3

Se eu tenho uma função JavaScript e quero chamá-la passando uma lista de argumentos, uso apply:

var x = f(1,2,3);
var x = f.apply(null, [1,2,3]);

Pela primeira vez, me deparei com um caso em que eu preciso chamar um construtor com uma lista de argumentos, e a primeira coisa que tentei (mesmo suspeitando que ia dar errado) foi simplesmente fazer o mesmo:

var x = new f(1,2,3);
var x = new f.apply(null, [1,2,3]);

E de fato não funcionou... Há algum meio de fazer isso? Tenho de criar vários objetos, num loop, e me vi forçado a fazer assim:

var x = new f(lista[0], lista[1], lista[2]);

Que não é tão ruim no caso de um construtor com apenas 3 parâmetros, mas me pergunto se não existe um meio mais conciso ou "elegante".

3

No SOen há uma resposta interessante com esta solução:

function construtor(Construtor) {
    return new (Construtor.bind.apply(Construtor, arguments));
}

Basicamente uma função que:

  • muda indicador/escopo do this à Classe/Construtor que lhe é passada
  • aplica-lhe os argumentos que lhe forem passados (não indicados na declaração da função porque são opcionais)
  • retorna new desse construtor.

Um exemplo seria:

var Pessoa = function (nome) {
    this.nome = nome || 'Anónimo';
    this.getNome = function () {
        return this.nome;
    }
}

var Ana = new Pessoa('Ana');
console.log(Ana.getNome()); // "Ana"

function construtor(Construtor) {
    return new (Construtor.bind.apply(Construtor, arguments));
}

var Pedro = construtor(Pessoa, 'Pedro');
console.log(Pedro.getNome()); // "Pedro"

var Maria = construtor(Pessoa, 'Maria');
console.log(Maria.getNome()); // "Maria"

jsFiddle: http://jsfiddle.net/60snrx9L/


Nota:

Quando usamos construtor internamente ele faz Classe.bind.apply(Classe, argumentos), o que quer dizer que o .bind vai ser chamado com contexto Classe e com argumentos da variável argumentos. Uma vez que o .bind consome o primeiro argumento como o contexto da função que fica "binded", esse primeiro elemento da array argumentos é descartado uma vez que o new cria um novo contexto.

Outra maneira, sem ter elementos descartaveis no arguments pode ser assim:

function construct(constructor, args) {
    function F() {
        return constructor.apply(this, args);
    }
    F.prototype = constructor.prototype;
    return new F();
}
  • Interessante! Só que dessa forma eu teria que fazer construtor.apply(null, [f].concat(lista)). Mas nada que um pequeno ajuste não resolva: function construtor(Construtor, args) { return new (Construtor.bind.apply(Construtor, [null].concat(args))); } e para usar construtor(f, lista). Exemplo – mgibsonbr 15/09/15 às 9:03
  • @mgibsonbr bom ajuste. O .unshift() também daria(jsfiddle.net/60snrx9L/2) mas a tua versão usa menos caracteres :) – Sergio 15/09/15 às 9:13
  • O problema do unshift é que ele causa um efeito colateral na lista passada como argumento, enquanto o concat está sendo usado numa nova lista. – mgibsonbr 15/09/15 às 9:16
  • @mgibsonbr verdade, bem visto. – Sergio 15/09/15 às 9:17

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.