Estamos recompensando usuários que escrevem perguntas & reputações serão recalculadas! Saiba mais.

Respostas interessantes marcadas com a tag

8

Os dois arquivos utilizam a sintaxe de XML. A diferença é que o XSD é utilizado para validar um XML, quais campos o XML deverá conter, quais seus tipos, se são obrigatórios ou não, dentre outros. Há outras respostas para complementar aqui.


7

O XSD é o arquivo que define a estrutura de dados. O XML é o arquivo que contém os dados. Sim é possível trabalhar com um XML sem o XSD, mas é recomendável que você tenha um XSD. Por exemplo, no XSD posso dizer que existe um campo chamado Data_de_Nascimento, que pode ser preenchido como nulo. No arquivo XML caso o campo Data_de_Nascimento não seja ...


5

Eu resolvi o problema da seguinte maneira. Quando se abre o schema no VS nota-se alguns problemas de referencia: De alguma maneira esse problema de FileioPermission afeta a geração da classe pelo xsd (xsd xmldsig-core-schema_v1.01.xsd nfe_v3.10.xsd /c) Para contornar o problema é necessário desbloquearo arquivo e remover a permissão somente leitura (fiz ...


4

Em uma primeira análise parece que você está buscando pela anotação @XmlSchema. Com essa anotação você pode mapear namespaces, prefixos, etc, inclusive a nível de pacotes (granularidade mais grossa). Para se valer desse tipo de estratégia você deve criar um arquivo package-info.java dentro do pacote desejado e anotá-lo conforme suas necessidades. @javax....


4

Não faz sentido fazer isso porque eles tem propósitos diferentes: XSLT é usando para "parsear" um XML transformando em outro XML (ou outro formato como HTML) Leia mais aqui: https://msdn.microsoft.com/pt-br/library/ms759096(v=vs.85).aspx XSD é um schema usado para validar a estrutura do XML, como nodes presentes, tipo de dados, etc. Leia mais aqui: ...


3

A tradução do WSDL se dá da seguinte forma: Tags <wsdl:operation> são traduzidas como métodos que podem ser chamados. Elas possuem, normalmente, dois componentes: <wsdl:input> e <wsdl:output>, que enunciam as estruturas de dados de entrada e saída que, por sua vez, são Tags do tipo <wsdl:message>; Tags <wsdl:message> são ...


3

Se o xsd.exe está gerando classes cujo nomes estão em conflito com outras classes do seu projeto, você pode especificar um namespace diferente quando chamá-la: xsd.exe /namespace:Meu.Novo.Namespace <outros parametros> Um projeto pode ter classes com o mesmo nome, contanto que estejam em namespaces diferentes.


2

Seu XSD valida o seguinte XML: <?xml version="1.0" encoding="UTF-8"?> <solicitacao xmlns:xsi="http://www.w3.org/2001/XMLSchema-instance" xsi:noNamespaceSchemaLocation="file:///C:/Users/PeerBr/Desktop/test.xsd"> <prestador> <identificacao> <modelo/> </identificacao> </prestador> ...


2

primeiro passo, coloque todos os seus xsd no mesmo local, aqui vamos chamar de: Arquivo01.xsd // Não possui referencias Arquivo02.xsd // Possui referencia a um tipo declarado no arquivo 01 Arquivo03.xsd // Possui referencia a um tipo declarado no arquivo 01 Arquivo04.xsd // Possui referencia a um tipo declarado no arquivo 02 Então abra o Visual Studio ...


2

Faça o seguinte: Salve o arquivo xsd (http://www.cnj.jus.br/images/dti/Comite_Gestao_TIC/Modelo_Nacional_Interoperabilidade/versao_07_07_2014/intercomunicacao-2.2.2.xsd) no seu compudador. Edite o arquivo e remova primeira linha <?xml version="1.0" encoding="UTF-8"?> e salve. Agora já pode utilizar o arquivo para gerar a classe. Veja parte do arquivo ...


1

Pelo que se consegue perceber do XSD, existem dois ficheiros que estão incluídos no schema: <!-- Inclusão do arquivo simpleType--> <xsd:include schemaLocation="sibSimpleType.xsd"/> <!-- --> <!-- Inclusão do arquivo complexType--> <xsd:include schemaLocation="sibComplexType.xsd"/> De forma a gerar a classe correspondente ao ...


1

Olá, Rovann, para facilitar em utilizações futura, criei um Web App no GitHub já com os arquivos WSDL importados no aplicativo, pronto para utilização. Todos querem o peixe, mas poucos ensinam a pescar. Segue o passo-a-passo da pescaria. Para incorporar os arquivos WSDL, você precisa clicar com o botão direito sobre a solução e selecionar Add -> Service ...


1

A classe C# gerada é a representação do Esquema usado, no caso descrito a partir do arquivo XSD (Definição de Esquema XML), portanto é lógico que se o esquema original muda, a classe deve mudar de acordo. O ideal é não editar esta classe gerada pelo XSD.exe. Quando houver alterações, deve-se gerar novas classes usando a ferramente XSD.exe, adequar o código ...


1

Existem algumas formas de gerar um XML no PL-SQL. Porém no caso do XSD, imagino que você deverá fazer uma validação de Schema. Então vou dividir a resposta em duas partes, primeiro em exemplos de geração de XML e por fim a validação do Schema. Opções para gerar o XML: 1. DBMS_XSLPROCESSOR Este exemplo utiliza CLOB para armazenar o stream que será o ...


1

Como funciona o <any> O problema nesse caso é que a tag <any> está sendo usada de forma incorreta. No XSD transparece a ideia de que a tag poderia ser qualquer coisa, desde que mantendo a estrutura dos filhos, mas não é assim que funciona. A ideia do <any> é dizer que num determinado ponto o XML pode ser estendido, mas não se define ali ...


1

Eu gosto do Altova XMLSpy. Outra opção seria o Liquid XML Studio.


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam