3

Estou querendo fazer as tabelas de auditoria das minhas entidades. A princípio eu pensei em sobrescrever o método SaveChanges. Também pensei em escrever um método que vai estar fazendo a auditoria em meu repository base. Usando das duas formas, eu terei uma única tabela de auditoria para todo o meu sistema.

Mas por questões de performance eu preciso que cada entidade tenha sua tabela de log.

Qual seria a melhor forma para interceptar o tipo da minha entidade para que eu possa salvar na tabela de auditoria da mesma?

Meu código até então, está assim:

public override int SaveChanges()
{
     var entriesAdicionadas = ChangeTracker.Entries().Where(e => e.State == EntityState.Added).ToList();

     var entriesModificadas = ChangeTracker.Entries().Where(e => e.State == EntityState.Modified).ToList();

     var entriesDeletadas = ChangeTracker.Entries().Where(e => e.State == EntityState.Deleted).ToList();
     foreach (var entry in entriesAdicionadas)
     {

     }
     int result = base.SaveChanges();

     foreach (var entry in entriesModificadas)
     {
         var nome = entry.Entity.GetType().Name;
     }

     base.SaveChanges();

     foreach (var entry in entriesDeletadas)
     {
         var nome = entry.Entity.GetType().Name;
     }

     return result;
} 
1

Implementação Caseira

Primeiro você precisa criar uma maneira de relacionar o Model de Log com o Model que será auditado. Isso pode ser feito declarando uma Model com genérico. Por exemplo:

public class ModelDeLogGenerico<T>
    where T: class
{

}

T não precisa ser class. T pode ser uma classe ancestral de todos os seus Models, ou então uma interface. Em alguns projetos que eu faço, todos os Models derivam de uma interface chamada IEntityBase, em que forço o Model a ter duas propriedades a mais: na primeira registro a data em que o registro foi criado e na segunda a data em que ele foi modificado pela última vez, que é mais ou menos assim:

namespace MyProject.Models.Interfaces
{
    interface IEntityBase
    {
        DateTime LastModified { get; set; }
        DateTime CreatedOn { get; set; }
    }
}

Isto garante que seu Model de Log não pode receber necessariamente qualquer classe. A classe pra ser válida precisa implementar IEntityBase. Minha classe de Log, portanto, ficaria assim:

public class ModelDeLogGenerico<T>
    where T: IEntityBase
{

}

Suponha agora um Model qualquer do seu sistema:

public class Fruta 
{
    ...
}

O Log respectivo dele será:

public class LogFruta<Fruta>
{
    ...
}

Tendo isso, podemos identificar agora que LogFruta audita Fruta. O seguinte código baseado em Reflection busca no Assembly da sua aplicação qual classe possui como argumento genérico a classe Fruta:

var log = Assembly.GetExecutingAssembly().GetTypes().FirstOrDefault(t => t.GetGenericArguments()[0] == entry.GetType());

Soluções Prontas

O EntityFramework.Extended possui capacidade nativa de fazer o log pra você. Tem uma explicação aqui.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.