Respostas interessantes marcadas com a tag

7

Você pode usar o operador Op.like do Sequelize para fazer consultas mais complexas. Ficaria assim: const Op = Sequelize.Op; // biblioteca de operadores const query = `%${req.query.search}`; // string de consulta User.findAll({ where: { US_USERNAME: { [Op.like]: query } } }) .then(users => { res.render('main/users', { title: "...


6

A "beleza" do Node está em sua assincronicidade. Passe duas funções callback para getUserSession, assim: userSession.getUserSession(token, function(err){ res.send(401, "Você deve estar logado para realizar alterações."); next(); }, function(user){ // faz alguma coisa com o usuario retornado }); E na função: ...


3

Você pode criar o relacionamento das tabelas dessa maneira: No model de Team: static associate(models) { this.belongsTo(models.Team, { foreignKey: 'team_id', as: 'team' }); }; No model de Player: static associate(models) { this.belongsTo(models.Player, { foreignKey: 'player_id', as: 'player' }); }; Também é necessário fazer o relacionamentos nas ...


3

Sim, o Sequelize vai criar a tabela, no seu caso, userss com mais um s no final, pois por padrão, o Sequelize pluraliza o nome de todas as tabelas criadas. Para deixar o nome da tabela no singular, você pode passar um terceiro objeto no metodo define com o atributo freezeTableName com valor true. const Users = db.define('users', { title: { type: ...


3

Cannot find module 'sequelize' quer dizer que ele não encontra o módulo sequelize. Testa instalar com: npm install --save sequelize


3

Tem umas partes do seu código que não entendi bem, mas respondendo à pergunta, retorne um objeto e não uma função: function validateLogin( pemail, ppwd ) { return { success: function() {}, error: function() {} }; } Considerando o seu update, sugiro retornar a própria "promessa" (ou seja lá o que o o Sequelize implementou aí) retornada ...


2

Valeu ajuda pessoal, consegui bem o que queria usando o package Express-ACL, serviu muito bem, funciona perfeitamente!


2

Vou contextualizar com os models: const Tab1 = sequelize.define('tab1', { name: sequelize.STRING, tab2_id: sequelize.INTEGER }) const Tab2 = sequelize.define('tab2', { title: sequelize.STRING }) // relacionamento Tab1.belongsTo(Tab2, { foreignKey: 'tab2_id' }) Agora à query em si aonde o $OR é realizado com as duas tabelas: ...


2

Galera, para funcionar deve-se fazer a seguinte alteração sequelize.sync({ force: true}).then(function() { return Questionario.create({ titulo: 'Estudos Pessoais', situacao: 'Ativo', datai: new Date(2005,1,1), dataf: new Date(2006,1,2) });}).then(function(oQuestionarioCriado) { return Questao.create({ idQuestionario: ...


2

Ao usar o Sequelize, é possível que ocorra um problema na hora de recuperar a hora banco de dados. O Sequelize converte a hora da data para a hora UTC. E como se o sequelize reconhecesse a hora no campo de entrada como a hora UTC, logo baseado na timezone, ele adiciona mais 2 horas (baseado no log que voce mostrou) se o timezone estiver com alguma valor. ...


2

Olá, você colocou trough ao invés de through no seu AccessLevel Model e Menu Model, provavelmente agora dara certo, espero que ajude.


2

Seu acesso é um modelo. Raw queries devem ser feitas numa instância do Sequelize. Veja a documentação do método aqui e exemplos aqui. const [results, metadata] = await sequelize.query("/* ... */"); Lembre que não faz sentido usar diretamente uma Raw query no modelo porque você irá escrever a query inteira, então você ainda teria que especificar a tabela ...


2

Provavelmente você está recebendo como uma string "423,421,422". Então seria necessário fazer um split nela pra poder separar os valores num array: const array = id_mensagem.split(',')


2

O campo id é a chave primária padrão utilizada pelo Sequelize quando nenhuma é informada no modelo, o que é o seu caso (vide método init do User). Migrations servem para criar a estrutura do seu banco de dados; Models servem como um modelo para realizar consultas, inserções e etc. com o Sequelize. É com base no modelo que o Sequelize sabe como é a sua ...


2

Você pode utilizar o sequelize.fn pra converter um datetime para date. sequelize.fn("date", myRepository.dt_end); A função vai converter o 2021-05-06 03:00:00.0000000 +00:00 para 2021-05-06. Dá uma olhada nessa questão aqui.


1

Olá, 1- A função cast deve receber a coluna e o campo do banco e não a referencia dentro do node, sendo assim o $produtor1.codigo$ não funcionaria. 2- A função cast deve ser chamada pelo sequelize do index.js dentro da pasta models que é criada automaticamente pelo sequelize-cli então importe const {sequelize} = require("{path}/models/index.js") e ...


1

Acredito que o problema da sua query é que você não colocou o Op.or como sendo um array. Faça a alteração e veja se funciona. Se não funcionar, eu encontrei um exemplo de query que você especifica diretamente dentro do where a coluna de uma tabela associada: { where: { [Op.or]: [ { '$produtor1.documento$': documento_produtor }, ...


1

O problema é que você não está inicializando o Sequelize da maneira correta. A inicialização do Sequelize deve ser feita da seguinte maneira: const sequelize = new Sequelize('database', 'username', 'password', { options }); No seu caso: const connection = new Sequelize( variables.dbconfig.database, variables.dbconfig.username, variables....


1

Para entender como funciona o find do Sequelize, explicarei equivalentes ao seu código SQL: SELECT c.colaboradorId, c.nome as nomeColaborador, g.nome as nomeCargo ,s.nome as nomeSetor FROM colaborador c, setor s, cargo g WHERE c.setorId = s.setorId AND c.cargoId = g.cargoId AND c.setorId = ${req.user.setorId} AND c.matricula =...


1

Apenas deixe a propriedade defaultValue acima da propriedade allowNull na migration de Usuário. Muito obrigado pelo seu tempo e ajuda @rafael-tavares Migration de Usuário module.exports = { up: (queryInterface, Sequelize) => { return queryInterface.createTable('users', { id: { type: Sequelize.INTEGER, allowNull: false, ...


1

Resolvi da seguinte maneira, utilizando o Op do Sequelize: const Sequelize = require('sequelize') const Op = Sequelize.Op ... // Filter all Deliveries with problem const ids = [...new Set(response.map((x) => x.delivery_id))]; const deliveries = Delivery.findAll({ where: { id: { [Op.in]: ids } }, order: ['id'], });


1

Caso utilizar async/await for uma opção, podes fazer assim: const Bloco1 = require('../../../models/Bloco1') async function getBloco() { try { let consulta = await Bloco1.findOne({ order: [['createdAt', 'desc']] }); console.log(consulta) return consulta; } catch(err) { console.log(`ERRO: ${err}`) } } Contudo vale ...


1

Para você realizar duas consultas e depois fazer algo com os resultados, você pode usar async/await. Os resultados das consultas serão armazenados nas variáveis correspondentes e você pode fazer N consultas, cada uma de maneira individual. O await é necessário para aguardar a consulta ser concluída e você poder obter a resposta (como no .then()). app.get('/...


1

Pelo descrito, a base de dados está no Docker e a API está correndo na máquina local. Entretanto, a API está configurada para conectar-se a base de dados no endereço em localhost (IP 127.0.0.1 e porta 3306). Sendo assim, o que faltou configurar foi a porta do seu container. Para iniciar um container e mapear uma porta local é preciso adicionar o parâmetro p ...


1

Se eu entendi corretamente, você vai subir no docker 2 containers, um com o banco e outro com sua API utilizando o NodeJS + Express. Você pode fazer o vínculo de ambos utilizando o docker-compose. Aqui tem um exemplo de arquivo docker-compose.yml version: "3.4" volumes: data_sistema: services: db_sistema: image: mysql:5.6 ports: - "3306:...


1

Para usar os relacionamentos, é necessário defini-los corretamente no model de cada tabela. Após criar os relacionamentos você deve passar a propriedade "include" no objeto da pesquisa. Ex: return pet.Pet.findAll({ attributes: ['nome', 'pulseira'], include: [{ model: sequelize.models.localizacao, as: '...


1

Acredito que essa não seja a forma ideal para definir os relacionamentos, descrevendo a foreignKey nesse momento. Os exemplos de Sequelize costumam fazer: const User = sequelize.define('User') // campo id é default const Task = sequelize.define('Task', { name: DataTypes.STRING, // exemplo reporterId: { type: DataTypes.INTEGER, field: ...


1

Uma forma de fazer isso seria alterar o create para ficar desta forma: Livros.create({ BK_TITLE: data.title, BK_GENRE: data.genre, BK_AUTOR: data.author, BK_OBS: data.obs }).then(function(item){ console.log(item); //Item gravado }).catch(function (err) { console.log(err); //Erro ao gravar });


1

O recomendado é o uso da opção tableName ao declarar o seu Model. sequelize.define('users', { id: Sequelize.INTEGER, name: Sequelize.STRING, ... }, { tableName: 'users' });


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam