Respostas interessantes marcadas com a tag

30

boolean é um tipo primitivo, ou seja é um número que ocupa 1 byte (ainda que não seja especificado que tenha esse tamanho) e é considerado um tipo por valor, ou seja, seu valor é sua própria identidade, ele existe em si só. A comparação de valores é direta. O valor padrão dele é false. Ele pode ser convertido implicitamente para um texto ("false" ou "true")...


25

Cada caso é um caso. Toda vez que eu vejo alguma recomendação do tipo "não faça desta forma", "isto é má prática", "evite isso", eu espero a explicação do motivo logo em seguida. Se não houver um motivo pelo qual a técnica deve ser evitada, eu faço com a recomendação o que eu faço com propagandas no Youtube: ignoro em cinco segundos. Vou dar um exemplo no ...


21

Boolean com letra maiúscula no começo é uma classe, é o mesmo que java.lang.Boolean boolean é um tipo primitivo de comparação de dois valores, true ou false. Você pode usar ambas com mesmo objetivo, a diferença é que a classe tem métodos para converter para string por exemplo, ou converter de string (ou fazer um parse) Métodos da classe java.lang.Boolean ...


12

Geralmente quando você vê um código em um if comparando com false ou true, está fazendo algo supérfluo, já que o if sempre espera um booleano, portanto, só pode ser estes 2 valores. Qualquer expressão que resulte um booleano satisfaz a necessidade. O operador relacional, que estabelece se a grandeza é a mesma, diferente, maior, menor, sempre retorna um ...


11

Booleano, no contexto que entendi que está perguntado, é um tipo de dado que representa apenas dois estados, verdadeiro ou falso. Isto tem uma relação direto com os bits do computador que só possuem dois estados 0 ou 1. Muitas pessoas programam mas não sabem que o computador só entende estas duas informações, e só sabe fazer três operações, a adição (or), ...


8

Veja este código: class Ideone { public static void main (String[] args) { int x = 10; boolean cond = x == 10; //produz um resultado booleano System.out.println(cond); //imprime o resultado igual faria com um int if (cond) { //usa a variável com o valor booleano p/ tomar uma decisão System.out.println("...


7

Isto nada tem a ver com Kotlin ou outra linguagem, é só uma convenção que se costuma usar para indicar que a variável é booleana, é para dar legibilidade mostrando a semântica dela. Tão pouco tem a ver com set, embora possa ser usado nele. Alguns consideram uma forma disfarçada de notação húngara, outros consideram que não porque mostra o significado real ...


7

Isso ocorre porque false é igual a 0 e true é igual a 1. Então seria a mesma coisa que: a = [200,100] a[1] Saída >>> 100 a = [200,100] a[0] Saída >>> 200 Em Python qualquer valor diferente de 0 automaticamente é true quando você for fazer alguma verificação lógica, por exemplo: (3 == true) //true (0 == true) //false


7

Vou partir do princípio que usou com maiúsculo, porque em minúsculo ou não funciona, ou então está usando variáveis chamadas true ou false, que são nomes um pouco ruins para variáveis. Estritamente os primeiros servem para nada. O primeiro entrará no bloco do if todas as vezes, o segundo nunca entrará, então não tem porque usar aquilo. Pode ser usado ...


6

Julgo que existirão várias formas de o fazer. A que me ocorre agora é: Usar a expressão (b & (1 << i)) != 0 para verificar se o bit na posição i do byte está "setado" e guardar o resultado na respectiva posição no array. public static boolean[] byteToBooleanArray(byte b) { boolean[] array = new boolean[8]; for (int i=0; i<8 ;i++){ ...


6

A melhor opção é esta: #include <stdbool.h> Isto requer um compilador compatível com C99, que virtualmente são todos que contam. Você poderá usar o tipo _Bool. Se não tiver um compilador assim, o mesmo que o padrão faz: #define bool _Bool #define true 1 #define false 0 #elif defined(__GNUC__) && !defined(__STRICT_ANSI__) /* Define _Bool, ...


6

Comecemos com isso: (~ABC)+(A~B~C)+(AB~C)+(ABC) Vamos reordenar as expressões: (~ABC)+(ABC)+(A~B~C)+(AB~C) Vamos colocar o BC e o A~C em evidência: BC(~A+A)+(A~C)(~B+B) Toda expressão na forma X+~X é verdadeira. Logo: BC+(A~C) Nota-se que a sua expressão original (~ABC)+(A~B~C)+(AB~C)+(ABC) tem uma propriedade interessante: Ela diz exatamente quais ...


6

Usando Array Você pode usar o "in", veja este exemplo X = 2 if X in [1, 2, 3, 4]: print("ok") Eu representei os valores usando um array [1, 2, 3, 4], então eu uso o "in" para verificar se o valor de "X" esta dentro do array. Usando Tupla Executar Seguindo a dica do nosso amigo Giovanni Nunes X = 2 if X in (1, 2, 3, 4): print("ok") Usar ...


5

Porquê é ruim ? Porque, como já alguns aqui mencionaram, anula o princípio de coesão, onde funções com apenas um propósito, passam a desempenhar duas ou mais tarefas do que as originalmente projectadas, deixando o código difícil de se reestruturar quando necessário, reduz a legibilidade (nem sempre), ou até mesmo duplicação de código ou responsabilidade, ...


5

Basta fazer isto: ADMINISTRADOR = reader["ADMINISTRADOR"] as string == "S"; //se tem S ou N Como a coluna originalmente não é um booliano e sim uma texto, deve-se comparar com o texto que representa o estado verdadeiro. Embora seja tarde, aconselho não usar nomes tudo em maiúsculo e prefixos em nomes.


5

Adicionou #include <stdbool.h>? Está usando um compilador pelo menos compatível com C99? Precisa. Esse código tem outros problemas. Documentação.


5

Argumentos booleanos, em geral, não são bons. Essa frase é correta? Em geral não são bons. Se sim, qual o problema com booleanos? Porque booleanos não são bons argumentos? Ele dá pouco significado, torna o código menos legível. Então ele não causa problema técnico, é só uma questão de estilo. Não me lembro se o livro explica isso ou não. Eu sei que ...


5

Um booleano de 3 estados é o que tem o falso, o verdadeiro e o indefinido. Então em Java existe um natural que é o Boolean, não confundir com boolean (Qual diferença entre Boolean e boolean?). O primeiro aceita um null, então há um terceiro estado. Em C# pode usar um bool?. Tem linguagem que só tem o booleano de 3 estados, e muita gente nem se dá conta ...


5

Primeiro, Python diferencia letras maiúsculas de minúsculas, portanto true é diferente de True. No Python, existem os valores True e False, mas não existe true e false; no seus exemplos daria erro indicando nomes não definidos. Vamos supor, então, que seja True e False. if True: print('Executei') Não tem função alguma. A estrutura condicional serve ...


4

se estou negando uma variável false, ela vira true correto? Não, você está invertendo o valor da variável, você não altera a variável. Ali estou dizendo, enquanto i for menor que o tamanho do vetor E !finished for true continue? Isso, mas eu leria "enquanto i for menor que o tamanho do vetor E não for finished". Ou melhor ainda, "enquanto i for menor ...


4

Creio que a conversão do array de booleans para um único byte envolve muitas operações de movimentação bite a bite (arithmetic shift), as quais normalmente são complexas de entender e manter, a não ser que você possua larga experiência com isso. Provavelmente o resultado mas simples é um array de bytes, o qual você pode usar no stream que desejar, como no ...


4

Normalmente eu não usaria exceção para isso, acho um abuso, é bom fazer a função não imprimir nada e retornar o resultado para imprimir fora dela, assim separa as responsabilidades. Não acho exceção adequado em muitas situações, lançar Exception menos ainda que é genérica demais. Mas se quer fazer, seria isto: import java.util.*; class Ideone { public ...


4

Em JavaScript '0' é definido como true (qualquer coisa que não seja false, 0, "", null, undefined ou NaN, é verdadeiro). Então a primeira expressão nega um verdadeiro e portanto não executa o comando do if. Até aí, ok? O segundo está convertendo implicitamente a string para numérico (coerção), tornando o valor 0 como operando, um valor que é considerado ...


4

Tem dois problemas na lógica. Primeiro a função bool() não pode transformar a string em um valor booleano como espera, então a comparação correta é com string, mas sem a função. Segundo que se a pessoa não digitar True, não tem como saber se ela digitou False sem testar especificamente por isso. x = input("True ou False...? ") if x == 'True': print("...


4

É simples entender. If testa uma condição, se a condição é satisfeita então a condição retorna true. Logo se você testar um Boolean já estará dando o resultado ao IF. Veja o exemplo para você entender: Teste de "afirmação" Boolean teste = true; if(teste){ // Vai entrar aqui porque teste é verdadeiro } else { // Não vai entrar aqui porque a condição já ...


3

Utilizar parâmetro booleano evidencia que a função faz mais de uma coisa. public static String render(PageData pageData, boolean isSuite) throws Exception { return new SetupTeardownIncluder(pageData).render(isSuite); } Uma chamada de método com somente um parâmetro do tipo booleano é bastante confusa: render(true); O ideal é separar em funções ...


3

A divisão desta função em funções menores produzirá mais coesão, ou seja, uma função que faz uma coisa só. Dentro dessa função acabará tendo um if para verificar a condição e fazer a próxima ação necessário, não seria mais fácil dividi-la para ficar mais clara e reutilizável? Veja o codigo: int teste(object obj, bool especial) { if(especial) { ......


3

Porque o código fica pouco indutivo, por exemplo , se alguém for dar manutenção ao seu código hoje, como esta pessoa vai saber o motivo daquele parâmetro booleano estar ali ? se for verdadeiro ou falso oque irá mudar ? Seria melhor usar uma enumeração ou constantes estáticas, desde que tenha um nome indutivo. Outra opção seria separar este método em 2 ...


3

Segundo os comentários, a coluna ADMINISTRADOR é do tipo char e você salva os valores S/N. A única conversão explícita de string para boolean que você pode fazer é converter "true" (para true) ou "false" (para false). A solução é você validar qual o valor que existe na coluna, desta forma ADMINISTRADOR = (string)reader["ADMINISTRADOR"] == "S" Isso, se a ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam