Respostas interessantes marcadas com a tag

27

A sua questão é um pouco ampla no sentido de que drag-and-drop pode significar muita coisa no contexto de desenvolvimento de sistemas. Pra mim, por exemplo, o que vem a mente em primeiríssimo lugar é o padrão de interação em que o usuário precisa clicar com o ponteiro do mouse para selecionar algum objeto, manter o botão do mouse pressionado para "segurar" ...


8

O motivo é bastante simples na verdade. O ato de programar em si não consiste em "posicionar elementos", mas sim em definir funcionalidades. A maior parte do que precisa ser feito tem que ser descrito com alto nível de detalhamento. Exemplo simples: É fácil posicionar um "botão" utilizando o DreamWeaver, mas é praticamente impossível fazê-lo funcionar sem ...


5

Tive a mesma dúvida e após um tempo percebi que é preciso fazer três perguntas básicas para decidir se eu devo usar Drag-and-Drop ou não. 1 - Eu conheço o funcionamento deste código ? Quando você sabe como funciona o código copiado você não se preocupa com possíveis problemas, pois você já fez uma vez e viu que tudo da certo e se ocorrer algo vai ...


4

Atualmente as pessoas estão acostumadas às telas touch, perceba que o movimento é na verdade um deslize, onde é possível desbloquear a tela, alternar entre telas, etc. O movimento, deslize do dedo nos celulares e tablets não é um movimento completo, como acontece com Drag-and-drop, que é necessário tocar em ponto fixo, arrastar e soltar em outro ponto fixo. ...


4

Eu acho que isto é um tanto quanto relativo, depende da aplicação, da tecnologia e das politicas da empresa. Veja o XCode por exemplo e o desenvolvimento para IOS, acredito que um bom trabalho é utilizando as ferramentas drag 'n drop, agora veja também o Dreamweaver, não sei se muita gente usa essas funcionalidades (em uma empresa que trabalhei não permitia ...


4

Isso ocorre pela: Facilidade de padronização da interface pelos designers, garantindo um mesmo design para todos os componentes usado na view/tela. Desse modo você só aninha os objetos e o designer implementa todo a parte estética dos componentes (Ex: botão, painel, pop-up e etc). Facilidade de manutenção e alteração da interface, pois basta alterar somente ...


4

É só adicionar o parâmetro scrollContainer: $("#list1, #list2").dragsort({ scrollContainer: "#list1", dragSelector: "div", dragBetween: true, dragEnd: saveOrder, placeHolderTemplate: "<li class='placeHolder'><div></div></li>" });


4

Aqui fica uma sugestão: http://jsfiddle.net/Lq8fb/ $("#list1, #list2").dragsort({ dragSelector: "div", dragBetween: true, dragEnd: saveOrder, placeHolderTemplate: "<li class='placeHolder'><div></div></li>" }); var onDrag = false; // criar uma flag para saber se o Drag está ativo // o MooTools ...


4

O problema é que quando você adiciona os itens ao div da esquerda o UID (http://docs.telerik.com/kendo-ui/api/javascript/data/model#fields-uid) do objeto é o mesmo. Me refiro ao código: dataItem = listA_DS.getByUid(draggableElement.data("uid")); Não encontrei na documentação um metodo para criar um item novo a partir de outro. Então criei na mão mesmo. com ...


3

Esta pergunta é meio ampla pois essa funcionalidade é relativamente complexa. Ainda assim, é muito útil e deixo aqui uma sugestão sobre a parte do drag & drop. Para arrastar um elemento é preciso saber várias coisas: posição do mouse o elemento que se está a arrastar a posição do elemento destino Ao largar o elemento precisamos saber se ele está ...


3

Olhe esse exemplo que fiz no JsFiddle. O javascript foi esse: $(document).ready(function() { $("#panel").draggable(); $(".div").draggable(); $("#panel").droppable({ accept: ".div", drop: function() { $(this).css({ background: "red", height: "auto", width: "auto", display: "inline-block" }); $("...


3

O problema está aqui: ev.target.appendChild(copyimg); Quando estás em cima de uma imagem o ev.target não é a div#conteudo mas sim a imagem, e a imagem não permite descendentes por isso o .appendChild() é interrompido. Passa o this no HTML (ondrop="drop(event, this)") e usa depois a div diretamente como argumento (function drop(ev, div) {). O exemplo ...


3

Como você adiciona uma classe aos cards, daí basta você fazer uma condicional para ver se os mesmos tem as classes. Se tiverem as classes mostra a mensagem ao usuário, senão tiverem a mensagem não é mostrada. Deste modo, tanto faz a ordem que o usuário arrastar os elementos, só mostrará a mensagem se as duas imagens forem arrastadas: $(function() { $...


2

Você esta usando o atributo data de forma errada, apesar de funcionar dessa forma, existe um método especifico .data() que é mais fácil e limpo de utilizar. E para utilizar uma variável entre funções diferentes, você deve declara-la no escopo global primeiro. Segue exemplo funcionando: jquery var dragColor; // declarar a variavel no escopo global $("....


2

A função moveToPos usa a função translate do CSS pra mudar o objeto de lugar. O translate funciona como uma operação de matrizes, e portanto, relativa à posição inicial do objeto. Ou seja, quando você usa transform: translate(10, 10), o objeto não vai se mover pra posição (10, 10) da página. Ele vai se mover 10px pra baixo e 10 px pra direita. Os ...


2

Identifiquei que o meu problema ocorreu pois a mesma função que trocava as imagens estava trocando os ids, ocasionando nessa confusão em algumas trocas. Fiz a troca do ID em outra função e o problema deixou de existir, assim: //função que troca as imagens de lugar function change(id1,id2,div1,div2){ img.removeAttribute('style'); ...


2

Fiz uma implementação simples utilizando os eventos mouse*, para detectar o clique, o arraste e quando solta a imagem. Neste último evento, a position da imagem é atualizada com a posição do mouse. Dá para aprimorar, mas já é um começo. Testado no Chrome e Firefox. var img = document.querySelector("#img"); img.ondragstart = function() { return false; };...


2

Não conheço um componente pronto que faça isso - seja em HTML5 ou usando alguma biblioteca ou framework. A lógica, no entanto, é bastante simples: À esquerda e à direita você tem componentes que permitem seleção múltipla (ex.: um select com atributo multiple, ou algo mais complexo); Ao clicar no botão com a seta pra direita, pega-se todos os elementos ...


2

Podes fazer isso juntando duas linhas: var valorOrigem = original.nextElementSibling.textContent; div.nextElementSibling.value = Number(div.nextElementSibling.value) + Number(valorOrigem); //Drag'n Drop functions var elementCounter = 0; // Para designar a ID do elemento dropado. function allowDrop(ev) { if (ev.target.getAttribute("droppable") == ...


2

Como você está desenvolvendo para o android, pode tratar os touches separadamente, assim: Touch myTouch = Input.GetTouch(0); Touch[] myTouches = Input.touches; for(int i = 0; i < Input.touchCount; i++) { //faca algo com cada touch } Se no seu caso só interessa o primeiro input, basta utilizar o index 0 no vetor myTouches.


2

Você pode definir uma função para isso - a final, elas existem para isso: reduzir código duplicado. Analisando bem superficialmente o seu código, parece-me que as únicas alterações são dos elementos que são utilizados, então você pode parametrizá-los na sua função: function dragNDropCards(card, bloco) { $(card).draggable({ revert: "invalid" }); $(...


1

Também poderia usar css em vez de jquery mas aí não tem onclick: #conteudo > img:hover{ -ms-transform: rotate(7deg); /* IE 9 */ -webkit-transform: rotate(7deg); /* Chrome, Safari, Opera */ transform: rotate(7deg); }


1

De acordo com o código do seu link, a imagem não esta dentro da tag com id conteúdo e sim dentro da tag com id imagem, há dois ids imagem, e você deve remover o id repetido, vamos supor que você remova o id da tag img e deixe só na div externa, você deve colocar no seu código jquery desta forma: $("#imagem > img")


1

Basta você tratar os argumentos iniciados junto da aplicação. Com isso você pode inclusive chamar a aplicação pela linha de comando, assim: enviarpdf.exe "c:\pdf\arquivo.pdf" para tratar os argumentos, basta declarar um array de string como parâmetro do método main: static void Main(string[] args) { if (args.Length != 0) { ...


1

Em um projeto faço exatamento o que tu quer vou mostrar: $(".draggable").each( function(elem) { $(this).draggable({ appendTo:'body', scroll:true, containment: 'window', revert: "invalid", helper: "clone", stop: function(){ var ind= $(this).attr("indimg"); var top = $(this).css('top'); var left = $(this).css('left'); var width1 =...


1

Aqui fica uma sugestão com drag & drop nativo (HTML5). A ideia é associar a string que quiseres no dragstart e depois extrair no drop para concatenar com o value já existente na textarea. function prepareDrag(el) { el.addEventListener('dragstart', e => e.dataTransfer.setData('text/plain', el.textContent)) } [...document.querySelectorAll('...


1

Você pode fazer isso de duas formas: $('#seletor').draggable({ drag: function (event, ui) { //só acessar o ui.helper $(ui.helper).css('color', 'red'); } }); ou você também pode pegar o evento via on e alterar seu clone $('#seletor').on('drag', function( event, ui ) { //só acessar o ui.helper $(ui.helper).css('color',...


1

Jonathan, eu imagino que você queira pegar o endereço do arquivo. Bom, para isso você precisa fazer uma verificação se o que está sendo arrastado é de fato um arquivo com o Evento DragOver private void TextBox_DragOver(object sender, DragEventArgs e) { if (e.Data.GetDataPresent(DataFormats.FileDrop)) e.Effect = DragDropEffects.Link; else e.Effect =...


1

Precisas de passar um objeto para esse método com a callback para correres o código que queres. Aqui fica um exemplo da documentação do plugin: $("#draggable").draggable({ start: function() { // correr código aqui... }, drag: function() { // correr código aqui... }, stop: function() { // correr código ...


1

Encontrei este plugin em jQuery, bem leve e fácil de usar (necessita do jQuery UI por causa do drag). Pode inicializar ele assim: $('#img').imagedrag({ input: "#position" // output da position position: "middle" // posição inicial }); Ele salva a position vertical da imagem quando é arrastada no parâmetro input do plugin. Não sei o que tu ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam