8

A partir do PHP 5.5 foi implementado na linguagem o generator. Ele pode ser utilizado dentro de uma função a partir da palavra chave yield.

No manual, temos um exemplo onde um é comparado a função range(0, 1000000) (que teoricamente gastaria 100MB de memória) e uma implementação de xrange através dos generators (que reduziria o consumo da memória para 1 kilobyte).

Exemplo do manual:

<?php
function xrange($start, $limit, $step = 1) {
    if ($start < $limit) {
        if ($step <= 0) {
            throw new LogicException('Step must be +ve');
        }

        for ($i = $start; $i <= $limit; $i += $step) {
            yield $i;
        }
    } else {
        if ($step >= 0) {
            throw new LogicException('Step must be -ve');
        }

        for ($i = $start; $i >= $limit; $i += $step) {
            yield $i;
        }
    }
}

/*
 * Note that both range() and xrange() result in the same
 * output below.
 */

echo 'Single digit odd numbers from range():  ';
foreach (range(1, 9, 2) as $number) {
    echo "$number ";
}
echo "\n";

echo 'Single digit odd numbers from xrange(): ';
foreach (xrange(1, 9, 2) as $number) {
    echo "$number ";
}
?>

Além da vantagem de economizar essa memória e simplificar o uso de um iterator, quais são as outras vantagens de utilizar o generator no PHP?

11

No fundo geradores não são para economizar memória. Isto é mais um efeito colateral bem-vindo. Eles existem para criar sequências de dados sob demanda.

A ideia geral dele é poder controlar melhor o que acontece entre a geração de cada elemento da sequência.

Uma das vantagens é produzir código com melhores abstrações. Você encapsula o mecanismo de como se obtém o dado dentro de uma função e deixa outra função, provavelmente em um loop, manipular estes dados sem se preocupar em como ele foi obtido. Você separa o mecanismo da regra de negócio.

Ele também permite o que se chama lazy evaluation em que você só exerce a computação de um item da sequência quando e se realmente você vai usá-lo. Sem o gerador é muito comum gerar sequências de dados enormes, provavelmente em listas ou arrays, e gastar um tempo enorme para gerar todos os elementos e depois só usar de fato alguns deles e descartar o resto. O gerador economiza memória e processamento.

Uma outra utilização é na criação de máquina de estados e corotinas já que ele consegue manter estado entre as chamadas de suas execuções. Ele tem pausas naturais.

O funcionamento de um gerador é mais ou menos igual em todas as linguagens que o possuem. Eu já respondi algo sobre isto em C# que tem um gerador bem sofisticado. Lá tem alguns bons exemplos.

O ganho em memória é relativo. Se você precisar de toda a sequência gerada e usada ao mesmo tempo, não há ganho (se souber o que está fazendo).

Geradores não são ótimos para todos os casos. Eles provocam em pouco de overhead. Não que isto seja motivo para não usar, mas se não fornecer uma real vantagem não tem porque aceitar um overhead.

  • Você é o cara :) – Wallace Maxters 10/02/15 às 18:13
  • @WallaceMaxters Você não entendeu da outra vez que eu te falei da pressa de aceitar uma resposta meta.pt.stackoverflow.com/q/494/101 :) – Maniero 10/02/15 às 18:13
  • Não me lembro da "outra vez". Mas estou lendo aqui :) – Wallace Maxters 10/02/15 às 18:17
  • 1
    Até pode mas desincentiva, as pessoas querem ter a oportunidade da sua resposta ser aceita, quando você aceita logo quando alguém posta uma resposta, dificilmente você terá uma segunda, que potencialmente pode até lhe ajudar mais do que a primeira. Claro que você pode trocar, mas a maioria não troca, então quem responde sabe que é quase certo que ele não terá a aceitação e pode nem responder por causa disto. Também porque você já está satisfeito, não tem porque colocar mais alguma coisa. – Maniero 10/02/15 às 18:24

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.