1

Dado o exemplo hipotético abaixo como seria a melhor maneira de validar todos os elementos produzidos por um Java Stream, no exemplo abaixo gostaria de verificar se todos os elementos produzidos são pares ou lançar um erro.

Set result = Arrays.asList(1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9).stream()
    .filter( n -> n % 2 == 0)
    //Validar aqui se todos são pares ou lançar uma Exception
    .map(String::valueOf)
    .collect(Collectors.toSet())
  • Mas o filter já pegou somente os números pares, para que verificar de novo se todos são pares? Ou vc quer lançar uma exceção se não tiver nenhum par? – hkotsubo 13/08/19 às 13:11
  • É um exemplo hipotético, a validação poderia ser se todos os pares são menores ou iguais a 10, o objetivo e fazer uma validação qualquer que seja. – Henrique Luiz 13/08/19 às 13:49
  • Talvez usar allMatch resolva. O problema é que esta é uma operação terminal e não será possível usar collect depois. Talvez seja mais simples incluir todas as condições no filter e no final verificar se o Set é vazio, por exemplo. – hkotsubo 13/08/19 às 13:57
2

Uma solução relativamente elegante seria utilizar o anymatch para verificar se existe algum cenário onde você deveria lançar a exception e em um segundo momento, caso não houvesse exception, você seguiria com seu processamento normalmente, não necessitando captura afinal já foi validado que seus dados estão coerentes.

        Set<Integer> result = (Set<Integer>) Arrays.asList(1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9);

        if(result.stream().anyMatch(n -> n % 2 != 0)){
            throw new Exception();
        }

        {seu código}

Considerando o fato que o lambda não é executado exatamente no local onde ele foi escrito, mas em algum lugar "magico" e não relacionado da sua jdk esse local seria onde sua exception seria checada, não interrompendo execução. Para solucionarmos isso devemos criar um wrapper que tem por objetivo traduzir uma exception checada para uma não checada e "estourar" a falha.

    public class Main {
        public static void main(String[] args) {
            Set result = Arrays.asList(1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9).stream()
                    .filter(n ->uncheckCall(() -> {
                        if(n % 2 == 0){
                            return true;
                        }else{
                            throw new Exception();
                        }
                    }))
                    .map(String::valueOf)
                    .collect(Collectors.toSet());

            System.out.println(result);
        }

        public static <T> T uncheckCall(Callable<T> callable) {
            try {
                return callable.call();
            }catch (Exception e) {
                throw new RuntimeException(e);
            }
        }
    }

Pessoalmente prefiro a primeira solução, mas fica ai uma segunda possibilidade.

  • No meu cenário a segunda opção se enquadra melhor – Henrique Luiz 13/08/19 às 17:39
  • Eu acho mais adequado usar o peek no lugar do filter. Coloquei isso com mais detalhes na minha resposta – Jefferson Quesado 12/09/19 às 12:56
1

Pegando a segunda solução da resposta do @Scarabelo, porém adaptando para algo mais indicado.

O desejado não é fazer um filtro, mas sim uma bizoiada (palavra advinda do cearencês neoclássico). Essa olhadela é feita em cada elemento do elemento, e ele é passado adiante no fluxo da stream. É o método Stream<T>.peek(Consumer<? super T>). Com ele, você pode simplesmente executar, sem se preocupar com retorno.

No seu exemplo:

Arrays.asList(1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9).stream()
  .peek(n -> {
    if (n % 2 != 0) {
      throw new RunTimeException();
    }
  })
  .map(String::valueOf)
  .collect(Collectors.toSet());

Você pode colocar o peek() em qualquer momento antes da operação terminal da Stream, já que ele é uma operação intermediária.


Sobre a primeira opção da resposta, eu não sou favorável a ela por dois motivos:

  1. a Stream pode não ser "rebobinável" (exemplo)
  2. vai percorrer sempre duas vezes a coleção de elementos

A segunda solução usa uma quantidade maior de memória no caso de falhas, mas o processamento é feito apenas uma única vez.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.