Respostas interessantes marcadas com a tag

8

Não recomendo que você envie seu ambiente virtual para seu repositório Git. Ao invés disso, use o comando pip freeze para obter uma lista de todos pacotes utilizados no seu ambiente virtual e salve a saída no arquivo requirements.txt. Este arquivo sim, deve ser enviado para seu repositório. Usando pip install -r requirements.txt em um ambiente virtual novo, ...


8

Iniciando o ambiente com as dependências Resumindo, para criar um ambiente isolado para trabalhar com um projeto com as dependências definidas, basta seguir os passos: Criar o novo ambiente: virtualenv ENV Acessar o diretório do ambiente: cd ENV Copiar o projeto para o diretório do ambiente, incluindo o arquivo requirements.txt; Ativar o ambiente: bin/...


2

Conforme a documentação creio que seja algo como: pip install -r requirements.txt Só que não entendo de VirtualEnv, por isto não posso afirmar se é necessário algo mais.


2

Uma pesquisa pelos pacotes revela que o psycopg2 não é compatível com o pypy (isso vai acontecer com vários pacotes Python que tenham código nativo junto, ou seja, usando a API específica do cPython). Essa informação não está em um único lugar autoritativo - achei espalhada como resposta em 2 ou 3 lugares (inclusive o site do Pypy cita que o psycopg2 seria ...


2

Para executar um outro .bat dentro do seu arquivo, você precisa chamar ele utilizando call activate.bat supondo que estejam na mesma pasta se não usar call ele interrompe o processo atual para executar o novo.


2

A resposta para a primeira pergunta é: Não! e parece não fazer sentido, o que eu vejo (e não uso) é o contrario, a venv estar em um diretório em dentro do seu projeto. Sim, No pycharm vc precisa dizer com qual venv o seu projeto vai trabalhar, cofigure em File/settings/project interpreter. A resposta para a terceira pergunta é: Não necessariamente! O ...


2

O comando é pip install -r requirements.txt. Basta executar isso dentro de ambiente desejado e todas as bibliotecas contidas em requirements.txt serão instaladas.


2

Bom - o principal problema é que o virtualenv nunca deveria estar junto com os outros arquivos versionados no GIT. O que precisa estar no git é o arquivo que lista as dependencias - em geral o requirements.txt (mas há outros tipos de arquivo que tem o mesmo papel, o mais moderno sendo o "Pipfile" do projeto "pyenv", mas também "buildout", oou o próprio "...


2

Se você utiliza o linux, você deve instalar o virtualenv pelo apt-get Segue o commando para instalação: $ sudo apt-get install virtualenv Após instalar o virtualenv é possível utilizar o pip. Para iniciar o ambiente com python3, basta executar o comando: $ virtualenv env -p $(which python3)


1

Vamos começar instalando o pip. No seu terminal insira: wget https://bootstrap.pypa.io/get-pip.py sudo python3 get-pip.py Com o pip instalado, vamos instalar o virtualenv e o virtualwrapper: sudo pip3 install virtualenv virtualenvwrapper Agora vamos configurar o ambiente. Você precisa encontrar o arquivo ~/.bashrc. Vá na sua /home pelo navedor de ...


1

Basta utilizar o caminho completo para o python instalado no virtualenv. 30 08 10 06 * /home/venv/bin/python3 /<caminho_do_script>/Scripts/test.py Você pode também criar um script .sh que ative o virtual environment e depois chame seu script python. Isso ajuda quanto tiver várias ações a serem executadas.


1

Quando um import é feito utilizando '.nome ' é um import relativo, que só funciona caso o "módulo pai"(parent module) é importado junto. Exemplo: `from Twitter.searchTweets` Você está importando o searchTweets que é relativo ao Twitter, então colocar o ponto antes do Twitter (.Twitter.searchTweets) você está dizendo que o Twitter é relativo a outro módulo ...


1

Em geral, não suba conteúdos de dependência que podem ser facilmente obtidos. Procure escrever um README.md esclarecedor, descrevendo os procedimentos de obtenção dos módulos dos quais o programa depende, de sua instalação e exemplos de uso.


1

De uma olhada no projeto pyenv com ele você consegue instalar fácilmente várias versões diferentes de python sem afetar as versões já instaladas no S.O. Depois de instalar o pyenv, basta vc instalar a versão de python que você quer (e.g.): $ pyenv install 3.4.2 Com a versão do python instalada, basta você criar o virtualenv apontando para a versão do ...


1

Encontrei esta resposta que parece ter bastante relação com o que você está fazendo, pois nas respostas vi que você está usando python3 https://stackoverflow.com/questions/20251562/how-to-install-django-for-python-3-3 Está usando pip3 para instalar os pacotes? Em tempo, você está tentando criar um projeto com um hífen. Tentei fazer o mesm outilizando ...


1

Bom, após aprender um pouco mais lendo os comentários, percebi que resolver o problema das dependências era "fácil". O próprio site oficial do Kivy fornecia as informações necessárias. O que me deixava confuso era ter que instalar pacotes no sistema (global) se minha intenção era utilizar o Kivy em um ambiente virtual com virtualenv. Quando aprendi que era ...


1

Então - o PIP dentro e um virtualenv resolve todas as depêndencias de pacotes Python lá dentro - mas alguns pacotes Python dependem de compilar código C para sua instalação, outros dependem de bibliotecas nativas do sistema - e isso independe de estarem dentro do Virtualenv. (Sim, é até possível colocar biblitoecas nativas em C em versões diferentes, dentro ...


1

A mensagem diz para você usar --upgrade no comando, pois o Django já está instalado. Use: pip install --upgrade django Assim a antiga versão será substituída pela mais recente


1

Cara, no mínimo você está executando algum comando de fora do ambiente virtual ou está criando um ambiente virtual com a versão 2 do Python (aí pip3 será correspondente ao pip do seu sistema e não ao do seu ambiente). Vou passar a receita completa de como se fazer o que você quer, assim elimina as possibilidades de dúvidas. Primeiro de tudo é bom deixar ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam