Respostas interessantes marcadas com a tag

16

O compile time ou tempo de compilação é tudo o que ocorre durante o processo de compilação, tudo o que pode ser detectado, gerado, otimizado, realizado quando o código está sendo compilado. Em geral é onde se pega erros sintáticos, léxicos e semânticos, de tipagem ou até mesmo, em conjunto com outras ferramentas, validar com teste de unidade ou outras ...


11

O CLR é o runtime environment. O R é justamente runtime. É a infraestrutura responsável pela execução do programa. De uma certa forma podemos dizer que todo programa precisa de um sistema de runtime. Alguns precisam de bem pouco - caso de coisas bem simples escritas em assembly (sua melhor chance do runtime ser bem leve ou inexistente) e C, outros precisam ...


8

Plataformas .NET Quando o .NET Framework foi criado a ideia era ter um framework para desenvolvimento de aplicações desktop no Windows. Podemos falar que o framework em si era composto por três componentes principais: O CLR (Commom Language Runtime) - De forma resumida é um "Execution Engine" contendo tudo que é necessário para executar as aplicações .NET ...


7

A pergunta começa um pouco ampla. Há muitas maneiras e o assunto me interessa, acho legal usar técnicas de economia de memória porque elas ajudam muito na performance. Menos memória usada (no heap) traz menos lixo gerado, menos coletas, menos pausas, menos overhead pra gerenciamento da memória. Uso de variáveis estáticas tendem a gastar mais memória, ou ...


6

cin e cout "gastam" uma boa quantidade de tempo sincronizando com os buffers do stdio. Não é difícil ver programas com operações 3 a 4 vezes mais lentas em comparação ao scanf e printf (veja esse exemplo no SOEn). Você pode reduzir o tempo de execução desabilitando essa feature com o comando: std::ios_base::sync_with_stdio(false); Adicionalmente o endl ...


6

Você pode usar time.time(): import time inicio = time.time() funcao() fim = time.time() print(fim - inicio)


6

Truncate tem melhor performace que um delete sem where porque o primeiro não faz log das linhas apagadas enquanto o segundo faz isso para cada uma. TRUNCATE table nome pode ser traduzido pelo banco como, apaguei os registros, truncate é DML. DELETE FROM nome, é traduzido como, fiz log do registro 1, apaguei o registro 1 ... Até N. delete é um DML


6

Utilize TRUNCATE para excluir todos os registros. TRUNCATE table; É um método otimizado para exclusão completa de registros. Caso deseje propagar o efeito para tabelas que referenciam uma chave primária na tabela sofrendo TRUNCATE, utilize o parâmetro CASCADE; TRUNCATE table CASCADE; Fonte: http://www.postgresql.org/docs/9.1/static/sql-truncate.html


6

Geralmente a primeira coisa que vinha a minha mente quando ouvia o termo linguagem nativa, era um programa que executasse independente de sistema operacional, se comunicando direto com o hardware Errado, uma linguagem nativa depende do sistema operacional. Pelo menos não há a exigência que não precise de um sistema operacional, e sem não tiver um, então o ...


5

O Windows essencialmente é desenvolvido com C e boa parte das APIs mais novas são em C++, com alguma compatibilidade com C. Não tem nada importante no Windows que use o .NET, ele pode ser completamente desinstalado. É um mito achar que a Microsoft está desenvolvendo quase tudo em C#. Ela faz o que tem sentido pra ela. O .NET é uma plataforma que a Microsoft ...


5

Conforme já disse o colega Miguel Angelo, nos navegadores modernos você pode medir o tempo decorrido com precisão de frações de milissegundos, usando o objeto performance. A lógica é a mesma das outras respostas, mas para não ficar repetitivo vou sugerir uma função genérica que mede o tempo de execução de qualquer outra função que for passada (exceto ...


5

O seu exemplo de teste é muito rápido, com isso os profiling vão ter dificuldade de motrar muita coisa. Vamos gerar um vetor de teste maior para fazer demorar mais o teste: teste = rnorm(10000000) O profiling básico do R pode ser feito com a função Rprof(). Rprof() exemplo(teste) Rprof(NULL) summaryRprof() $by.self self.time self.pct total.time ...


5

A resposta no geral já foi dada em Qual a diferença entre "compile time" e "run time"?. Não importa como ocorre, o que importa é que ele ocorra quando a aplicação está executando. Linguagens mais robustas tendem a evitar que erros fiquem para o tempo de execução. Mas tem vários casos que isto é impossível. Tem situações que você só ...


4

Basicamente você deve pegar os tempos de início e final do teste e então verificar a diferença. São várias as opções de como pegar um tempo em Python, como por exemplo as funções do módulo time, que pega tanto valores reais (hora do sistema), como valores relativos (contadores entre uma chamada e outra da função). Entretanto a partir do Python 2.3 existe o ...


4

Talvez mudar o quantificador [^\~]*? para [^\~]* resolva. O quantificador "não guloso" *? (lazy) faz com que para cada caractere casado, a pesquisa vai testar o restante da expressão regular, por isso a demora. Usando um quantificador "guloso" * (greedy) a expressão regular vai pesquisar o grupo em questão em todos os caracteres até o fim da string ou até ...


4

Sem analisar o seu código em profundidade, só batendo o olho rapidamente mesmo, eu já percebi um ponto crítico que pode ser facilmente melhorado: a chamada de sqrt para o cálculo da "distância". O cálculo da raíz quadrada é bastante custoso, e você o faz com muita frequência. Se você evitá-lo, vai aumentar muitíssimo o desempenho do seu algoritmo. No seu ...


4

Escrevendo no processo filho A forma mais simples de resolver o problema é recuperando o retorno do método Runtime#exec(), que é do tipo Process e então usando o método Process#getOutputStream para conseguir escrever diretamente no input do processo. Exemplo: Process p = Runtime.getRuntime().exec("java MinhaClasse); OutputStream stdin = process....


3

Uma boa opção pra você é o pacote lineprof do Hadley Wickham. Como o pacote não está no CRAN, você tem que instalar a partir do GitHub utilizando o pacote devtools: install.packages("devtools") library(devtools) install_github("hadley/lineprof") library(lineprof) Essa instalação pode demorar um pouco, especialmente se for necessário o download do RTools (...


3

O melhor jeito para se fazer um contador em jogos é usando Threads, pois assim será possível contar o tempo sem a interferência das Frames do jogo (FPS). void time_decrement(void *game_config){ GameConfig *gc = (GameConfig*) game_config; while(gc->time > 0){ sleep(1); gc->time--; } gc->game_loop = false; } main:...


3

Para registar o tempo de execução, basta registar o começo e o fim dentro da tua função alvo. Com JavaScript podes fazer uso do método getTime() do objeto Date(), cujo mesmo te devolve o valor numérico correspondente ao tempo para a data especificada de acordo com a hora universal. function tempoDecorrido() { var fim = new Date().getTime(); ...


3

Você pode capturar o tempo de início do seu método e ir removendo o tempo que passou do tempo atual até o final da execução: function seuMetodo() { var start = new Date(); for (var i=0; i<=30; i++) { console.log('mostra: '+i); } var time = new Date() - start; return 'tempo: '+time; } seuMetodo();


3

Compile Time - Tempo de compilação: Durante a compilação se detecta problemas óbvios no código como erros de sintaxe. Run Time - Tempo de execução: Durante a execução também podem ocorrer erros. Estes podem ser causados por inputs inadequados que não passaram por nenhum tratamento ou outra ocorrência que não pôde ter sido detectada como erro pelo ...


3

No servidor, o código php é executado a cada requisição ou ele esta sempre em funcionamento? Sim, assim como em qualquer tecnologia, não tem como algo funcionar sem ser executado a cada vez que aquela atividade é desejada. Se ele está sempre em funcionamento, ele cria uma nova execução a cada novo visitante? Quem? O seu código em PHP? Não, ele só e ...


2

O seguinte código faz o que você precisa: /* Compilacao: gcc tempo.c -o tempo Execucao: tempo <comando> onde <comando> pode ser ls por exemplo Sugestao de Modificacoes: 1. Retire a chamada wait(NULL) e observe o comportamento 2. Faca com que cada processo imprima o seu pid o pid 'e obtido chamando-se getpid() */ #include <stdio.h&...


2

Sua procedure ClicaItem tem que pertencer a uma instancia de uma classe (objecto); unit Unit1; interface uses Windows, Messages, SysUtils, Classes, Graphics, Controls, Forms, Dialogs, StdCtrls; type TForm1 = class(TForm) Button1: TButton; procedure Button1Click(Sender: TObject); private { Private declarations } public procedure ...


2

Que tal gerar uma aplicação 64 bits e ser feliz assim? Essa é a solução mais adequada. Se ainda quiser continuar no 32 bits e só não quer que o erro pare a aplicação, basta capturar a exceção Win32Exception. Pegará os processos 32 bits e ignorará os 64 bits. Em geral é preciso privilégio de administrador para executar isso. Ainda assim não terá acesso a ...


2

Consegui optimizar, a correr com python 3.5, o tempo de execução em +- 1.2 secs. O que fiz para medir o tempo de excução foi: from math import sqrt from random import random import time start_t = time.time() #TODO O TEU CÓDIGO AQUI, fora os imports print(time.time() - start_t) Sendo que com o teu código demora entre 8.0 secs e 8.3 secs, com o código que ...


2

Acho que isso daqui está errado: comando_01 = "attrib -R -A -S -H /S /D" + caminho + "\\*.*"; Acho que deveria ser isso: comando_01 = "attrib -R -A -S -H /S /D " + caminho + "\\*.*"; Observe o espaço após o /D. E depois tem isso: executar[0] = cmd + " " + caminho; Deveria ser: executar[0] = cmd + " " + comando_01;


2

Você não está alterando a letra da unidade que está tentando acessar. Primeiro coloque este método abaixo no seu programa para melhor reutilização: public String executar(String... comandos) { StringBuilder saida = new StringBuilder(); BufferedReader leitor; ProcessBuilder processos; Process processo; try { processos = new ProcessBuilder("cmd....


2

A função Pertence() não está verificando se o parâmetro p (atribuído à variável local q) é um ponteiro nulo e, ao acessar o elemento conteudo, ocorre o erro no runtime. Basta alterar o if dentro da função para fazer essa verificação antes do acesso: int Pertence (celula *p, int x) { celula *q; int pt; q = p; while (q != NULL && q-&...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam