6

Como saber se o ano atual - na verdade, se qualquer ano - é bissexto?

Sendo que eu posso ter apenas o valor numérico do ano, ou então um objeto que representa uma data (seja Date, Calendar, LocalDate, etc), a forma de verificar seria a mesma para todos os casos?

5
  • 2
    Antes que alguém estranhe que eu mesmo respondi minha própria pergunta, isso é perfeitamente aceitável e dentro das regras. Inclusive, a página de fazer pergunta tem uma opção para postar a própria resposta juntamente com a pergunta. Claro que se alguém tiver uma resposta melhor e mais completa, com certeza deve postá-la. O objetivo é trazer este conhecimento para o site (pois fiz uma busca e não tinha encontrado nada a respeito).
    – hkotsubo
    18/02 às 14:10
  • Isto responde à sua pergunta? Cálculo de idade em Java 18/02 às 14:14
  • @RicardoPontual Creio que não é dup: na outra pergunta o foco principal é o cálculo da idade (que claro, tem que considerar os anos bissextos), mas a verificação do ano bissexto em si é um detalhe ali (e além disso, por parecer um exercício, só foi sugerido o cálculo "manual"). Aqui o foco é somente a verificação do ano bissexto (e nem toco no assunto de cálculo de idade ou qualquer outro caso de aritmética de datas)
    – hkotsubo
    18/02 às 14:18
  • 1
    @hkotsubo resumiria (editando a outra pergunta) e na outra colocaria um link dessa resposta, baseado na proposta aqui, que é "se já usa uma API de data ou não", ficando a critério do leitor. ps: parabéns pela iniciativa. 18/02 às 14:29
  • 4
    Eu até responderia mas o cara que respondeu manja muito mais do que eu e tive que dar um +1 para ele. Brincadeiras a parte, eu fico desconfortável quando temos que dar explicações de nossos atos já prevendo retaliações devido ao desconhecimento da comunidade sobre o funcionamento do site, não falo dos usuários mais velhos ou novatos já engajados mas sim daqueles usuários que uma orientações sobre o uso da plataforma é uma ofensa mortal. 18/02 às 15:55
6

Tem várias formas de fazer, e varia conforme os dados que você já tem e/ou a versão do Java.


Tenho somente o valor numérico do ano

Se você já tem o valor numérico do ano (em um int ou long, por exemplo), e está usando Java >= 8, pode usar a classe java.time.Year, que possui o método estático isLeap (esse é o mais "rápido" e direto, e não precisa criar nenhum objeto, pois é apenas uma chamada de método estático):

int ano = 2000;
System.out.println(Year.isLeap(ano)); // true

Para Java <= 7, use Calendar (infelizmente não é tão direto, pois tem que criar uma instância e depois obter a quantidade de dias do ano):

int ano = 2000;
Calendar cal = Calendar.getInstance();
cal.set(Calendar.YEAR, ano);
// se a quantidade de dias do ano for maior que 365, é bissexto
System.out.println(cal.getActualMaximum(Calendar.DAY_OF_YEAR) > 365); // true

Outra opção é usar GregorianCalendar (também precisa criar uma instância), que possui o método isLeapYear:

int ano = 2000;
GregorianCalendar cal = new GregorianCalendar();
System.out.println(cal.isLeapYear(ano)); // true

Lembrando que as classes acima usam a regra do Calendário Gregoriano: se o ano é divisível por 100, só é bissexto se for divisível por 400, e se não for divisível por 100, só é bissexto se for divisível por 4). Claro que se quiser, você pode implementar essa regra manualmente:

public static boolean bissexto(int ano) {
    return (ano % 4 == 0) && (ano % 100 != 0 || ano % 400 == 0);
}

Mas se já existe pronto na API nativa, não vejo motivo para reinventar a roda...

Só tem um detalhe: GregorianCalendar possui uma "data de corte", que no caso é o ano 1582 (quando foi oficializado o Calendário Gregoriano - mais precisamente, 1582-10-15T00:00:00Z: 15 de outubro de 1582, à meia-noite, em UTC). Isso quer dizer que para datas anteriores a essa, ele considera a regra do Calendário Juliano, na qual basta ser divisível por 4 para que seja bissexto: ou seja, usando GregorianCalendar, 1900 não é bissexto, pois é maior que 1582 e cai na regra de ser múltiplo de 100 mas não de 400; mas 1500 é considerado bissexto por ser menor que 1582, então a regra do múltiplo de 400 não se aplica.

Mas é possível mudar este comportamento setando uma data de corte diferente:

int ano = 1500;
GregorianCalendar cal = new GregorianCalendar();
// 1500 é anterior à data de corte (1582) e usa a regra antiga (basta ser divísivel por 4)
System.out.println(cal.isLeapYear(ano)); // true

cal.setGregorianChange(new Date(-62135758799190L)); // mudar data de corte para 1 de janeiro do ano 1

// agora 1500 não é mais considerado bissexto (usa a regra atual: múltiplos de 100 só são bissextos se forem divisíveis por 400)
System.out.println(cal.isLeapYear(ano)); // false

Lembrando que somente GregorianCalendar faz isso. Já Calendar.getInstance() pode ou não fazer, pois o método getInstance pode retornar um GregorianCalendar, mas também pode retornar outras implementações, de acordo com o locale default que está configurado na JVM. Por exemplo, para o locale th_TH (tailandês), getInstance retorna um BuddhistCalendar (que implementa o Calendário Budista), e que no caso considera que 1500 não é bissexto:

Locale.setDefault(new Locale("th", "TH"));
int ano = 2000;

// no locale th_TH, não é criado um GregorianCalendar
Calendar cal2 = Calendar.getInstance();
System.out.println(cal2.getClass()); // class sun.util.BuddhistCalendar
cal2.set(Calendar.YEAR, ano);
System.out.println(cal2.getActualMaximum(Calendar.DAY_OF_YEAR) > 365); // false

GregorianCalendar cal = new GregorianCalendar();
System.out.println(cal.isLeapYear(ano)); // true

No caso, você pode forçar a criação de um GregorianCalendar setando o locale (Calendar.getInstance(new Locale("pt", "BR")), por exemplo - a grande maioria dos locales retorna um GregorianCalendar).

Year.isLeap considera que 1500 não é bissexto, não havendo uma forma de configurar uma data de corte (sempre é usada a regra do múltiplo de 400).

Mas isso é para um valor numérico qualquer. Se quer o ano atual, use Year.now().isLeap() (nesse caso não tem jeito, precisa criar uma instância de Year correspondente ao ano atual). E para Calendar, basta não setar o ano (não chame set(Calendar.YEAR, ano)), pois getInstance() já retorna a data atual.


E se eu já tiver um objeto que representa uma data?

Java <= 7

No caso de ter um Calendar, basta usar os métodos acima.

Se tiver um Date, não recomendo usar o método getYear(), por 2 motivos:

  • este método retorna o valor do ano normalizado em 1900. Ou seja, ele subtrai 1900 do ano (por exemplo, para a data atual - ano 2021 - new Date().getYear() retorna 121), então você tem que lembrar de somar 1900 (caso queira usar algum dos métodos acima)

  • este método está deprecated desde o Java 1.1 e a própria documentação recomenda o uso de Calendar, sendo assim, o correto seria:

    Date date = // um Date qualquer
    // cria um Calendar usando o Date
    Calendar cal = Calendar.getInstance();
    cal.setTime(date);
    // usar os métodos já indicados acima
    

Lembrando que, se quiser a data atual, não precisa criar um Date, basta usar Calendar.getInstance().

Java >= 8 (java.time)

Para LocalDate, basta usar o método isLeapYear:

LocalDate date = // um LocalDate qualquer;
System.out.println(date.isLeapYear());

E para os demais tipos do java.time, você pode obter o valor do ano e passar para Year.isLeap, ou obter o LocalDate nos casos em que isso é aplicável (ou ainda, obter o Year a partir do objeto):

LocalDateTime dt = // um LocalDateTime qualquer

// passar o valor do ano para Year.isLeap
System.out.println(Year.isLeap(dt.getYear()));

// ou obter o LocalDate
System.out.println(dt.toLocalDate().isLeapYear());

// ou obter o Year a partir do objeto
System.out.println(Year.from(dt).isLeap());

A primeira forma (usar getYear) é mais direta e - na minha opinião - mais simples. A vantagem é que os tipos de data nativos da API (os que possuem o ano, claro) já têm este getter (exceto, claro, LocalTime e OffsetTime, que só tem os campos de horário, MonthDay, que só possui dia e mês, além de Instant, Month e DayOfWeek, que também não possuem o ano).

A segunda forma pode parecer mais desvantajosa por criar uma instância LocalDate, mas na implementação atual, os tipos usam composição e encapsulam uma instância de LocalDate, que é retornada por toLocalDate (ou seja, não há a criação de uma nova instância). De qualquer forma, como é um detalhe de implementação, não convém confiar cegamente nesta característica, caso não seja desejável a criação de novas instâncias desnecessariamente.

A terceira forma (Year.from) é mais indicada quando você está trabalhando com um TemporalAccessor (uma interface que todos os tipos de data implementam), sem se importar muito com o tipo específico do objeto em questão: tudo que interessa é que ele tenha o campo referente ao ano. Assim, seria possível ter, por exemplo, um método que recebe qualquer uma das classes de data da API (e qualquer outra que implemente TemporalAccessor) e consiga verificar se o ano é bissexto:

static boolean bissexto(TemporalAccessor t) {
    return Year.from(t).isLeap();
}

...
// funciona com qualquer tipo que implemente TemporalAccessor e tenha o campo referente ao ano
System.out.println(bissexto(LocalDate.now()));
System.out.println(bissexto(LocalDateTime.now()));

String string = // uma string qualquer contendo a data
DateTimeFormatter fmt = // um DateTimeFormatter que faz parsing da string acima
// não preciso transformar o resultado do parse em uma instância específica de nenhuma das classes da API
// posso passar o TemporalAccessor diretamente para o método "bissexto"
System.out.println(bissexto(fmt.parse(string)));

Outros calendários

As regras acima valem para o calendário ISO 8601 (de forma resumida, é como se aplicássemos a regra do Calendário Gregoriano de forma retroativa, para datas anteriores a outubro de 1582 - que é a "data de corte" mencionada acima). Basicamente, este é o calendário default do java.time, usado implícita e internamente pelas classes principais da API.

Mas o java.time também dá suporte para outros calendários - as implementações disponíveis se encontram no pacote java.time.chrono. Por exemplo, a classe ThaiBuddhistChronology (que implementa o Calendário Budista) possui uma regra diferente para anos bissextos. Veja abaixo um exemplo comparando com IsoChronology (que implementa as regras já mencionadas acima):

int ano = 2020;
System.out.println(IsoChronology.INSTANCE.isLeapYear(ano)); // true
System.out.println(ThaiBuddhistChronology.INSTANCE.isLeapYear(ano)); // false

ano = 2543;
System.out.println(IsoChronology.INSTANCE.isLeapYear(ano)); // false
System.out.println(ThaiBuddhistChronology.INSTANCE.isLeapYear(ano)); // true

Enfim, para outros calendários, basta usar a respectiva classe do pacote java.time.chrono. Ou, se precisar de outros calendários (e não quiser implementá-los), o jeito é recorrer a bibliotecas externas. Dois exemplos são o projeto ThreeTen Extra (do mesmo criador do java.time) e o Time4j: ambos possuem suporte para vários outros calendários.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.