Respostas interessantes marcadas com a tag

26

Existe um padrão (não um Design Pattern em si) próprio do Android/Gradle para lidar com isso. O pré-requisito seria usar o Android Studio e compilar seu apk usando o Gradle. Pois é o Gradle que fornece essa funcionalidade. Para lidar com a geração de dois apk's diferentes, o Gradle permite definir Build/Product Flavors. Assim como Build Types (release ou ...


20

Você pode ativar/desativar os tipos de telas disponíveis atualizando a entrada support-screens do seu arquivo AndroidManifest.xml: <manifest ... > <supports-screens android:smallScreens="false" android:normalScreens="false" android:largeScreens="true" android:xlargeScreens="true" ...


13

Acredito que você tenha alterado isso: <?xml version="1.0" encoding="utf-8"?> Para isso: <?xml version="2.0" encoding="utf-8"?> Não está correto, porque essa é a versão do XML que é usado no AndroidManifest. É necessário manter como está. Para incrementar a versão do seu aplicativo você precisa definir e modificar duas propriedades, mas a ...


12

Sim, como o Lucas disse, se você configurar sua aplicação em fase alpha ou beta, o aplicativo não ficará visível ao público no google play. Para dar acesso a um grupo limitado de pessoas, você poderá configurar comunidades do google+ ou do google groups, é claro que as pessoas precisam participar para poder ter acesso ao app. Todas as pessoas são ...


11

Acesse o Play Console e selecione o app. Selecione Presença na loja Preços e distribuição. Na seção "Disponibilidade do app", selecione Desfazer publicação.


8

Segundo este tópico a configuração do manitest, conforme mencionada na resposta do @hernandes, impede os usuários de encontrar seu aplicativo no market place, mas se eles tiverem o arquivo apk em mãos eles não serão impedidos de instalar o mesmo. Uma proteção adicional consistiria em verificar a resolução da tela na inicialização do aplicativo e, caso não ...


5

Se você tem uma empresa ou trabalha para uma e ela é cadastrada no Google Apps for Business isto também é possível e da maneira criada para isso. O nome se chama Canal Privado da Google Play. A empresa precisa ter um cadastro no Google Apps for Business O Administrador do Google Apps precisa ativar o Google Wallet e Google Play Developer Console. O ...


5

Interessante sua pergunta, para mim esta servindo como um alerta pois não estava sabendo dessa mudança. Apos uma pesquisa rápida achei algumas noticias dessa semana, que basicamente fala que o Google esta com uma nova politica de pelo menos 3 dias* de review, e que isso só esta sendo noticiado porque um desenvolvedor de jogos publicou em seu blog o problema....


4

Na verdade, o nome que aparece na loja é do "Publicador". Para o Google, o usuário que criou a conta do Google Play é ao mesmo tempo o Publicador e o Desenvolvedor, mesmo que o real desenvolvedor seja outra pessoa. Cruelmente é como um carro de marca X - para o público, quem "desenvolveu" o carro foi a marca X, não importando os trabalhadores que realizaram ...


4

Você pode sim atualizar o app. Na empresa em que trabalho hoje tinham apenas apps nativos para android e ios. Eu fiz híbridos com ionic e já atualizei em ambas plataformas. O que vc precisa é assinar o app com a mesma chave, nome de pacote, colocar uma versão acima que não terá problemas.


4

Após realizar a seleção do aplicativo: Abra o menu lateral tem uma opção chamada Presença na Loja. Clique em Detalhes do App. No final da página de Detalhes do App você encontrará o local para inserir a URL da sua politica de privacidade.


3

Boa tarde Maycon, Você pode distribuir seu aplicativo através de um canal privado, não é necessário ser uma empresa. Para isso é necessário ter uma conta de desenvolvedor (a normal mesmo) a única ressalva é que o seu domínio NÃO pode ser Gmail. Quando você publicar no canal privado, somente usuários com o mesmo domínio que o seu poderão acessar esse canal....


3

Contrato de distruibuição do desenvolvedor da Play Store Segundo o artigo 4.4: O Desenvolvedor compromete-se a não participar de qualquer atividade com a Loja, incluindo o desenvolvimento ou a distribuição dos Produtos, que interfira, perturbe, prejudique ou envolva o acesso indevido a dispositivos, servidores, redes ou outras propriedades ou serviços de ...


3

Olá! Você deve mandar um APK assinado digitalmente com uma binário chamado "Keystore". Como forma de melhor entendimento, é como se você estivesse tentando enviar uma versão de DEBUG em vez de uma de RELEASE. Para resolver o problema no Eclipse, basta fazer o seguinte: 1 - Clique com o botão direito no ícone do projeto; 2 - Selecione a opção: Android ...


3

Uma forma de fazer isso é verificar a versão da Build dentro da sua aplicação utilizando android.os.Build.VERSION, que é uma classe estática que contém várias informações sobre o sistema operacional Android. Exemplo // Verifica está em uso a versão Android 5.0 + if (Build.VERSION.SDK_INT >= Build.VERSION_CODES.LOLLIPOP) { // não usar o plugin ...


3

Olhando o seu Manifest e vendo tudo o que você fez, parece estar correto. Porém olhando as recomendações no site, não sei se você adicionou screen-shots para tablets de 7" e 10" que é recomendado no item 11. Além disso, acho que não é necessário ter as pastas de sw600dp e sw720dp, tendo as padrões (mdpi, hdpi, xhdpi e xxhdpi) basta. Foi isso que fiz num app ...


3

Você está usando nesta o recurso de câmera como não requerido: <uses-feature android:name="android.hardware.camera" android:required="false" /> Porém recurso de focar a camera não foi definido como false, provavelmente o GooglePlay assume como true, nesta linha: <uses-feature android:name="android.hardware.camera.autofocus" /> É provável que ...


3

Como você já alterou o config.xml o próximo passo é remover e adicionar a plataforma de destino no promp de comando através dos comandos a seguir: ionic cordova platform rm android Em seguida adicione novamente ionic cordova platform add android Ao término execute o procedimento de build ionic cordova build android --release --prod assine o apk com o ...


2

Pesquisei sobre o assunto, encontrei que PlusClient não é mais aprovada (deprecated), se mesmo assim ainda quiser usá-la, utilize uma versão anterior da API, desse jeito: dependencies { compile fileTree(include: ['*.jar'], dir: 'libs') compile 'com.android.support:appcompat-v7:21.0.2' compile 'com.google.android.gms:play-services:6.1.71' ...


2

Verifique isso no seu APK, em Dicas de otimização do seu aplicativo, no Console do desenvolvedor. Verifique isso também:


2

No lado esquerdo superior tem a aba Projects, clica lá, depois vá para build settings, Aba Android e altere o App ID que é esse nome do pacote.


2

Para fazer com que o seu aplicativo apareça no topo das pesquisas do Google Play, você deve tirar proveito do algoritmo de busca e rankeamento do Google Play - pois é ele quem irá determinar o quão no topo o seu aplicativo deve aparecer - e seguir algumas boas práticas de publicação para tornar o seu aplicativo mais atrativo para download , independente da ...


2

Experimentalmente, descobri que você pode utilizar: Quebra de Linhas simples são ignoradas;Quebra de Linhas duplas abrem um novo parágrafo; Quebra de Linhas simples podem ser forçadas terminando a linha com dois espaços (similar ao Markdown). Um conjunto limitado de tags HTML (opcionalmente aninhadas), especialmente: <b>...</b> para bold, <...


2

Não é necessário modificar nada no package.json, o único arquivo que você deve modificar toda vez que for gerar uma nova versão do App é o config.xml, que fica na raiz do projeto. Modifique apenas o versionCode e version que o framework vai fazer o resto por você. <widget id="com.ionicframework.application466003" android-versionCode="100000" version="0.0....


2

Não foi encontrado nada que fala sobre limitação de quantidade de APKs na conta de desenvolvedor do Google Play Publish, porém existe um limite que trata-se da quantidade diária que 15 APK. Veja a mensagem retornada para o desenvolvedor no momento em que vai fazer o upload: Quanto ao tamanho de cada aplicação, o Google anunciou (28 de setembro de 2015) um ...


2

Você pode usar o método String getInstallerPackageName(String packageName) da classe PackageManager ele vai retornar o nome do pacote correspondente ao pacote de instalação da play store, você só precisa passar o pacote atual da sua aplicação para ele e fazer a verificação. Veja um pequeno exemplo de como implementar e usar o método getInstallerPackageName ...


2

O jeito mais prático é você criar uma API que você seta a ultima versão do seu app, dentro do app você faz a verificação se a resposta da api é menor ou igual a versão atual, assim bloqueando o usuário a dar continuidade no app (pode direcionar ele ao link do seu app na loja pra ele atualizar).


2

Opa, blza? Use o GoogleSignIn.getLastSignedInAccount método para solicitar informações sobre o perfil do usuário atualmente conectado. GoogleSignInAccount acct = GoogleSignIn.getLastSignedInAccount(getActivity()); if (acct != null) { String personName = acct.getDisplayName(); String personGivenName = acct.getGivenName(); String personFamilyName = ...


2

RESOLVIDO O problema estava em Target Android version que não pode ficar "Use Compile using SDK version", deve ficar definido a versão explicita do Android, no caso, 26 ou superior.


1

As Stores só disponibilizarão o seu aplicativo para download. Você deverá tratar todo o resto por conta própria. (O Google por exemplo oferece um serviço de back-end as a service chamado Firebase). Porém a Store é só um local para conseguirem seu APP mesmo. :)


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam