7

Eu ainda não consegui entender sobre qual o melhor deploy de um site. Explico a forma como estou fazendo:

GIT

  • Iniciei um repositório local
  • Hospedei meu repositório em algum serviço como GitHub/Bitbucket
  • Entrei no servidor via SSH e clonei o repositório direto desse serviço
  • Sempre que eu atualizo o site no meu PC (local), dou um PUSH novamente pro GitHub/BitBucket, entro na hospedagem do site via SSH e dou um PULL pra atualizar os arquivos.

Dessa forma eu consigo manter tudo versionado sem precisar de FTP e acho rápido. Mas essa é uma prática correta de se fazer deploy com GIT?


GULP

Já com GULP a coisa muda um pouco. Há duas pastas: dist que é a pasta de "produção" ou deploy, pelo que entendi; e a pasta app que é a pasta em que estou trabalhando, pasta de desenvolvimento.

Se eu for fazer deploy com GIT, há como CLONAR somente a pasta DIST no servidor via SSH? E se for fazer deploy com o próprio GULP via FTP, seria uma prática correta?


Eu sei (ou acho que sei) fazer deploy das duas formas, mas queria entender uma prática mais correta de se fazer isso. Uso GIT pra versionar meus projetos e queria usar GULP, mas não sei se devo versionar as duas pastas (dist e app).

  • Então Israel, no caso do gulp a pasta app é onde se encontra o source do projeto e é ela que vc deve versionar a pasta dist não tem necessidade de versionamento já que é o deploy, ela vc só precisa publicar mesmo... – Roberto Ramos 9/07/15 às 11:58
  • Você pode usar um hook post-receive do git para gerar o dist usando o gulp assim que receber no servidor. Assim você consegue manter o dist fora do versionamento e diminui a carga de transferência de arquivos. – rodorgas 13/10/16 às 15:00
  • Adicionalmente, é possível configurar um webhook no github pra atualizar o seu servidor automaticamente. Assim você não precisa acessar o server via ssh toda vez que alterar o código. – rodorgas 13/10/16 às 15:02
1

Sobre o deploy com git você pode melhorar ele seguindo os seguintes passos:

1. Adicionar um repositório bare no servidor de produção.

Esse repositório "bare" não contém os arquivos da cópia de trabalho. Basicamente é o conteúdo da pasta .git no lugar da cópia de trabalho.

   $ git init --bare ~/git/projeto.git

2. Adicione o hook post-receive

Este scrtipt é executado quando o push da máquina local for concluído e move os arquivos para um lugar. Ele ele está em project.git/hooks/ e é chamado de 'post-receive' (se não existir crie). Você pode usar o vim para editá-lo ou criá-lo. O script verifica se o ramo correto é empurrado (não implementando um ramo de desenvolvimento por exemplo).

#!/bin/bash
#
# Um exemplo de script para o hook post-receive que atualiza os arquivos de um diretório.

TARGET="/var/www/projeto"
GIT_DIR="/var/git/projeto.git"
BRANCH="master"

while read oldrev newrev ref
do
     # Apenas checa se o branch enviado é o master (ou qualquer outro ramo que você gostaria de fazer o deploy)
     if [[ $ref = refs/heads/$BRANCH ]];
     then
          echo "Referencia $ref recebida. Atualizando ${BRANCH} branch para  produção..."
          git --work-tree=$TARGET --git-dir=$GIT_DIR checkout -f
     else
          echo "Referencia $ref recebida. Nada foi feito: Somente a ${BRANCH} branch pode atualizar este servidor."
     fi
done 

3. Adicione o repositório remoto no seu repositório local

    $ cd ~/caminho/para/copia-de-trabalho/
    $ git remote add producao ssh://usuario@servidor/var/git/projeto.git

4. Faça um push para o servidor de produção

Agora você pode realizar um push do branch master para o servidor de produção:

$ git push producao master

E toda vez que precisa realizar um deploy para o servidor de produção, basta fazer um push. Espero ter ajudado.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.