1

Tenho uma matriz de estruturas como tabuleiro. Meu personagem começa na posição [0][0]:

tabuleiro[0][0] = personagem;

Tabuleiro inicialmente

O personagem é exibido corretamente em sua posição inicial, mas não consigo movê-lo utilizando o código abaixo (está incompleto, mas deveria funcionar até onde fiz):

void movimentar(criatura tabuleiro[][10], criatura personagem){
system("cls");
imprime(tabuleiro);
criatura vazio;
int i=0, j=0;
char mover;

printf("Use WASD ou as setas do teclado para se mover pelo tabuleiro!\n");
scanf(" %c",&mover);

if(mover=='s'){
    tabuleiro[i+1][j]= personagem;
    i++;
}
imprime(tabuleiro);
system("pause");            
}

O tabuleiro e o personagem são definidos algumas funções acima. Mais ou menos dessa forma (tirei o que considero menos relevante):

criatura tabuleiro[5][10];
    criatura personagem;
    criatura chefe;
    criatura vazio; // isto aqui adicionei recentemente, ainda preciso verificar se faz sentido criar uma "criatura vazio" para colocá-la no local de onde o personagem saiu.
    vazio.classe = ' ';

    for(i=0;i<5;i++){
        for(j=0;j<10;j++){
            tabuleiro[i][j].status = 0; // aqui o tabuleiro todo é dado como desconhecido, a princípio (utilizo 0 como status para aquilo que não está visível).
            tabuleiro[i][j].classe = ' '; 
        }
    }

    // ATRIBUTOS PERSONAGEM 
    personagem.classe = classeE;
    personagem.atc = atcE;
    personagem.def = defE;
    personagem.saude = saudeE;
    personagem.status = 1;
    tabuleiro[0][0] = personagem;

Quando aperto o s, o personagem permanece na mesma posição e um espaço em branco aparece do outro lado do tabuleiro.

tabuleiro após tentar mover personagem

A função para imprimir o tabuleiro é, em parte, esta:

for(j=0;j<10;j++){
            if(tabuleiro[i][j].status == 0){
                printf(" ?  ");
            }
            else{
                if(tabuleiro[i][j].classe=='X'){// X -> armadilha de grande potencial ofensivo
                    printf(" X  ");
                }
                else if(tabuleiro[i][j].classe=='x'){ // x -> armadilha de pequeno potencial ofensivo
                    printf(" x  ");
                }
                else if(tabuleiro[i][j].classe=='i'){//i -> inimigo
                    printf("%c_%c ",155,155);
                }
                else if(tabuleiro[i][j].elixir == 'e'){ // e -> elixir
                    printf(" %c  ",3);
                }
                else if(tabuleiro[i][j].classe == 'C'){ //C -> Chefe
                    printf("%c_%c ",227,224);
                }   
                else if(tabuleiro[i][j].classe == ' '){
                    printf("   ");
                }       
                else if(tabuleiro[i][j].classe=='g' || tabuleiro[i][j].classe=='b' || tabuleiro[i][j].classe=='p'){ // g,b ou p -> herói
                    printf("^_^ ");
                }
            }
        }

O status do personagem é definido como 1 no início do código, para que ele seja visível. Não copiei o código todo aqui pois seria muita coisa, é possível saber o que está dando errado apenas com essas informações?

@edit: troquei

if(mover=='s'){
    tabuleiro[i+1][j]= personagem;
    i++;
}

por

 if(mover=='s'){
        tabuleiro[i+1][j] = personagem;
        tabuleiro[i+1][j].classe = 'g'; // onde g é a classe guerreiro
        tabuleiro[i][j].classe = ' ';
        i++;
    }

e parece estar "funcionando", apenas não tenho certeza se está da maneira correta...

  • De onde vem o i e o j que estão associados nessa tentativa de movimentação? – Jefferson Quesado 12/11/17 às 21:59
  • A princípio ambos são definidos como 0, visto que a posição inicial do personagem sempre será [0][0]. – Caio Costa 12/11/17 às 22:01
  • Mas e quanto à atualização dele? Ele não deve se manter com esses valores a vida toda. Tem como por mais contexto ao redor desse trecho do mover? Para saber como as variáveis se relacionam, de onde vem, para onde vão – Jefferson Quesado 12/11/17 às 22:02
  • É verdade! Pensei, então, em colocar um i++ após o tabuleiro[i+1][j]= personagem; no if do "s". A princípio eu tinha pensado em fazer um for para verificar onde o personagem está, mas a posição inicial é sempre conhecida, então penso que é possível trabalhar alterando apenas o valor do i e do j partindo do 0,0, nesse caso. Irei atualizar o post com mais informações // @JeffersonQuesado adicionei novas informações. – Caio Costa 12/11/17 às 22:25
  • 1
    Sua ideia de criatura vazia pode ser comparável a algo como um Objeto Nulo. – Lacobus 13/11/17 às 13:17
0

A solução que encontrei foi a seguinte:

void movimentar(criatura tabuleiro[][10], criatura personagem,char classeE, int *saudeE, int *atcE, int *defE, int *lin, int *col, int *elixir){ // linha e coluna passados aqui
    system("cls");
    imprime(tabuleiro);
    criatura vazio;
    int l = *lin; 
    int c = *col;
    char mover;
    int retirar;
    srand(time(NULL));
    printf("Use W, A, S, ou D para se mover pelo tabuleiro!\n");
    scanf(" %c",&mover);

    if(mover=='s' || mover =='S' ){
        if(l+1<=5){
            if(tabuleiro[l+1][c].classe == ' '){ // a movimentação ocorre diretamente se o local para onde o usuário deseja ir não existe inimigo
                tabuleiro[l+1][c] = personagem;
                tabuleiro[l+1][c].classe = classeE; // classeE é a classe escolhida pelo usuário no início do jogo
                tabuleiro[l][c].classe = ' ';
                l++;
                *lin = l; // salvando o valor de volta na função anterior

Não sei se essa solução está realmente adequada, mas até agora tem funcionado bem. Criei outros ifs para movimentar para os outros lados e tomei cuidado com todos os casos especiais que imaginei.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.