A saída deste algoritmo no Visualg ...


4

Nunca usei o VisualG, mas creio que seu código deva ficar assim var nome , sexo: literal i, c, fem, masc : inteiro inicio para c <- 1 ate 56 faca nome := "" sexo := "" escreval ("Digite seu nome:") leia (nome) escreval ("Digite seu sexo (masculino/feminino):") leia (sexo) se(sexo = "feminino") fem := fem + 1 ...


4

Existe um fim para antes do ultimo escreva


4

No Portugol, os tipos de dados que utilizamos para aprender lógica de programação são do tipo primitivo(fazendo uma analogia com outras linguagens de programação), ou seja, não representam uma Classe e, consequentemente, não possui um escopo com atributos e métodos que são muito úteis. Sendo assim, para resolver o seu problema, utilizei a Biblioteca Texto ...


3

Beleza vamos lá algoritmo declare mat[5,5], resultado[5,5], i, j, distancia numerico para i <- 1 ate 5 faca inicio para j <- 1 ate 5 faca inicio leia mat[i,j] fim fim distancia <- mat[1,1] para i <- 1 ate 5 faca inicio para j <- 1 ate 5 faca inicio se mat[i,j] > distancia entao distancia <-...


3

Achei! 1° As variaveis têm valores declarado dentro do " para ate faca". Em qualquer codigo isto faz com o que o loop seja infinito. 2° Em "escreva(..)" as variaveis estam escritas entre aspas. O que caracteriza as variaveis como texto, contrariando a declaraçao de variaveis como "inteiro" O codigo da forma correta seria desta forma // Função : // Autor ...


3

Dá para melhorar, mas isto funciona: var nome, sexo: caractere i, m, f : inteiro inicio m <- 0 f <- 0 para i <- 1 ate 56 faca escreva("Digite seu nome: ") leia(nome) escreva("Digite seu sexo (m/f): ") leia(sexo) se (sexo = "f") entao escreval("Seu nome é: ", nome, " e seu sexo é: feminino") f <- f + 1 senao escreval("Seu ...


3

Tem um erro de lógica falta incrementar cont se não ele sempre vai ser menor quer QTD nesse codigo adicione a linha cont = cont + 1 após leia(N3) faca{ leia(N1) leia(N2) leia(N3) } enquanto(cont< QTD) ou seja seu código vai ficar assim: faca{ leia(N1) leia(N2) leia(N3) cont = cont ...


3

Em outras palavras a função irá fazer a mesma tarefa um certo número de vezes Exemplo numa corrida: Irá começar com a volta 0 // int x = 0; (no modelo do Lucas Henrique) Terá 100 voltas // x <= 100; (no modelo do Lucas Henrique) Para cada volta completada acrescente +1 // x++; (no modelo do Lucas Henrique) Abaixo desta declaração você informa o que ...


3

a parte soma = soma+numero Deve estar dentro do laço enquanto{} Ficando assim: programa { inteiro cont=0, numero, soma=0 funcao inicio() { enquanto (cont<3) { cont++ escreva ("Digite um número inteiro: ") leia (numero) soma = soma+numero//aqui limpa() } escreva ("\nA soma é: ", soma) } } Assim cada vez que ele pedir o numero ele faz a ...


3

Isso? algoritmo "semnome" // Função : // Autor : // Data : 30/05/2017 // Seção de Declarações var vet:vetor[1..100] de inteiro i, igual : INTEIRO inicio Para i <- 1 ate 100 faca Escreva("Digite um numero: ") Leia(vet[i]) fimpara para i <- 1 ate 99 faca se (vet[i] = vet[100]) entao igual <- igual + 1 fimse fimpara Escreva(igual) ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam