2

Me foi solicitado que fosse criada uma classe conta corrente que tivesse um atributo que representasse a taxa cobrada por cada transação de dois atributos da superclasse (crédito / débito).

E foi pedido pra subscrever os métodos de crédito e débito para descontar o valor da taxa a cada transação bem sucedida.

Fiz o código dessa forma:

public class ContaCorrente extends Conta {

    protected float taxa;

    public ContaCorrente(float saldoconta) {
        super(saldoconta);
    }   

    public void atualiza(float taxa){
        this.saldoconta = this.saldoconta - taxa;
    }

    @Override
    public void mostracredito(float valor) {
        // TODO Auto-generated method stub
        super.mostracredito(valor);
        this.saldoconta = this.saldoconta - this.taxa;
        System.out.println("Saldo da conta com desconto da taxa"+ this.saldoconta);
    }

    @Override
    public void mostradebito(float valor) {
        // TODO Auto-generated method stub
        super.mostradebito(valor);
        this.saldoconta = this.saldoconta - this.taxa;
    }   
}

Assim está certo? Ou devo alterar mais alguma coisa? Para todas as classes, foi solicitado o construtor, foi isso que me complicou.

Essa é a classe Conta:

public class Conta {
    //ATRIBUTOS
    protected float saldoconta;

    //CONSTRUTOR
    public Conta(float saldoconta) {

        this.saldoconta = saldoconta;
    }

    //METODOS PUBLICOS
    public void mostrasaldo(){
        System.out.println("O saldo na conta é :" +this.getSaldoconta());
    }
    public void mostracredito(float valor){
        this.saldoconta = this.saldoconta + valor;
    }
    public void mostradebito(float valor){
        this.saldoconta = this.saldoconta - valor; 
    }
}
  • 4
    Eu não entendi bem. Qual é a sua dúvida? – LINQ 1/06/17 às 17:15
  • 1
    Deixa eu ver se entendi, você fez e quer apenas saber se está correto? Não acho legal esse tipo de pergunta, você quer que a gente analise seu código, se você estivesse com algum problema tudo bem mas analisar algo que você fez é meio tenso. – Kayo Bruno 1/06/17 às 17:18
  • Eu acho que estou errando na forma de colocar o metodo de desconto no saldo . – Felipe Lamarao 1/06/17 às 17:18
  • O que você quer dizer com: colocar o metodo de desconto no saldo? – LINQ 1/06/17 às 17:19
  • Quero saber se @Override é dessa forma que usa . por que nas aulas a professora não passava super classes com construtor . então fiquei meio perdido nisso – Felipe Lamarao 1/06/17 às 17:21
4

Se eu entendi certo, se o enunciado está correto, exceto pelo fato de usar float para valor monetário que é um erro conceitual que calculará valores errados, mas que não atrapalha um exercício, e que você só pode subscrever (usando a terminologia postada que eu acho que foi errada) um método se ele for um evento (padrão Observer), você pode sobrescrever o método, parece tudo correto. Talvez o super deveria ser chamado depois de calcular o saldo, mas não tenho como saber se é o desejado, só estou especulando.

O @Override está correto.

Note que o construtor não precisa porque no fundo ele é estático, nem poderia ser diferente já que a instância não existe ainda, é ele que a criará. Sendo estático, não há polimorfismo e não tem que sobrescrever.

1

Primeiramente, o termo correto é sobrescrever, e não subscrever.

Você tem um método mostracredito e um mostradebito. Esses métodos na subclasse, não apenas mostram o crédito ou débito, mas também o alteram, e portanto eles não fazem o que o nome do método diz fazer. Já na superclasse, esses métodos não mostram nada, embora seja isso o que o nome indique.

Assim sendo, a sua implementação não é a adequada, pois o nome de um método deve inidicar o que ele faz.

Além disso, em uma conta corrente, as operações disponibilizadas devem ser a de efetuar um crédito ou um débito, e não a de mostar um crédito ou um débito. O comportamento de mostrar neste caso é um intruso, ele não faz parte daquilo que o método deveria fazer. Tanto é que no enunciado do exercício te foi pedido para sobrescrever os métodos de crédito e débito para descontar o valor da taxa a cada transação bem sucedida, e isso não significa mostrar nada.

E também, respeite as regras de nomenclatura do Java, ainda mais que isso é um exercício no qual você será avaliado por um professor.

E se você está em uma classe chamada Conta, e você tem um atributo chamado saldo, este só pode ser o saldo da conta. Portanto, chamar o atributo de saldoconta é redundante, saldo é suficiente. O mesmo pode ser dito do método getSaldoconta - chamar de getSaldo é suficiente.

O fato de você deixar o atributo como protected dá às subclasses o poder de alterá-lo da forma como elas bem quiserem sem que a superclasse supervisione ou interfira em nada. Entretanto, com esse poder também vem uma responsabilidade: as subclasses passam a ter a responsabilidade de gerenciar esse atributo de forma adequada. Porém, se a superclasse já disponibiliza métodos para creditar e debitar valores no saldo, então a superclasse já tomou para si a responsabilidade de controlar esse saldo, logo isso não é algo que deveria ser repassado às subclasses, que ao acessar o saldo diretamente, estariam então violando as regras estabelecidas nos métodos da superclasse para manipular o saldo. Com isso conclui-se que o atributo do saldo deveria ser privado.

Poderíamos levar em conta o ponto abordado na resposta do bigown, o tipo ideal para o saldo seria o BigDecimal.

Na sua subclasse ContaCorrente, o método atualiza recebe como parâmetro uma taxa, mas a própria classe já tem uma taxa como atributo. Uma vez que esse método não usa o valor do parâmetro para atualizar o atributo, logo existem duas taxas diferentes aqui. Isso é um erro de modelagem na sua classe. De fato, do jeito que a sua subclasse está modelada, a taxa que está no atributo será sempre zero.

O nome atualiza é um nome bem vago e genérico para uma operação. O nome taxar() é mais preciso. Além disso, se é responsabilidade da subclasse ContaCorrente descontar o valor da taxa para cada transação bem sucedida realizada na conta e ela é a classe que disponibiliza quais são as operações a serem realizadas nessa conta, logo não faz sentido que outras classes saiam descontando a taxa a seu bel-prazer, pois essa é uma responsabilidade que já foi tomada integralmente pela classe ContaCorrente. Assim sendo, provavelmente não faz sentido que o método taxar() seja público, e portanto é melhor que ele fique privado.

Eu faria a sua superclasse assim:

public class Conta {

    private BigDecimal saldo;

    public Conta(BigDecimal saldo) {
        if (saldo == null) throw new IllegalArgumentException();
        this.saldo = saldo;
    }

    public void mostrarSaldo() {
        System.out.println("O saldo na conta é: " + this.getSaldo().toPlainString());
    }

    public BigDecimal getSaldo() {
        return saldo;
    }

    public void creditar(BigDecimal valor) {
        if (valor == null) throw new IllegalArgumentException();
        this.saldo = saldo.add(valor);
    }

    public void debitar(BigDecimal valor) {
        if (valor == null) throw new IllegalArgumentException();
        this.saldo = saldo.subtract(valor);
    }
}

Sua subclasse ficaria assim:

public class ContaCorrente extends Conta {

    private BigDecimal taxa;

    public ContaCorrente(BigDecimal saldo, BigDecimal taxa) {
        super(saldo);
        if (taxa == null) throw new IllegalArgumentException();
        this.taxa = taxa;
    }

    public BigDecimal getTaxa() {
        return taxa;
    }

    public void setTaxa(BigDecimal taxa) {
        if (taxa == null) throw new IllegalArgumentException();
        this.taxa = taxa;
    }

    private void taxar() {
        super.debitar(taxa);
    }

    @Override
    public void creditar(BigDecimal valor) {
        super.creditar(valor);
        taxar();
    }

    @Override
    public void debitar(BigDecimal valor) {
        super.debitar(valor);
        taxar();
    }
}

Ah, note que os métodos nunca aceitam saldo, taxa ou valores a creditar ou debitar que sejam nulos. Rejeitar valores nulos é em geral boa prática de programação (mas não é algo que possa ser sempre aplicado).

Algumas regrinhas sobre sobrescritas de métodos:

  • Em geral, qualquer método pode ser sobrescrito, exceto os que:

    (a) forem estáticos, ou

    (b) tiverem o modificador final, ou

    (c) sejam privados ou

    (d) estejam em uma classe final.

  • A anotação @Override pode ser adicionada a métodos que sejam sobrescrita de métodos da superclasse. A finalidade dela é forçar um erro de compilação caso o método em questão não seja uma sobrescrita. Em especial, isso é útil para que o compilador reclame quando a superclasse sofrer uma alteração que vá quebrar a subclasse, o que é muito melhor do que o compilador aceitar silenciosamente um código onde as subclasses estão quebradas.

  • O ideal é que todos os métodos que fossem sobrescritas tivessem uso do @Override obrigatório. Entretanto, o uso dele é opcional por uma questão de retrocompatibilidade com versões do Java 1.4 e anteriores que não possuiam essa anotação.

  • Quando o método da superclasse é chamado com uma instância da subclasse, e essa subclasse sobrescreve o método, o método invocado será o sobrescrito na subclasse, não o método base da superclasse.

  • Uma subclasse pode acessar os métodos que ela sobrescreveu da superclasse ao usar a referência super. Por exemplo para invocar o método x() da superclasse, tendo ele sido sobrescrito na subclasse, deve-se usar super.x().

  • Note que apenas a subclasse pode acessar os métodos originais da superclasse que ela sobrescreveu. Eles não poderão ser acessados diretamente por outras classes que estiverem tentando utilizá-los por meio de uma referência à subclasse.

  • A partir do Java 8, interfaces podem ter métodos concretos com o modificador default. Se uma classe X herdar duas ou mais implementações concretas de um mesmo método abc, seja por meio da superclasse ou por meio de interfaces (por exemplo, interfaces Y e Z), ela poderá acessá-los por meio da sintaxe Y.super.x() ou Z.super.x().

  • Se uma subclasse define um método com o mesmo nome de um método privado da superclasse, isso não será uma sobrescrita. Será apenas um método diferente com o mesmo nome. O uso da anotação @Override neste caso será um erro de compilação.

Algumas regrinhas sobre os construtores com subclasses:

  • Para que o construtor da subclasse invoque o construtor da superclasse, deve haver uma chamada super(...) logo no início do construtor da subclasse.

  • Os parâmetros dessa chamada super(...) são os parâmetros do construtor da superclasse.

  • Se a superclasse tiver um construtor sem parâmetros (mesmo que seja o construtor implícito adicionado pelo compilador quando nenhum construtor é declarado), então esse será o construtor invocado se você não tiver uma chamada super(...) no início do construtor da subclasse. Nesse caso, o compilador colocará uma chamada implícita a super(); lá.

  • É possível que um construtor invoque um outro construtor da mesma classe ao usar uma chamada do tipo this(...) ao invés de super(...) no início do construtor. Novamente, os parâmetros dessa chamada são os parâmetros do construtor em questão.

  • Se a superclasse não tiver um construtor sem parâmetros, então o construtor da subclasse será obrigado a invocar algum dos construtores da superclasse com o super(...) ou um outro construtor da mesma classe com o this(...).

  • Cuidado com o caso de construtores de uma mesma classe estarem chamando o this(...) ciclicamente. Se o construtor A chama o construtor B e o construtor B chama o construtor A, você vai ter um StackOverflowError se tentar instanciar essa classe.

  • Construtores podem ter qualquer tipo de visibilidade, incluindo private.

  • Não é possível fazer sobrescrita de construtores. Na sobrescrita de um método, quando o método da superclasse é invocado com uma instância da subclasse, o método invocado é o da subclasse. Já no construtor, você sempre invoca o nome da subclasse com o new. Tal como o bigown disse na resposta dele, a instância nem existe ainda nesse caso para que ocorra a seleção de alguma implementação. No caso de construtores, ao invés de sobrescrita, temos encadeamento, vez que todos o construtor da subclasse sempre deve chamar o construtor da superclasse.

  • Amigo muito obrigado !! de verdade . ainda estou aprendendo ,mas vou continuar estudando muito para melhorar cada vez mais – Felipe Lamarao 20/08/17 às 17:42
  • @FelipeLamarao Se esta resposta solucionou o seu problema, clique no ✅ que está ao lado do começo dela para marcar esta resposta como aceita e a sua pergunta como solucionada. Se achar que a resposta do bigown é melhor, marque a dele. Se isso ainda não esclareceu completamente a sua dúvida, poste alguns comentários e vamos esclaarecer. De qualquer forma, é sempre um prazer ajudar. – Victor Stafusa 21/08/17 às 14:53

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.