Respostas interessantes marcadas com a tag

61

A sugestão do Resharper ocorre porque costuma ser melhor você lidar com interfaces do que tipos concretos, ou analisando de outra forma usar um tipo mais genérico do que um mais específico. O fato de gerar um List<T> não significa que você não tem um objeto que não seja um IEnumerable<T>, afinal List<T> é derivado de IEnumerable<T>. ...


45

O código public class Exemplo { public static void Main(string[] args) { var x = 0; if (x == 1) { x = 1; } else { x = 2; } } } é compilado para .method public hidebysig static void Main ( string[] args ) cil managed { // Method begins at RVA 0x2050 // Code size 22 (...


24

IQueryable é uma interface mais específica que possui um provedor de consulta, como o LINQ-To-SQL. É um objeto especial, que ao utilizar um método, ele gera uma query ou uma estrutura de consulta para uma base de dados e retorna estes resultados como uma lista ou um enumerável. Embora pareça, ele não necessariamente gera apenas comandos SQL: dependendo do ...


13

No menu Tools, clique em "Import and Export Settings". Selecione "Reset all settings". Escolha se deseja fazer o backup da configuração atual.


12

Boas práticas Então posso dizer que ou você não entendeu o que falaram sobre a declaração de variáveis, ou te ensinaram errado, e isso ocorre muito. Realmente vejo muita coisa que fazia sentido nos anos 60 ou 70 serem repetidas até hoje como se fossem verdades. As pessoas aprendem por receita de bolo. Ou seja, elas aprendem boas práticas e não aprendem como ...


6

Só pra deixar claro: não existe nenhum benefício em termos de perfomance nisso. A intenção do Resharper é deixar o código mais limpo e organizado. Logo, mover a variável para escopo mais interno traz vantagens neste sentido Legibilidade do código. O código fica mais fácil de entender dessa maneira, se você só vai usar a variável dentro do for, declare-a ...


5

O motivo é que, ao fazer menção a range ou a qualquer método de extensão dele, você estará chamando GetEnumerator() e iterando de alguma forma sobre ele. Para listas pequenas como esta, não há muita diferença de performance. A coisa muda com uma enumeração de milhares de registros. Vamos fundo na dor. Imagine o seguinte: var range = Enumerable.Range(0, ...


5

Até onde eu sei, nativamente não existe, ou pelo menos não existia. Não posso afirmar no Visual Studio 2015 que tem novos auxiliadores de código. Pode ser que exista algum plugin que faça isto (este por exemplo, não sei se é bom). Acho que o Resharper faz o que você deseja com um Alt+Ins. Eu sei que o Visual Studio consegue gerar o construtor à partir do seu ...


5

let é usada para definir variáveis em tempo de expressão. Neste caso: var source = from em in query let dateTimeOffset = em.Data Você está definido uma variável para a declaração dateTimeOffset, que é usada mais abaixo: where dateTimeOffset != null select new { Id = em.UniqueID, Data = dateTimeOffset == ...


3

Sua intenção é que a classe seja pública? Então há um erro aí, precisa dizer que ela seja pública explicitamente. A classe deve ser interna? Ou seja, ela deve ser acessível só dentro do seu próprio assembly? Ok, então está certo, mas o Resharper está configurado para obrigar isto ser explícito. O compilador do C# adota a acessibilidade default da classe ...


2

O problema com o Enumerable.Range, é que toda vez que tiver alguma iteração este código vai ser chamado e a query executada. Se você converte para lista, após a primeira execução o resultado vai ficar em cacheado em memória e depois o restante vai ser computado em cima dela. No seu caso, se você fizer por exemplo: var range = Enumerable.Range(0, 4); var ...


2

É exatamente isto. Quando você vai usar algumas vezes um resultado intermediário, pode ser interessante usar uma variável para manter um "cache" do dado, que é a função normal de toda variável. Inclusive pode evitar algum efeito colateral de executar diversas vezes algum tipo de expressão que pode produzir resultados diferentes. Claro que este ...


1

Veja este código para entender melhor: using static System.Console; using System; using System.Collections.Generic; public class Program { public static void Main() { var lista = new List<Action>(); for (var i = 0; i < 10; i++) lista.Add(() => WriteLine(i)); for (var c = 0; c < 10; c++) Metodo(lista[c]); ...


1

A funcionalidade de refactoring do VisualStudio é muito limitada, mas com o ReSharper dá para fazer assim: Refactor -> Remove unused references ou entao, simplesmente Cleanup code (Ctrl+E, Ctrl+C)


1

Digita (ctor + TAB + TAB) é o atalho para o construtor padrão. Não esqueça de utilizar a segurança do private usando os getters and setters. atalho para encapsulamento (get/set) é: (Control + .) Selecionando o get/set gerando e pressionando também o (Control + .) ele gera o construtor com o parâmetro selecionado.


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam