Respostas interessantes marcadas com a tag

4

Não recomendo que você envie seu ambiente virtual para seu repositório Git. Ao invés disso, use o comando pip freeze para obter uma lista de todos pacotes utilizados no seu ambiente virtual e salve a saída no arquivo requirements.txt. Este arquivo sim, deve ser enviado para seu repositório. Usando pip install -r requirements.txt em um ambiente virtual novo, ...


4

Consigo lhe ajudar a resolver isso utilizando o terminal: Execute git stash para guardar suas alterações atuais Execute a operação que deseja (pull por exemplo) Execute git stash pop para tirar suas alterações da pilha de stashes Depois disso você pode ter de realizar merges entre os arquivos do stash e a nova codebase baixada. Você também pode dar nome ...


3

No terminal, dentro da pasta do seu projeto, você pode fazer o seguinte: git init git rm --cached NOME_DO_ARQUIVO git commit -m "Apagar arquivo" git push origin master


3

Bom, você pode alterar o seu .gitignore como desejar, acho estranho ele ser criado automaticamente ignorando o sua /src/. Mas você pode abrir e tirar qualquer coisa lá de dentro. O ideal é você subir apenas o essencial para o github, por exemplo, código fonte, arquivos de configuração, arquivos de CI, pom.xml, etc.. Tudo o que facilite quem for usar seu ...


3

para salvar vc pode usar: declare nomedavariavel=c/ocaminho... e para usar a variavel use $+a variavel: cd $nomedavariavel


3

Isso ocorre quando a sua versão local (na sua máquina) está "atrasada" em relação a sua versão remota (no seu caso, que está no GitHub). Imagina o seguinte cenário: Você cria um arquivo teste.html com o conteúdo abaixo e faz o commit e push para salvar no GitHub <html> <head> <title>Helo World</title> </head> <body> ...


3

Faça o seguinte: Comente a linha do arquivo no .gitignore Remova ele do diretório local, copie para uma outra pasta Atualize o índice -> git add Realize o commit Realize o push para o repositório remoto Remova o comentário da linha do arquivo no .gitignore Copie ele novamente para o diretório local


2

Um forma simples de remover um arquivo de um repositório no GITHUB é pela própria interface WEB do github. Basta acessar o arquivo que se quer apagar e clicar no botão excluir, ele parece uma lixeira no canto superior direito da tela.


1

Com esse cenário você terá problema, já que os repositórios que estão na origem podem ter commits diferentes. Uma configuração que poderia ser tentada seria ter 3 origins, ou melhor 3 remotes, um com as duas URL's e outros 2 remotes, cada um configurado com 1 URL's. Desta forma você poderia enviar para 2 repositórios, mas para receber poderia usar primeiro ...


1

Você pode fazer isso utilizando a API do Github O primeiro passo seria criar um access token. Para fazer isso, você pode seguir as instruções desta página: https://help.github.com/en/articles/creating-a-personal-access-token-for-the-command-line Com o access token, você pode criar um novo repositório usando Curl. Um exemplo: curl -H "Authorization: token ...


1

Não é possível ter um único remote se existem dois repositórios distintos. Cada remote é o endereço remoto dos repositórios. O fork de um repositório possibilita ter o controle sobre ele, fazer as alterações necessárias de edição ou apagar arquivos. Isso por que não temos acesso ao repositório original. Essa é uma estratégia muito comum em projetos Open ...


1

Não sei se entendi bem a pergunta mas vamos la, no git quando você da o comando git checkout sua_branch git merge master pra dar merge da sua_branch com a master no caso. Se der conflito vai aparecer a seguinte mensagem Auto-merging arquivo.ext CONFLICT (content): Merge conflict in arquivo.ext Automatic merge failed; fix conflicts and then commit the ...


1

Se precisar fazer apenas uma vez git push ssh://<temp_user>@<host>/<repo_path> <local_branch>:<remote_branch> Se precisar de duas chaves de SSH entra no @editoDeTextoPreferido ~/.ssh/config # Default GitHub user (joe) Host github.com HostName github.com User git IdentityFile /Users/joe/.ssh/id_rsa # Client user (...


1

Só rodar os seguintes comandos e depois dar o push de novo git fetch git reset --hard origin/master


1

Utilize o Ubuntu, ou qualquer outra distro Linux, disponível na Microsoft Store, ao invés do Bash que vem com a instalação do Git para Windows. Com isso você terá o verdadeiro Bash rodando no Subsistema Windows para Linux. A vantagem é que você terá os mesmos comportamentos e customizações do Bash, integrado com o Windows, atualmente é possível abrir o Code,...


1

Não existe uma maneira automática de fazer isso, pois o resultado só depende do que você quer e uma ferramenta não saberia fazer essa escolha. Um merge é o retorno de uma mudança de código quando você tem uma branch, ou seja, inicialmente você fez uma cópia do código. Neste caso você não tem uma branch, o projetos são diferentes, e você quer uní-los por uma ...


1

Bom dia, Thiago! Concordo com a opinião do Vinicius, continue com deploys via FTP, caso ainda não tenha implementado, para fazer um deploy com GIT via FTP existe um repositório do GIT que pode te ajudar GIT-FTP e tem todo o conteúdo necessário. Para o ponto da organização: Utilize uma Branch master - É a branch que contém código em nível de produção, ou ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam