Respostas interessantes marcadas com a tag

7

ConnectionString na Declaração do Contexto Não é uma boa prática. Ao publicar seu site em uma base diferente (como no Azure, por exemplo), o sistema já não funcionaria adequadamente. O ideal é você configurar seu contexto da seguinte forma: public Context() : base("name=SeuSistema") E no Web.Config da raiz, tenha essa configuração: <configuration> ...


5

Após você ter criado uma migration e ainda queira adicionar um novo campo, você pode proceder da seguinte forma: Execute o comando php artisan make:migration alter_table_model Com esse comando sera criado um arquivo de nova migration na pasta database/migration. Você deve adicionar no metodo up a seguinte linha de código: Schema::table('nome da tabela',...


4

Você pode customizar o gerador de código para Migrations: public class MeuProprioMySqlMigrationSqlGenerator : MySqlMigrationSqlGenerator { protected override MigrationStatement Generate(AddForeignKeyOperation addForeignKeyOperation) { addForeignKeyOperation.PrincipalTable = addForeignKeyOperation.PrincipalTable.Replace("vendas.", ""); ...


4

Existe uma forma sim e viável para criação de Views com Database Migrations, mas, é uma forma textual: Comando: DB::statement, no lugar do Schema::create <?php use Illuminate\Support\Facades\Schema; use Illuminate\Database\Schema\Blueprint; use Illuminate\Database\Migrations\Migration; class Creditosativos extends Migration { public function up() ...


4

Por que ficou esse nome? Era para estar Movimentacoes Isso acontece porque dbo é schema padrão do SQL Server. Você pode alterar isso usando o atributo Table na sua classe. Ex.: [Table("test.Movimentacoes")] public class Movimentacao { ... } O principal motivo para ocorrer este erro (não há como ter certeza sem maiores detalhes na pergunta) é que esta ...


3

Consegui resolve declarando o tipo no OnModelCreating(); Isso faz com que a tabela não crie a linha; ALTER TABLE [dbo].[Usuarios] ADD DEFAULT ('1900-01-01T00:00:00.000') FOR [dtAdmissao] GO Esse valor DEFAULT ('1900-01-01T00:00:00.000') , que estava quebrando meu código. protected override void OnModelCreating(DbModelBuilder modelBuilder) { ...


3

O problema não tem nada a ver com Scaffolding. Certamente só falta adicionar o model no contexto. No projeto deve existir uma classe que herda de DbContext. Esta classe deve conter todos os models referenciados. public class Contexto : DbContext { public DbSet<RelatorioTagModels> RelatorioTagModels { get; set; } }


3

Porém o que seria esse seeder ou seed? Nada mais é do que dados pré determinados que serão inseridos no banco de dados na inicialização do mesmo. Está relacionado diretamente com as migrações (migrations)? Não com migrations em si, mas sim no conceito de "Code First", ou seja, onde você cria seu banco de dados de acordo com o modelo que você de dados que ...


3

Simples assim: Schema::create('usuarios', function (Blueprint $bp) { $bp->increments('id'); $bp->integer('nivel_id')->unsigned(); $bp->foreign('nivel_id')->references('id')->on('niveis'); $bp->string('nome'); $bp->string('username'); $bp->string('password', 455); }); https://laravel.com/docs/5.2/migrations#...


3

Há diversas coisas erradas na sua configuração. Antes de trocar a tecnologia do banco, você deveria ter seguido o tutorial até o final. Vamos lá. Em primeiro lugar, no seu arquivo App.config: <entityFramework> <defaultConnectionFactory type="System.Data.Entity.Infrastructure.SqlConnectionFactory, EntityFramework" /> <providers> ...


3

Essa é uma mensagem padrão informando que ao adicionar a flag Verbose você verá quais queries SQL estão sendo executadas na migration aplicada, se você recebeu apenas essa mensagem pode ficar tranquilo, pois não significa que aconteceu algum erro. Adicione a anotação em cima da classe do contexto: [DbConfigurationType(typeof(MySqlEFConfiguration))] ...


3

Infelizmente eu, mesmo gostando muito do banco de dados Oracle, desaconselho usar EF Migrations com Oracle. Eles não dão atenção apropriada para seu provider e sempre tem vários problemas como esse seu. Trabalhei com EF + Oracle por quase 2 anos, e nunca fui 100% feliz. E pelo visto ainda não mudou muito esse cenário. Recomendo mudar sua estratégia de ...


3

Adicione no seu Up() um update setando o CPF para vazio quando ele for nulo, mas antes dos AlterColumn. public override void Up() { Sql("update dbo.Users set CPF = '' where CPF is null"); AlterColumn("dbo.Users", "CPF", c => c.String(nullable: false, maxLength: 11, defaultValue: "00000000000")); AlterColumn("dbo.Users", "...


3

Você deverá adicionar o parâmetro -Context no comando Add-Migrations Add-Migration Teste -Context:DoisContext.Data.OutroContext No exemplo que montei os meus Context estão da seguinte forma public class OutroContext : DbContext { public DbSet<Teste> Testes { get; set; } public OutroContext(DbContextOptions<OutroContext> options) ...


2

Você terá que gerar um script desse arquivo MDF e conectar na base Azure utilizando o SQL Server Management Studio. O procedimento é meio grande e não caberia na resposta (teria que ser uma resposta em separado só pra isso). Como curiosidade, neste link tem o passo a passo de como anexar seu MDF numa instância de SQL Server (http://learningsqlserver....


2

Então no próximo acesso, ele tentará rodar as migrações, dando erro, pois já existem os objetos das migrações, pois foram criados pelo Database.Create Não exatamente. GetPendingMigrations() confere quais migrações ainda não foram aplicadas e as aplica. Migrações em branco, em teoria, não deveriam dar erro. Eu queria saber se tem alguma forma de depois de ...


2

Seed é o conceito de "alimentar" sua aplicação com dados de teste. Em Laravel, classes Seeders são responsáveis por inserir os dados de teste na sua aplicação.


2

A forma de deixar uma configuração global para o Entity Framework é no método OnModelCreating com a linha modelBuilder.Properties<DateTime>().Configure(x => x.HasColumnType("datetime")); Segue o código: protected override void OnModelCreating(DbModelBuilder modelBuilder) { modelBuilder.Properties<DateTime>().Configure(x => x....


2

Não existe nada pronto no laravel para essa finalidade, mas, nada impede a codificação de um Migration com o seguinte código: <?php use Illuminate\Support\Facades\Schema; use Illuminate\Database\Schema\Blueprint; use Illuminate\Database\Migrations\Migration; class Padrao1 extends Migration { public function up() { $sql = 'SELECT ...


2

Cliente herda Pessoa: public class Cliente: Pessoa, ISelfValidator { ... } Então você não pode determinar que Cliente fica numa tabela Clientes. Um Cliente ficará na Pessoas por convenção padrão: public class ClienteConfiguration : EntityTypeConfiguration<Cliente> { public ClienteConfiguration() { Map(m => { m....


2

Pesquisando um pouco descobri que o EF6 não dá suporte para default constraints com nomes customizados via Fluent API. Mas o EF Core sim!!! Diego Vega (Program Manager, Entity Framework) commented · May 5, 2015 9:05 PM · EF7 beta4 supports this for relational databases with the DefaultExpression() extension method on PropertyBuilder. Usage is ...


2

Isso acontece porque já existem dados na tabela dbo.Branches. Veja, você está criando uma coluna obrigatória, ou seja, que não pode ter valor nulo. Ao criar esta coluna, automaticamente o SQL Server precisa colocar um valor para os registros existentes. E qual é o valor padrão pra uma coluna numérica? Isso mesmo, zero, nihil. Colocando o valor desta ...


2

É a regra padrão de pluralização do nome das classes. Você pode desabilitar isto no método OnModelCreating, com o seguinte código modelBuilder.Conventions.Remove<PluralizingTableNameConvention>();


2

Sim podes adicionar um default: Schema::table('estudantes', function (Blueprint $table) { $table->string('genero')->default('M'); }); Desta maneira se não disseres nada em contrário aquando a inserção de uma nova linha esta coluna vai ser populada com o valor 'M' DOCS


2

Boa tarde! Imagino que Pessoa e Atleta estejam no relacionamento 1:1 e o Code First. Leia este artigo: http://www.entityframeworktutorial.net/code-first/configure-one-to-one-relationship-in-code-first.aspx Este site possui muitos artigos sobre EF. Mas uma observação muito importante é que o ideal é que você utilize Code-First Convention, que é nada mais ...


2

Se você estiver usando o Entity Framework no .NET Full, é necessário ter um construtor sem parâmetros protected. Caso você esteja usando o Entity Framework Core, é possível ter construtores com parâmetros, mas não é possível usar os tipos complexos como parâmetros, sendo assim, só tipos primitivos podem ser utilizados no construtor. No EF Core, você tem ...


2

O problema está na sua string de conexão. Essa parte: attachdbfilename=|DataDirectory|\TesteDB.mdf diz ao banco que ele deve atachar o arquivo "TesteDB.mdf" que está no "DataDirectory". Se o banco já existe e está atachado, precisa remover essa parte da string de conexão: <add name="Model1" connectionString="data source=(LocalDb)\MSSQLLocalDb;initial ...


2

Utilize script-migration depois de rodar o Add-Migration, dessa forma ele irá gerar o arquivo SQL pra você. Você também pode usar o parâmetro Verbose junto ao update-database para ver o script que foi executado no console: update-database -Verbose


1

Há duas formas: Remove-Migration Remove a Migration com problemas. Remove também o Snapshot de banco de dados se for o caso. Para desfazer a Migration: Update-Database -Migration:NomeDeUmaMigrationAnterior Para desfazer todas as Migrations, use: Update-Database -Migration:0 Repare que Update-Database não apaga arquivos de Migration. Se aproxima da ...


1

Nessa linha $table->integer('instituicoes_id')->unsigned(); adicione nullable(): $table->integer('instituicoes_id')->unsigned()->nullable(); resposta obtida na pergunta SOEn - Laravel Schema onDelete set null na resposta. Depois desse ajuste pode rodar a parte $table->foreign com ->onDelete('SET NULL') que vai funcionar.


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam