Em projetos de software, front-end é a parte do sistema de software que interage diretamente com o usuário. Se a dúvida não for sobre "front-end", não use esta tag, mesmo que esteja usando "front-end" no seu projeto.

Na computação, o front-end é responsável pela coleta de entrada em várias formas do usuário e processamento de acordo com uma especificação que o back-end pode usar. O front-end é uma interface entre o usuário e o back-end. As extremidades podem ser distribuídas entre um ou mais sistemas.

Na arquitetura de software pode haver muitas camadas entre o hardware e o usuário final. Cada um pode ser falado como tendo um front-end e um back-end. A frente é uma abstração, simplificando o componente subjacente, fornecendo uma interface amigável.

No projeto de software, por exemplo, a arquitetura do modelo-visão-controlador (MVC) fornece front e back-ends para o banco de dados, o usuário e os componentes de processamento de dados. A separação de sistemas de software em front e back-ends simplifica o desenvolvimento e separa a manutenção. Uma regra é que o lado frontal (ou "lado do cliente") é qualquer componente manipulado pelo usuário. O código do lado do servidor (ou "back-end") reside no servidor. A confusão surge quando se deve fazer edições front-end para arquivos do lado do servidor. A maioria dos designers HTML, por exemplo, não precisam estar no servidor quando eles estão desenvolvendo o HTML; inversamente, os engenheiros do lado do servidor estão, por definição, sempre no lado de um servidor. É preciso tanto para finalmente fazer um site funcional, e interativo.

Para os principais subsistemas de computadores, um gerenciador de arquivos gráfico é um front-end para o sistema de arquivos do computador e um shell interage com o sistema operacional. O front-end interage com o usuário, e o back-end lança os programas do sistema operacional em resposta.

O uso da interface de linha de comando (CLI) requer a aquisição de terminologia especial e memorização de comandos, de modo que uma interface gráfica de usuário (GUI) atua como um ambiente de desktop front-end. No ambiente Unix, ncurses é um front-end semi-gráfico mais simples para a CLI. No nível da própria CLI Unix, a maioria dos programas de fluxo de bytes (ou seja, usando stdin / stdout / stderr como sua interface) atuam como filtros - programas autônomos que também podem servir como front e back-ends para outros programas. (Eles funcionam através de dados entre si, principalmente para o processamento de texto, por exemplo: $ grep word ~ user / dir / infile | sort | tee ~ user / dir / outfile)

Na computação em rede, o front-end pode se referir a qualquer hardware que otimiza ou protege o tráfego de rede. Ele é chamado de hardware de front-end porque é colocado na extremidade frontal ou no limite da rede. O tráfego de rede passa pelo hardware front-end antes de entrar na rede.

Nos sistemas de gerenciamento de conteúdo, os termos front-end e back-end podem se referir às visões do usuário final do CMS e às vistas administrativas respectivamente.

Em compiladores, o front-end traduz um código-fonte de programação de computador em uma representação intermediária, e o back-end funciona com a representação intermediária para produzir código em uma linguagem de saída do computador. O back-end geralmente otimiza para produzir código que executa mais rápido. A distinção front-end/back-end pode separar a seção do analisador que lida com código-fonte e o back-end que gera código e otimiza. Alguns projetos, como o GCC, oferecem opções entre várias extremidades frontais (análise de diferentes idiomas de origem) ou back-ends (gerando código para diferentes processadores de destino).

Na síntese de fala, o front-end refere-se à parte do sistema de síntese que converte o texto de entrada em uma representação fonética simbólica, e o back-end converte a representação fonética simbólica em sons reais.

histórico | histórico do fragmento