5

Estou a criar um relatório do sistema, sinceramente nao sabia que o PHP fazia isso, pesquisei e descobri que fazia, mas nao achei explicação util, apenas encontrei o PHP SYS INFO como referencia.

Quando digo maquina quero dizer = servidor/pc/maquina onde o sistema ta rodando

Meus pontos de duvidas, seguem esta listagem..

  1. Informações de endereço -> IP do servidor, nome de Host
  2. Sistema -> Ultimo boot, ativo a quanto tempo, processos ativos e inativos, temperatura da CPU e do 'SYS'
  3. Uso da Memoria -> Quanto tem do total, quanto que esta sendo usada

se houver algum artigo, ou orientação para obter isso agradeço.

7

Existe um projeto interessante no GitHub que nos permite obter um "universo" de informações sobre o sistema:

phpSysInfo

Uma grande vantagem é o suporte que obtemos pois o projeto está testado em inúmeras plataformas:

• Linux 2.6.x
• FreeBSD 7.x
• OpenBSD 2.8+
• NetBSD
• DragonFly
• IBM AIX
• HP-UX
• Darwin/OSX
• Win 2000 / Win 2003 / Win XP / Win Vista / Win 7 / Win 8 / Win 8.1
• > PHP 5.2 or later ◦With PCRE, XML, XSL, MBString and SimpleXML extension.

Instalação

O processo de instalação é relativamente simples mas carece dois pontos de atenção em baixo descritos junto com as notas de instalação:

  1. Descompactar o código fonte que pode ser descarregado aqui para a raiz do servidor.

  2. Na pasta existe um arquivo de configuração chamado phpsysinfo.ini.new, se a instalação que está a ser feita é uma instalação nova, deve-se copiar este arquivo para phpsysinfo.ini e editá-lo:

    cp phpsysinfo.ini.new phpsysinfo.ini
    
  3. Realizar as seguintes verificações no arquivo php.ini do servidor:

    • Verificar se a entrada include_path contém .
    • Como o phpSysInfo requer acesso a muitos arquivos no /proc entre outros, é importante ter o safe_mode desativado:

      Para o efeito no arquivo php.ini, alterar a linha do safe_mode para:

      safe_mode = Off
      

    Por fim, garantir que está instalada a extensão de PHP com o nome php-xml, sendo a mesma necessária para um correto funcionamento do phpSysInfo.

Se tiverem sido realizadas alterações no arquivo php.ini, basta reiniciar o servidor e pronto, pode começar a diversão.

Nota: Para localizar o arquivo php.ini no servidor, a partir da linha de comandos podemos usar o seguinte comando:

find / -name php.ini -print

Demonstração

Existe uma demonstração online multi-língua que demonstra as inúmeras potencialidades deste projeto:

http://phpsysinfo.sourceforge.net/phpsysinfo/index.php?disp=dynamic

Captura de tela do link em cima

E muito muito mais...

Formato dos dados

Os dados podem também ser extraídos através da API no formato que se adequa ao que pretendemos fazer:

  • XML ver exemplo

    /phpsysinfo/xml.php?plugin=complete
    
  • JSON ver exemplo

    /phpsysinfo/xml.php?plugin=complete&json
    
  • JSONP ver exemplo

    /phpsysinfo/xml.php?plugin=complete&jsonp&callback=getData
    
7

Considerando que seu servidor PHP é Linux (dificilmente tem instalação de PHP em Windows), como pegar as informações que quer:

  • IP: $_SERVER['SERVER_ADDR']

  • Nome do Host: $_SERVER['SERVER_NAME']

  • Boot mais recente: shell_exec('uptime') ou ler o arquivo /proc/uptime que contém 2 valores. O 1o é o Uptime em segundos

  • Processos ativos e inativos: shellexec('ps -eF') processar a saída de acordo com suas necessidades.

  • Temperatura

    $temp    = exec('lm_sensors | grep \'°\'');
    $tempr   = explode('+', $temp);
    $tempval = preg_replace("/[^0-9,.]/", "", $tempr[1]);
    
  • Memória sendo usada: memory_get_usage(true) (para o seu script PHP)

  • Memória total sendo usada no servidor: faça um parse da saída do comando free (contrib. @GuilhermeNascimento)

  • Memória total: ler o arquivo /proc/meminfo

Edição com base no comentário de @GuilhermeNascimento:

"para que lm-sensors funcione, o servidor tem que ter instalado ele e geralmente servidores SHARED não se pode instalar por conta própria (talvez o servidor possua ou não instalado)."

  • Uma boa resposta, porém existem 3 problemas, primeiro memory_get_usage não pega a quantidade de memória no servidor, mas sim do script executado, segundo lm_sensors em seu código é uma constante e não um string e terceiro para que lm-sensors funcione, o servidor tem que ter instalado ele e geralmente servidores SHARED não se pode instalar por conta própria (talvez o servidor possua ou não instalado). – Guilherme Nascimento 31/12/14 às 21:36
  • Sobre o lm_sensors, corrigi o código. Quando a não existir lm_sensors no servidor, se não existir não tem como a pessoa ter acesso a esse dados. A menos que exista outro método de acesso que eu não conheço. Se vc sabe outro jeito de acessar esses dados, pf inclua a resposta que também me auxilia. Quanto à memória sendo utilizada, no meu entendimento foi isso que ele pediu. Quanto de memória o script dele está utilizando para que possa ver se tem algum lugar no código que está consumindo memória demais. Mas incluí o método para obter a memória total sendo usada no servidor. Grato pelo auxílio. – Nelson Teixeira 31/12/14 às 21:47
  • Não disse sobre outros métodos, o que vc tem é que passar esses detalhes na resposta, que as vezes é necessário instalar algumas coisas, pois esses comando não são nativos do PHP. – Guilherme Nascimento 31/12/14 às 21:50
  • Acredito que seu comentário já é suficiente para esclarecer esse assunto. :) – Nelson Teixeira 31/12/14 às 21:51
  • 1
    SE a pessoa ler os comentários :) – Guilherme Nascimento 31/12/14 às 22:35

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.