3

Estou iniciando um projeto em equipe e minha dúvida é se a ordem que eu estou seguindo é a correta ao trabalhar com o GIT.

  1. Eu executo git pull origin master //Aqui baixo os arquivos mais recentes do projeto
  2. Faço todas as alterações em uma issue.
  3. Executo git checkout -b fix/issue_1
  4. Depois executo o git status.
  5. Em seguida executo git add .
  6. Depois de tudo enviado, executo o git commit "issue teste"
  7. E por final git push origin fix/issue_1
  • 1
    Neste caso, suas alterações não estarão espelhadas no branch master e, se o issue ocorre no master, não estaria, de fato, resolvido. É isso mesmo que você deseja? – Anderson Carlos Woss 16/05/18 às 19:02
  • Isso, nesse exemplo não está sendo enviado ao branch master, a dúvida é se a ordem está correta. – Mike Otharan 16/05/18 às 19:04
4

A maneira correta é um pouco relativa, mas vou mostrar como vem dando certo com nossa equipe, talvez possa dar uma ideia para você.

inserir a descrição da imagem aqui

Os branches de hotfix são bem parecidos com os branches releases (branches que adicionam uma nova funcionalidade), pois também preparam uma nova versão para ser enviada à produção, mas ela não é planejada. A ideia deles é suprir a necessidade de agir imediatamente após algum problema na versão que está em produção. Quando um erro crítico acontece ele deve ser resolvido imediatamente, para isso, então, deve ser criado um branch de hotfix a partir do master.

A grande sacada desse branch, é que os membros da equipe podem continuar o desenvolvimento do projeto no develop (ou o nome do branch de desenvolvimento principal que você utiliza, vou usar develop aqui para ficar mais didático) normalmente enquanto outro desenvolvedor realiza rapidamente uma correção para um problema crítico.

Criando um branch de hotfix

Os branchs de hotfix são criados a partir do master. Por exemplo, digamos que a versão 1.2 é a versão que está em produção e devido a um erro grave, está causando problemas. As alterações realizadas no branch develop ainda estão instáveis, não sendo elegíveis a um release para produção. Devemos então criar um branch hotfix para corrigir o problema.

$ git checkout -b hotfix-1.2.1 master
# Switched to a new branch "hotfix-1.2.1"
$ ./bump-version.sh 1.2.1
# Files modified successfully, version bumped to 1.2.1.
$ git commit -a -m "Bumped version number to 1.2.1"
# [hotfix-1.2.1 41e61bb] Bumped version number to 1.2.1
# 1 files changed, 1 insertions(+), 1 deletions(-)

Não esqueça de alterar o número da versão depois de criar o branch. Então envie as alterações em um ou mais commits. (Caso utilize esse esquema de versionamento)

$ git commit -m "Fixed severe production problem"
# [hotfix-1.2.1 abbe5d6] Fixed severe production problem
# 5 files changed, 32 insertions(+), 17 deletions(-)

Finalizando um branch de hotfix

Quando finalizado, um hotfix precisa ser mergeado de volta aos branches master e develop e agora aplique as alterações de volta em seu branch master.

$ git checkout master
# Switched to branch 'master'
$ git merge --no-ff hotfix-1.2.1
# Merge made by recursive.
# (Summary of changes)
$ git tag -a 1.2.1

Agora, inclua o bugfix no develop também:

$ git checkout develop
# Switched to branch 'develop'
$ git merge --no-ff hotfix-1.2.1
# Merge made by recursive.
# (Summary of changes)

A única exceção à regra aqui é quando existe um branch release corrente, então o hotfix irá ser mergeado com esse branch e consequentemente também será mergeado no develop quando o release for finalizado. Caso o develop precise urgentemente desse bugfix e não pode esperar, você pode mergear o branch release no branch develop sem prejuízos .

E finalmente o hotfix pode ser removido:

$ git branch -d hotfix-1.2.1
# Deleted branch hotfix-1.2.1 (was abbe5d6).

Você pode encontrar todo o processo aqui nesse artigo em português

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.