Respostas interessantes marcadas com a tag

33

Lazy Loading Lazy Loading é o mecanismo utilizado pelos frameworks de persistência para carregar informações sobre demanda. Esse mecanismo torna as entidades mais leves, pois suas associações são carregadas apenas no momento em que o método que disponibiliza o dado associativo é chamado. Assim quando objetos são retornados por uma consulta, os ...


13

Concordo com a resposta do @bigown,e tenho alguns ponto a acrescentar. Apesar de não trabalhar efetivamente com EF, sei que ele assim como o NHibernate (ORM similar ao EF), cria uma classe derivada denominada proxy, tendo como principal intuito a criação de gatilhos para os getters e setters na sua entidade, assim o ORM pode controlar, quanto, como e se um ...


11

Ele cria uma classe derivada da sua classe para trabalhar internamente. Este é um padrão chamado dynamic proxy. Isto facilita a navegação nos dados. Polimorfismo Como a classe é derivada a chamada precisa ser feita no método get da propriedade da classe derivada que terá a lógica efetiva de carga do dado. Sem o virtual não há polimorfismo e o método ...


11

Em resumo, no momento em que é IQueryable é convertido para IEnumerable. Detalhando um pouco mais, os seguintes métodos provocam essa conversão: ToList(); AsEnumerable(); Count(); Any(); First(); FirstOrDefault(); Single(); SingleOrDefault(); GetEnumerator(); etc. Veja mais alguns dos métodos aqui. E estes não provocam essa conversão: Where(); OrderBy();...


9

Por dois motivos: Porque é o Entity Framework que monta este objeto pra você; Porque ele não necessariamente é uma lista ou uma coleção. Ele pode ser um Proxy Dinâmico, que faz o procedimento de carga preguiçosa do Framework. Explico isso aqui e também aqui Isto está incorreto: public virtual IQueryable<Produto> Produtos { get; set; } IQueryable&...


9

Seguindo sua linha de raciocínio, uma Franquia poderá ter uma lista de franquias, e é exatamente o que está faltando quando você utilizada DataAnnotations. Para isso, você deve utilizar também a anotação InverseProperty para realizar o mapeamento adequado das propriedades de navegação. Seu código ficará da seguinte forma: public class Franquia { ...


8

Vou dar um exemplo de infraestrutura de login que tenho aqui. Basicamente é um Controller, mais os provedores de acessos básicos baseados no Membership. É uma abordagem um pouco antiga, mas bem didática. Antes de mais nada, instale na sua solução os seguintes pacotes NuGet: https://www.nuget.org/packages/Microsoft.AspNet.WebPages.WebData/3.1.2 https://...


8

O Entity Framework se perde na hora de definir a associação N para N, por mais que em teoria a declaração do seu Model esteja correta. Há duas maneiras de resolver: 1. Usando Configuração Fluente no Model Builder modelBuilder.Entity<Aluno>() .HasMany(a => a.Cursos) .WithMany() .Map(x => { x....


8

O dynamic proxy funciona semelhante ao proxy do nhibernate, ele é um proxy da Entidade (classe POCO). Ele é uma classe que sobrescreve as propriedades virtuais da entidade para poder fazer o lazy load. Que se resume em carregar os dados somente na hora em que eles são requisitados. O lazy load é muito utilizado em listas de objetos (Ex. Lista de ...


8

SaveChanges É transacional por completo. Se houver uma falha que impeça a persistência de todos os dados tudo volta ao estado original (rolllback). Tem que começar do zero. SubmitChanges Faz o mesmo sem modificar o DataContext. O código terá quer fazer qualquer ajuste nele manualmente. A transação não contempla o que está na memória. Dá flexibilidade de ...


8

SaveChanges: Persiste todas as atualizações na fonte de dados e redefine o controle de alterações no contexto do objeto. Opera em uma transação. Ele reverterá a transação e lançará uma exceção se algum dos objetos sujos de ObjectStateEntry não podem ser persistentes. SubmitChanges: Calcula o conjunto de objetos modificados para ser inserida, atualizada ou ...


7

Um mapeamento one to one se faz através do relacionamento onde a chave de um também é chave do outro. Assim teremos o campo chave na classe Todo sendo a chave da classe parte. public class Todo{ public virtual Parte ObjParte { get; set; } } public class Parte{ [Key] public int TodoID { get; set; } public virtual Todo ObjTodo { get; set; } } ...


7

Antes de mais nada, sua solução está desatualizada. É preciso uma atualização de todos os pacotes da solução. Abra o Package Manager Console e digite o seguinte: PM> Update-Package Houve algum problema esquisito com seus pacotes, então tive que excluir o diretório packages da solução e criar de novo através do mesmo comando. Pode ser necessário fechar e ...


7

Creio que a única solução seja criar uma classe para o relacionamento. No seu caso, ficaria da seguinte forma: Classe Produto public class Produto { [Key] public int ProdutoID { get; set; } public string Descricao { get; set; } public decimal Valor { get; set; } public virtual ICollection<ProdutoVenda> ProdutosVenda { get; set; }...


7

Nesta resposta, explico como fazer herança para Pessoas Físicas e Jurídicas. Tendo isso, Cliente e Fornecedor seriam composições de uma Pessoa. Veja que na resposta citada eu falo sobre herança e composição. Assim sendo, os Models ficariam da seguinte forma: public class Cliente { [Key, ForeignKey("Pessoa")] public int PessoaId { get; set; } /...


7

Como fazer um único update ao invés de 2k em separado? Não usando Entity Framework nativo. Simples assim. Ele não atende a este tipo de demanda que você tem. Já o EntityFramework.Extended atende, pois tem batch update implementado. O pacote NuGet dele está aqui. Uso: db.Clientes .Where(w => w.Status == 4) .Update(w => new Cliente { ...


6

Além de mapear a relação one-to-many é necessário mapear os campos chave, já que não seguem a convenção do Entity Framework. Tal não seria necessário se estes fossem FooId e BarId ou simplesmente Id. public class Foo { //É uma boa prática inicializar as propriedades que são listas. public Foo() { Bars = new List<Foo>(); } ...


6

Por que relações no Entity Framework code first são apontadas com ICollection? Porque a carga preguiçosa do Entity Framework coloca nesta propriedade um proxy dinâmico, que representa um objeto que implementa ICollection mas que na bem da verdade não é bem uma coleção de coisa alguma. Ao acessar essa propriedade, o proxy dinâmico é substituído aí sim por ...


6

São três passos. 1. Criar relacionamento permitindo nulo A entidade Movimentacao ficaria assim: public class Movimentacao { public int MovimentacaoId { get; set; } public int? FuncionarioId { get; set; } // Coloque aqui os outros campos da sua movimentação public virtual Funcionario Funcionario { get; set; } } Funcionario, assim: ...


6

Você pode usar o seguinte: Para o item anterior ao de ID 6: Context.NomeEntidades.where(c=>c.ID<6).OrderByDescending(c=>c.ID).firstOrDefault(); E para o seguinte: Context.NomeEntidades.where(c=>c.ID>6).OrderBy(c=>c.ID).firstOrDefault();


6

A maneira mais elegante que conheço é usada para criar paginação em aplicações ASP.NET MVC, usando Skip() e Take(): var registroAtual = 6; var registroAnterior = contexto.Entidade.Skip(registroAtual - 2).Take(1).FirstOrDefault(); var proximoRegistro = contexto.Entidade.Skip(registroAtual).Take(1).FirstOrDefault(); EDIT Supondo que eu queira ...


6

Sim, mas não com o condicional dentro do Select: var entity = context.Clientes .AsNoTracking() .ToList(); if(viewModel.CarregarNome) { var retorno = entity.Select(x => new { x.Nome }); } else { var retorno = entity.Select(x => new { /* Descreva os atributos aqui */ }); } Se o objetivo é performance, ...


6

Só precisa usar um pouco de reflection modelBuilder.Properties<string>() .Where(p => p.Name.StartsWith("descr")) .Configure(p => p.IsOptional());


6

Supondo que Clientes seja o DbSet de Cliente e db seja o contexto de dados Somar todos os veículos do cliente 1 var qtdVeiculos = db.Clientes.Find(1).Veiculos.Count(); Ou var qtdVeiculos = db.Veiculos.Count(v => v.IdCliente == 1); Ou com os dados do cliente junto Obviamente só vai funcionar se existir a propriedade ClienteId no model Veiculo var ...


6

Verifique seu Firewall e tente mudar de porta, provabelmente um problema de ISS. Para configurar siga aqui o exemplo:


6

Você pode fazer o cast para double ocorrencia.Avaliacao = (double)5.00;


6

Infelizmente tem um decisão um pouco ruim aí por ter escolhido usar uma tecnologia que está praticamente abandonada (talvez escolha do curso). Nada crítico por ser algo para um curso e o projeto será abandonado (eu acho), mas ao mesmo tempo está aprendendo com algo que não tem futuro. Seria melhor ter usado o Entity Framework Core. Sim, o EF exige que tenha ...


5

Este problema de performance é bem conhecido. Ao adicionar os objetos um por um, você força o Entity Framework a verificar os estados de todos os objetos anexados ao contexto, o que é péssimo para a performance. Há algumas maneiras de resolver. Vou apresentá-las e você escolhe qual a melhor para o seu caso: 1. Desligar o AutoDetectChangesEnabled ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam