Respostas interessantes marcadas com a tag

7

Antes de tudo, vamos pegar a descrição exata da propriedade IndexAttribute.Order. Obtém ou define um número que determina a ordenação de coluna para índices de várias colunas. Isso será -1 se nenhuma ordem de coluna tiver sido especificada. Observações Os índices de várias colunas são criados usando o mesmo nome de índice em vários atributos. As ...


6

Existe alguma contra indicação em realizar o mapeamento da classe IdentityUser manualmente? O recomendado é que você mantenha o código no Assembly em separado o mais próximo possível do código original do template web. O ASP.NET Identity é bastante receptivo a customizações e é bastante acoplado ao Entity Framework, então em teoria usar Fluent API não é ...


6

Além de mapear a relação one-to-many é necessário mapear os campos chave, já que não seguem a convenção do Entity Framework. Tal não seria necessário se estes fossem FooId e BarId ou simplesmente Id. public class Foo { //É uma boa prática inicializar as propriedades que são listas. public Foo() { Bars = new List<Foo>(); } ...


6

WithMany Usa-se WithMany() para especificar um relacionamento Many. O que está mesmo esquisito é o fato de você estar usando WithMany() sem argumentos. WithMany() serve para você especificar a relação inversa. Por exemplo, se aquele trecho de código se refere a uma pessoa, o correto seria o mapeamento ser assim: HasRequired(p => p.Empresa) ....


6

Só precisa usar um pouco de reflection modelBuilder.Properties<string>() .Where(p => p.Name.StartsWith("descr")) .Configure(p => p.IsOptional());


6

Preciso de uma forma "limpa" e clara de validar as entidades sem poluir as entidades com DataAnnotations, sabendo que estou a utilizar o Fluent Api para configurá-las. O que você quer dizer com "poluir as entidades"? A melhor forma de trabalhar com validação é pela decoração por atributos (pertencentes ao namespace System.ComponentModel.DataAnnotations). ...


5

Essa abordagem de criar a tabela associativa usando o ModelBuilder é meio problemática. No seu lugar, faria uma tabela associativa e não usaria Fluent API: public class UsuarioNivel { [Key] public int usuarionivelid { get; set; } [Index("IUQ_UsuarioNivel_UsuarioId_NivelId", IsUnique = true, Order = 1)] public int usuarioid { get; set; } ...


5

Quando falamos em mapear classes que utilizam hierarquias para tabelas, independentemente de ORM, temos 3 padrões conhecidos: Tabela por Hierarquia (TPH) Ocorre a desnormalização total das tabelas, ou seja, a transformação de todos os campos definidos em todas as classes em uma mesma tabela. Quando isso acontece, todas as propriedades próprias de classes ...


5

Antes de mais nada, gostaria de dizer que precisei estudar essa solução durante as semanas de intervalo em que a pergunta foi feita e agora e um bom tempo após, porque eu realmente não tinha conhecimento de como fazer, e mesmo depois que escrevi a primeira versão da resposta muitas coisas estavam incorretas e imprecisas. Insisto tanto nela para exemplificar ...


5

Não há nada de errado com seu código. O mapeamento está perfeito. Há, sim, algo de errado na maneira com que você está usando. Usuario tem N UsuarioP (cardinalidade 1 para N). Ou seja, você terá também N Logins, sendo um para para UsuarioP. Você quer implementar o get e set de Login, mas eles já estão implementados de forma automática: public string ...


5

Qual a diferença entre Data Annotations e Fluent API? A abordagem, principalmente, mas há um problema conceitual na sua pergunta, porque a Fluent API faz uso do namespace System.ComponentModel.DataAnnotations quando o programador enuncia as regras de composição do domínio de dados. Ou seja, as duas não são comparáveis, a rigor. A pergunta seria algo como "...


4

A co-relação entre as properties deveria ser algo da seguinte maneira //Revenda public ICollection<ClienteRevenda> { get; set; } //Navigation para os ClientesRevendas que possui //ClienteRevenda public Revenda Revenda { get; set; } //Navigation para a superior(que pertence) public ICollection<Empresa> { get; set; } //Empresa public ...


4

Você pode utilizar suas próprias classes customizadas com o Identity. Basta implementar as interfaces: IUser IRole IUserStore IUserLoginStore IUserRoleStore IUserClaimStore IUserPasswordStore IUserSecurityStampStore Dá uma trabalheira danada, mas basicamente você pode guardar as informações de autenticação do jeito que bem entender. Aqui nós estamos ...


4

Usando Fluent API é só adicionar o método IsOptional na declaração da propriedade. Ex.: (no método OnModelCreating) modelBuilder.Entity<Papeis>() .Property(prop => prop.descrPapel) .IsOptional(); Pra aplicar como padrão para strings, é só fazer: modelBuilder.Properties<string>().IsOptional();


4

Não há necessidade de usar Fluent Api em seu caso, basta adicionar as propriedades de relacionamentos inversa, por exemplo: public class Usuario { public int UsuarioId { get; set; } public string Name {get; set; } public ICollection<Pedido> Pedidos {get; set;} } public class Pedido { public int PedidoId { get; set; } public DateTime ...


4

A única coisa que você precisa fazer é o usar o método HasColumnType. Note que os tipos text, ntext e image estão obsoletos e serão removidos nas próximas versões do SQL Server. public class ProdutoFotoERPConfiguration : EntityTypeConfiguration<ProdutoFotoERP> { public ProdutoFotoERPConfiguration() { ToTable("ProdutoFotoERP"); ...


4

1:N de Pessoa com Usuario não tem como ser herança, infelizmente. Herança não supõe cardinalidade múltipla. O caso de herança é algo assim: public class Usuario { ... } public class Pessoa : Usuario { ... } Ou seja, uma Pessoa é um Usuario, mas um Usuario não precisa ser necessariamente uma Pessoa. Ambos ficam na mesma relação ou coleção no banco de ...


3

1º - Usar o migration para criar a base, mas no meu teste ele gera a tabela pessoa com todos os atributos e as classes que estendem Pessoa apenas com o IdPessoa e a propriedade particular de cada uma. Gostaria de saber se posso usar ou se tenho que mapear na unha? Isso ocorre porque você mapeou Pessoa com um DbSet correspondente no contexto. Neste caso, o ...


3

Estou supondo que a entidade se chama OrdemCompra: public class OrdemCompra { ... public int UsuarioCadastroId { get; set;} ... public virtual Usuario UsuarioCadastro { get; set; } } E em Usuario: public class Usuario { ... public virtual ICollection<OrdemCompra> OrdemCompraCadastrados { get; set; } } Só que, como você está ...


3

Antes de mais nada é importante saber que Usuario tem cardinalidade 1 para N com UsuarioP, senão é impossível responder a esta pergunta. 1) Como posso instancia-la na classe sem ser da maneira abaixo? public string login {get { return this.UsuarioP.login} set { login = value} } De fato, isto aqui não vai funcionar porque a cardinalidade é 1 para N, ou ...


3

Como não existe um mecanismo nativo de garantia de atualização só no primeiro nível de dados, o jeito é fazer um ViewModel e realizar as atualizações em manual. Um operador implícito pode ser uma boa opção aqui: public class JornadaColaboradorViewModel { public int CodJornadaColaborador { get; set; } public int CodJornada { get; set; } public ...


3

Tiago, provavelmente sua classe deve ser algo assim: public Pessoa { public int Id { get; set; } public int EmpresaId {get; set;} [ForeignKey("EmpresaId")] public Empresa Empresa {get; set;} } Dai sua classe Empresa deve ser algo por volta de public Empresa { public int Id { get; set; } //... public ICollection<Pessoa> ...


3

Você que decide, não é necessário fazer isso pra funcionar. Mapear só de um lado já faz tudo funcionar como deveria. Lembre-se que ter propriedades de navegação dos dois lados da relação causa uma dependência circular e você vai ter que lidar com isso em caso de serialização dos dados.


3

Como podemos ver no exemplo aqui, você precisa configurar somente de um lado. Exemplo: public class Student { public Student() { this.Courses = new HashSet<Course>(); } public int StudentId { get; set; } [Required] public string StudentName { get; set; } public virtual ICollection<Course> Courses { get; ...


2

Chaves Compostas A ideia em nada melhora a segurança ou estrutura, dificultando inclusive a implementação dos seus Controllers e Views. Basta uma property como chave primária que as demais Id's são acessíveis através das classes virtuais declaradas. Este uso pode até ser considerado uma má prática. Modelagem das Entidades public class Revenda { [Key] ...


2

Qual dos dois é melhor recomendado? Fluent Mapping ou Data Annotations? Não existe "melhor recomendado" aqui. Eles são complementares, possuindo várias funções em comum. Cada um é usado de acordo com sua necessidade. A decoração por atributos (que você chamou Data Annotations, que é na verdade o nome do namespace dos atributos) é mais sucinta e orientada ...


2

Não vejo necessidade de usar EntityTypeConfiguration pra algo tão simples. Os Models podem ficar assim: public class Cliente { [Key] public int Id { get; set; } public int EscritorioId { get; set; } public virtual Escritorio Escritorio { get; set; } public virtual ICollection<DocumentoCliente> DocumentosComAcesso { get; set; } } ...


2

O ideal é você não usar a Fluent API, e sim uma entidade associativa: public class Cliente { /* Propriedades do Cliente */ public virtual EnderecoCliente EnderecoCliente { get; set; } } public class Endereco { /* Propriedades do Endereco */ public virtual EnderecoCliente EnderecoCliente { get; set; } } E então: public class ...


2

Neste mapeamento: HasRequired(x => x.Estado) .WithMany(x => x.CidadeLista) .HasForeignKey(x => x.CodigoEstado); Está dizendo em qual campo da tabela Cidade você estará gravando o id do Estado, pois lá lógica diz que, se é uma referência, tem que ser o Id da tabela estado. Se for um campo que não seja FK então você pode ...


2

Então, fiz algumas adaptações principalmente nas suas classes: CidadeMap Mantive HasRequired(a => a.Estado).WithMany(a => a.CidadeLista).HasForeignKey(a => a.EstadoId); EstadoMap HasRequired(p => p.CidadeLista).WithRequiredPrincipal().Map(p => p.MapKey("EstadoId")); Alterei para HasRequired(a => a.Pais).WithMany(a => a....


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam