0

EDIT: Vou deixar os códigos logo abaixo em texto mesmo.

Boa noite. Por favor vejam a imagem em anexo.

Ele é a implementação de uma função cujo protótipo está definido num outro arquivo de nome "pilha.h". Do jeito que está, funciona perfeitamente.

Porém, se eu apagar a linha 11 e modificar a linha 5 para typedef struct { .... } pilha; eu tenho um erro de compilação:

pilha.c: In function ‘criaPilha’:

pilha.c:15:6: error: dereferencing pointer to incomplete type ‘struct pilha’

 p->v = malloc(tamanho * sizeof(char));
  ^~

Alguém poderia me ajudar a entender esse erro?

Desde já, obrigado!

Arquivo "pilha.c"

--------------- pilha.h -----------------

typedef struct pilha *Pilha;

Pilha criaPilha(int tamanho);

int pilhaCheia(Pilha p);

int pilhaVazia(Pilha p);

void empilha(Pilha p, char elemento);

char desempilha(Pilha p);

int topo(Pilha p);

char eleTopo(Pilha p);

----------- pilha.c -----------

#include <stdio.h>
#include <stdlib.h>
#include "pilha.h"

struct pilha {
    char *v;
    int topo;
    int tamanho;
};

typedef struct pilha pilha;

Pilha criaPilha(int tamanho) {
    Pilha p = malloc(sizeof(pilha));
    p->v = malloc(tamanho * sizeof(char));
    p->topo = 0;
    p->tamanho = tamanho;

    return p;
}

int pilhaCheia(Pilha p) {
    if (p->topo > p->tamanho)
        return 1;
    return 0;
}

int pilhaVazia(Pilha p) {
    if (p->topo == 0)
        return 1;
    return 0;
}

void empilha(Pilha p, char elemento) {
    if (!pilhaCheia(p)) {
        p->topo++;
        p->v[p->topo] = elemento;
    }
    else
        printf("Pilha cheia!\n");
}

char desempilha(Pilha p) {
    if (!pilhaVazia(p)) {
        p->topo--;
        return p->v[p->topo + 1];
    }
    else
        return '\0';
}

int topo(Pilha p) {
    return p->topo;
}

char eleTopo(Pilha p) {
    return p->v[p->topo];
}
  • Coloque o código em texto pra facilitar pra gente, e o .h. – Maniero 17/08/18 às 5:00
  • Deixei os códigos no edit do post. – Lucas Lopes 17/08/18 às 5:12
  • Eu ia copiar e colar seu código para alterar e fazer uma resposta, mas como imagem fica difícil. – Victor Stafusa 17/08/18 às 5:12
  • Oi, @VictorStafusa. Eu editei o post e deixei os códigos nos comentários. – Lucas Lopes 17/08/18 às 5:16
1
typedef struct Pilha {
    char *v;
    int topo;
    int tamanho;
} Pilha;

Pilha *criaPilha(int tamanho) {
    Pilha *p = (Pilha *) malloc(sizeof(Pilha));
    p->v = (char *) malloc(tamanho);
    p->topo = 0;
    p->tamanho = tamanho;
    return p;
}

Há algumas coisas aqui a serem observadas:

  1. Você não deve confundir pilha com Pilha. Lembre-se que C diferencia maiúsculas de minúsculas. Ter Pilha e pilha como coisas diferentes é pedir para fazer lambança.

  2. A função malloc sempre retorna um ponteiro. Portanto, não se esqueça do * no ponteiro.

  3. Observe a sintaxe estranha do typedef. Ela diz que o apelido dado para struct Pilha {...} é Pilha.

  4. Colocar casts no malloc é uma boa ideia. O motivo disso é que há alguns problemas de interoperabilidade entre C e C++ se você não fizer isso.

  5. O padrão da linguagem C diz que sizeof(char) sempre é 1, independente da plataforma que for. Logo, não precisa multiplicar por sizeof(char) dentro do malloc.

  6. Ocultar que um tipo de dados é um ponteiro por meio de um typedef é outra forma de pedir para fazer lambança.

  7. No arquivo de cabeçalho pilha.h, você usaria apenas typedef struct Pilha Pilha;, enquanto colocaria o struct completo no pilha.c.

  • Oi, Victor. Então: #1. O Pilha (maiúsculo) é um tipo de dados que o cliente usaria, enquanto que o pilha (minúsculo) é apenas a implementação das funções que não ficariam visíveis para o cliente. Por tanto, foi deixado assim propositalmente. #2. No arquivo pilha.h foi há uma linha "typedef struct pilha *Pilha", ou seja, quando eu invocar Pilha automaticamente estou me referindo ao ponteiro para struct pilha, por isso não usei *. #3. Idem #1 e #2 #4. Informação interessante! #5. Muito bem notado! Passei isso desapercebido kk Obrigado pelos comentários e informações – Lucas Lopes 17/08/18 às 5:31
  • @LucasLopes Editei a resposta para endereçar esses pontos que você levantou. – Victor Stafusa 17/08/18 às 5:35
  • Entendi. Realmente o #6 é algo que gera confusão. Apenas o usei para tentar "entender como funciona". Pelo visto não é nem de longe uma boa prática de programação. Obrigado novamente! – Lucas Lopes 17/08/18 às 5:43
  • 1
    Tanto o #3 como o #4 são bem comuns de se usar em C. Em relação ao malloc não levar cast é porque a sintaxe fica bem menos verbosa e mais simples de manter valida se alterar o tipo do ponteiro, entre outras coisas, como é debatido neste post. Para além disso é bem improvável que se queira compilar mallocs em c++ uma vez que c++ tem formas bem melhores de declarar memória e que são validadas em relação ao tipo, como o operador new. – Isac 17/08/18 às 9:15
  • @Isac Sei que usar malloc em C++ não é considerado uma das melhores práticas, mas já vi acontecer algumas vezes mesmo sem haver um bloco extern "C" {...}, e já vi perguntas aqui no SOpt onde isso gerou confusão. Inclusive, new não é considerado mais boa prática em C++. Quanto ao #3, eu digo que a sintaxe é estranha porque para iniciantes parece bem confusa (e convenhamos, seria mais intuitivo ter o apelido antes do tipo que está sendo apelidado ao invés de depois). – Victor Stafusa 17/08/18 às 18:12

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.