Respostas interessantes marcadas com a tag

17

Não posso ver nenhuma vantagem real em alocar um std::vector dinamicamente. Mas deve-se ter cuidado ao retornar um vetor como resultado de uma função. Mesmo ele sendo pequeno (tipicamente 12 bytes em sistemas 32-bit) seu construtor de cópia é lento. Se possível, permita que o compilador aplique as otimizações de retorno. Nelas o objeto a ser retornado é ...


8

Para essas coisas é sempre interessante consultar a documentação quase oficial e aí fazer perguntas mais específicas do que não entendeu com um exemplo real do que está fazendo. Uma das muitas formas seria: vector <int> c { 1, 2, 3 }; //inicializa c.push_back(4); //adiciona cout << c[2]; //pega o elemento Coloquei no GitHub para referência ...


7

Respondendo a pergunta: O problema que está dando é na chamada da função sort: A função sort é do tipo Comparable e deve retornar um valor do tipo bool (e não um ponteiro para a classe CartesianPoint). Ainda existem outros problemas no programa, como, por exemplo, o array de referências, que pode ser trocado por um array de ponteiros. Segue uma versão ...


7

Os dois primeiros estão criando um array bruto, aquele que era usado em C. Em código idiomático C++ não se costuma usar esse tipo de array a não ser pra conversar com código C ou quem gosta de misturar duas linguagens diferentes. Na prática, o primeiro está alocando memória no heap (new) e enquanto que o segundo está alocando memória no stack. Entenda a ...


6

Especificamente para o tipo vector iterar com for normal controlando o acesso é mais rápido que através de um iterador, mas isso não é verdade na maioria das outras coleções de dados existentes. Tem que medir. Para acessar o elemento pelo índice, a coleção precisa ter uma forma de fazer isso, ela pode não ter, ou pode ser lenta, aí só o iterador funcionará ...


6

O código tem alguns problemas, não vou consertar tudo, mas vou permitir que pelo menos ele seja compilado: #include <iostream> #include <string> #include <vector> using namespace std; class Nome { protected: string nome; public: Nome(string _nome) { nome = _nome; } virtual void ...


5

Primeiramente, as informações fornecidas aqui foram retiradas desta resposta (em inglês) sobre o uso de arrays em C++. Vale a pena checar para informações mais completas. Array Automática int arr[n]; As arrays automáticas (arrays que normalmente ficam no stack) são criadas cada vez que o fluxo de controle passa pela linha de código onde ela foi definida. ...


5

Bom, dando uma pesquisada por alto aqui, vi que já houve vários desses problemas e suas respostas aqui mesmo no SO, a mais completa que achei é essa aqui: https://stackoverflow.com/questions/30814618/no-matching-function-for-call-to-sort O problema é bem simples. A função que você escolheu usar é essa: void sort( RandomIt first, RandomIt last, Compare ...


5

Existem muitos meios para fazer a função retornar vetores, o mais simples acredito eu, retornar uma estrutura contendo esses 2 vetores . #include <iostream> #include <vector> using namespace std; struct retVec{ vector<int> multi; // Vector of multipliers vector<string> parte; // Vector of atoms }; retVec cracking(string ...


4

Como descrito na documentação http://www.cplusplus.com/reference/vector/vector/ para colocar valores dentro do vector você deve utilizar push_back(valor) e para pegar um valor pode usar o operador [] ou a função at. vector <int> c; c.push_back(3); c.push_back(4); int a = c[0] // a recebe o valor 3 int b = c.at(1) // b recebe o valor 4


4

Começo por dizer que, assim como o @RicardoPontual indicou nos comentários, em C++ não precisa de incluir a palavra struct na utilização da estrutura. Para além disso, sendo o <vector> algo com tamanho dinâmico pode cortar a inicialização que tem, e simplificar a declaração deixando apenas: vector<configcarros> cars; Inserir estruturas no <...


4

O R não nomeia automaticamente os vetores, o ideal é você transformar em um data frame de uma linha. vetor <- data.frame(x,y,z) Aí você pode fazer usar which.max, que te retorna a posição/variável com maior valor ou chamar essa posição pra ter a variável e o valor. which.max(vetor) vetor[which.max(vetor)]


3

Eu acho que deseja usar um gabarito de função, assim: #include <iostream> #include <vector> using namespace std; template<typename T> vector<T> filter(vector<T> base, T val) { vector<T> temp; for (auto it : base) if (it == val) temp.push_back(it); return temp; } int main() { vector<int> v = {7, 5, ...


3

Parece conversão de um programa de C# para C++... Abaixo uma versão C++11 corrigida, retirando os C#ismos: #include <vector> using std::vector; #include <algorithm> using std::sort; #include <iostream> using std::cout; class CartesianPoint { private: int x; int y; public: int getX() const { return x; } ...


3

O problema é apenas que está tentando adicionar algo no vetor sem dizer o que. Precisa passar um objeto do tipo bunny para o método para ele fazer a adição: bunnies.push_back(bunny()); Veja funcionando no ideone e no CodingGround.


3

Primeiro lembre de dar um include #include <vector> 2- crie o seu vector std::vector <int> nomeDoVector; (respondendo a primeira pergunta, vc pode criar vector de outras coisas é só mudar o campo "int", e funciona da mesma maneira) 3- Para apagar um elemento pelo indice use: nomeDoVector.erase (nomeDoVector.begin()+ 2); //apaga o 3º ...


3

Já que está usando a Qt porque não usou o QVector? Isso pode resolver o problema, ou pelo menos fica mais padronizado e pode melhorar a performance. Por outro lado, se for para usar a STL, então use tudo dela e esqueça as estruturas da Qt. Não posso testar exatamente esse código, até porque não tem tudo o que precisaria para testar, mas fiz um teste com o ...


3

Para ser proporcional/responsivo acho que tens de defenir um tamanho padrão para o qual o svg deve ter 165px. Assim usando o preserveAspectRatio e o viewBox podes fazer assim (exemplo para ecrã 1650 x 1650): <svg width="100%" height="100%" preserveAspectRatio="xMinYMin meet" viewBox="0 0 1650 1650"> jsFiddle: http://jsfiddle.net/d18jvfkj/ viewBox: ...


3

O seu erro é bobo. Nas partes onde você tem try_parse(s) e first_char(s), você usou || quando deveria usar &&. Também recomendo armazenar os resultados de try_parse(s) e first_char(s) em uma variável do tipo bool para não ficar chamando esses métodos até três vezes para a mesma string. No meu caso, também tive que acrescentar um #include <cmath&...


2

Em certos casos poderá ser vantajoso/necessário criar o vector dinamicamente: Situação 1: Tens um processo multithreaded e tens uma heap propria para cada thread (por motivos de performance), neste caso crias o vector na respectiva heap da thread. Situação 2: Utilizas um custom allocator, se este não for static não tens possibilidade de declarar algo do ...


2

Você pode usar o método insert(), mas precisa criar um iterador: #include <iostream> #include <vector> int main () { std::vector<int> vec {1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9}; auto it = vec.begin(); vec.insert(it + 3, 10); for (auto x: vec) std::cout << ' ' << x; } Veja funcionando no ideone. E no repl.it. Também ...


2

Bom, você não respondeu aos meus questionamentos, mas considerando a mensagem de erro ("class std::vector has no member named 'getId'"), o erro quase certamente ocorre na linha que contém essa chamada de código (dentro da função Grafo::existeNo()): . . . if(listNos[i].getId() == id) . . . Verificando a definição de listNos[i], se observa que ele é ...


2

Você está atribuindo a classe ao seu ponteiro de vetor, assim você não terá um vetor e sim uma classe alocada no ponteiro. Você deve criar a instancia do ponteiro antes de tudo. class C{ C(){ std::cout << "instanciada" << std::endl; } }; using namespace std; int main(){ vector<C> class_vec; // cria um vetor de classes ...


2

Não tem muito segredo, você usar o push_back para adicionar valores, depois pode pegar eles utilizando o indice ou um iterator. Exemplo: #include <iostream> #include <vector> using namespace std; int main(){ vector<int> vetor; int i; // INSERINDO 5 VALORES DE 1 A 5 USANDO PUSH_BACK for(i = 0; i < 5; i++){ ...


2

Não necessariamente. Depende do que deseja, mas quase sempre será o caso. A primeira espera um endereço de memória, então é isso que deve prover. Você pode fazer isso com: alguma coisa que já gere um ponteiro para você usar o operador new que aloca a memória usar a função malloc(), embora não seja recomendado usar qualquer coisa que aloque memória usar uma ...


2

Na resposta a sua pergunta anterior eu disse que não era tão simples fazer essa conversão. Vai ter um monte de situação diferente que precisará de tratamento adequado. A solução que parece simples não é muito adequada. Esse código ficará um pesadelo de manutenção. Mas vamos tentar resolver um problema de cada vez, mesmo não sendo o correto a fazer. O maior ...


2

Com muito trabalho. Pelo menos se for fazer tudo na mão. Na prática você terá que criar seu próprio vector, que não é algo simples. Até tem como fazer uma implementação ingênua, mas nem de perto fara a mesma coisa que o vector. Você terá que usar o realloc(), mas não é só usar a função. Para ter a mesma semântica é complicado. Se puder mudar a semântica aí ...


2

Se você estiver usando o java 8, você pode utilizar a API de streams e passar um predicado e retornar os elementos que atendem a determinada condição, segue o código abaixo: public List<String> obtemFotos(String criterio) { return Record.fotos .stream() .filter(foto -> foto.equals(criterio)) .collect(Collectors.toList()) } Seria algo ...


2

Você pode usar o comando forpara percorrer um vetor, e você pode usar o método push_back para acrescentar elementos a um vetor. No exemplo abaixo, as funções copy_from e release_old precisam ser implementadas e dependem do tipo Caracteristica, que não foi mostrado. Na verdade não é possível dar uma resposta precisa porque também a classe Perfil não está ...


2

Isto é dependente de implementação e pode variar de acordo com a arquitetura, compilador, versão e até de fatores extras conforme o uso, então não pode trabalhar com um número. Eu acredito que a maioria das implementações irão dobrar o espaço alocado a cada relocação. Você pode dar um valor inicial ou fazer a mudança de tamanho manualmente antes que ele ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam