5

O que dou por certo atualmente é que nodejs é mais adequado para trabalhar com um pool constante de conexões por sockets (websockets neste caso) pois por ser single-threaded cada conexão nova gera um consumo de memória extra minímo (algumas centenas de KBs), já para php cada nova conexão geraria um novo processo que consumiria alguns megabytes extra.

Estou correto ou errado nessa ideia? independentemente da resposta, porque uma linguagem seria preferível a outra na implementação de um servidor de websockets?

  • Para quem tiver interesse, o que gerou esta pergunta foram estes comentários: pt.stackoverflow.com/questions/9566/… – Guilherme Nascimento 14/02/16 às 23:44
  • 1
    Imagino que esteja errado, pois se for usar PHP, vai deixar o mesmo PHP rodando pra gerenciar todas as conexões, pois ele não seria rodado pelo servidor HTTP. Um exemplo, que não é de websockets, mas é comparável, é o SMTP da Guerrillamail. É um único serviço rodando, recebendo um numero gigantesco de conexões simultâneas sem o mínimo problema de performance, em PHP. – Bacco 15/02/16 às 0:01
  • 2
    Pra complementar: esse servidor de SMTP em PHP é totalmente non-blocking IO, e usa uma thread só. Não seria problema nenhum usar o mesmo método para servir Websockets. Sockets normalmente trabalham bem com non-blocking em praticamente qualquer linguagem. Uma state-machine básica consegue gerenciar multiplas conexões com facilidade, e de sockets convencionais para Websockets, o que mais muda é a negociação inicial apenas. – Bacco 15/02/16 às 0:12
  • 2
    @Bacco muito bom, foi o que eu disse na outra postagem ao bruno, provavelmente foi um engano que ele teve e o problema de memória que supostamente ele enfrentou com PHP foi com algum script "mal escrito": pt.stackoverflow.com/questions/9566/… – Guilherme Nascimento 15/02/16 às 0:16
  • 2
    Meu amigo, que edição foi essa aí? Isso não vai auxiliar/beneficiar outros usuários que tenha sua dúvida. – Wallace Maxters 15/02/16 às 15:47
3

Estou correto ou errado nessa ideia?

Você está parcialmente certo, ou parcialmente errado.

NodeJS funciona com um único processo, que executa um loop de eventos. Cada mensagem trocada, conexão que abre, conexão que fecha é um evento. Assim, em teoria, é mais fácil desenvolver aplicações websocket com NodeJs.

Com PHP você pode tentar fazer o mesmo criando um processo long running que se comunica com sua aplicação PHP. Já existem algumas bibliotecas para te ajudar nessa arquitetura:

Porém, se você quer algo bem mais parecido com o NodeJS, existe a extensão PHPReact.

Porque uma linguagem seria preferível a outra na implementação de um servidor de websockets?

Em primeiro lugar vem o gosto. Use a linguagem que você gosta, mesmo que ela não tenha um desempenho tão bom quanto outras.

Em segundo lugar vem o mercado de trabalho. Se você cria um projeto que acaba virando um produto ou uma empresa, utiliza uma linguagem que seja mais fácil de encontrar pessoas para trabalhar com você.

Por último lugar vem custo. No futuro, se sua aplicação tem milhões de visitas e você quer economizar dinheiro, vale a pena trocar de linguagem, mesmo que essa linguagem não seja a sua favorita ou que não seja muito popular entre desenvolvedores. A Netflix migrou a aplicação que gera a interface do usuário de Java para NodeJS e assim reduziu os gastos com servidores em 70%. NodeJs In Flames

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.