Respostas interessantes marcadas com a tag

6

Você não importa duas vezes. O uso do asterisco não significa necessariamente que você irá importar todas as classes, funções ou variáveis disponíveis dentro de um módulo. Aí temos dois casos... Não foi definida a variável __all__ em arquivo __init__.py, daí o Python carregará tudo o que estiver definido lá dentro (o que não pode ser o melhor dos ...


5

Utilizar o asterisco (*) irá sim importar todos os dados (variáveis, funções e classes) do módulo que você especificou no from, não tendo outra finalidade. O que acontece, é que ao fazer from tkinter import *, você está importando do pacote tkinter o arquivo __init__.py. E diferentemente do que você pensa, o colorchooser não está dentro do arquivo que você ...


4

Existe sim, o método bind, você pode informar o evento, que pode ser: <Button-1>: Um click. <Double-Button-1>: Dois clicks. <Triple-Button-1>: Três clicks. Entre outros... Veja um exemplo: from tkinter import * def foo(): print ('foo') root = Tk() frame = Frame(root) frame.pack() button1 = Button(frame, text = 'Foo!') button1....


4

Seu python é o 3? O py2exe não funciona no python 3. Para ele, se usa o Cx_freeze - http://cx-freeze.sourceforge.net/


4

Esse erro significa que uma variável contendo uma sequência (lista, tupla, string, etc) está sendo multiplicada por um float. No Python, se você multiplica uma sequência por um número inteiro, ele repete aquela sequência várias vezes: >>> [1,2,3] * 4 [1, 2, 3, 1, 2, 3, 1, 2, 3, 1, 2, 3] >>> (10,20) * 3 (10, 20, 10, 20, 10, 20) >>> ...


4

Pegando seu primeiro exemplo, basta fazer: tupla=(arg1,arg2,arg3) def f(*args): for i in args: print(i) f(*tupla) O operador * como prefixo de um parâmetro, ou elemento de uma sequência ou iterador, "desdobra" o conteúdo daqueles argumentos naquele ponto. (E o operador ** faz a mesma coisa para dicionários e argumentos com nome)


4

Engraçado, eu só precisei mover o item += 1 e item -= 1 para cima, e funcionou tranquilo. Era só isso mesmo, você fez tudo certinho. def proxima (): for item in range(len(musicas)): item += 1 musica_atual = mixer.music.load(musicas[item]) musica_atual = mixer.music.play() def anterior (): for item in range(len(musicas)): ...


4

Dificil entender o seu contexto com esse fragmento de codigo, mas o que parece é que vc quer apenas fazer um "replace" na lista de acordo com os valores das variaveis VnomeValor, VcorValor, etc, não é? pelo menos olhando no codigo que voce passou, é isso que fica parecendo. A proposito, me parece que vc veio de outra linguagem, recomendo que veja a PEP8, o ...


4

Nesse caso é bem simples: você está fazendo uma classe, não com funções soltas - então ao declarar o command=..., em vez de command=adic, você deve usar command=self.adic. E, claro, já que são métodos, coloque o parâemtro self na definição delas. Se quiser usar só como função, tudo bem - nesse caso é só retira-las do corpo da classe (identando-as na coluna ...


4

É um problema de indentação. Python tem o que chamamos white space significativo, então quando indenta está criando um bloco. No documento linkado as 3 últimas linhas estão no primeiro nível, no seu código elas estão no nível da classe, ou seja, está chamando um código dentro da classe, mas ela ainda está sendo definida. O correto: from tkinter import * ...


4

Assim como essa resposta do SOen, a importação do from tkinter import messagebox é necessária simplesmente pela maneira como o pacote foi projetado para funcionar. O autor do tkinter decidiu que importar "*" não importaria messagebox, ou alguns dos outros pacotes (ttk é outro exemplo) PS: De um modo geral, você não deve importar "*" mesmo assim.


4

Isso porque diferente do que alguns pensam o asterisco não importa tudo necessariamente. Quando você faz: from X import * Se X for um módulo, o interpretador irá buscar por X.__all__, se X for um pacote, irá buscar por X.__init__.__all__. Se esse objeto existir, ele definirá o que será importado quando utilizado o asterisco. Só será importado tudo quando ...


4

Depende da versão do Python ou Ubuntu que você está rodando, entre outras coisas, mas sim, o Tkinter ainda existe. Se você estiver usando Python 3: sudo apt-get update sudo apt-get install python3-tk Se você estiver rodando o Python 2 sudo apt-get update sudo apt-get install python-tk Instalando a última versão estável diretamente (tive problemas de ...


3

Sim - o que acontece é que quando programamos para responder a aplicativos desktop (e aplicações web modernas, com requisições assincronas) - a coisa muda um pouco da programação para terminal. Não tem mágica possível: se você escreve um trecho de código como o acima, ele é executado todo de uma vez. Ai o programa fica parado espernado a interação com o ...


3

Antes passar ao teu problema concreto, queria dizer que place não é muito usado ou é sobretudo usado em específicos casos. Eu por exemplo quase nunca usei place, e normalmente uso uma combinação de grid e pack, e acredita que uma vez que percebes como esses aí funcionam, raramente precisarás de place. Conclusão, saber usar grid e pack bem ajuda-te quase em ...


3

Muito fácil, é só criar a imagem do botão redondo nesses sites que criam botões no formato png, dai vc cria uma instância da sua imagem botao_redondo.png numa variável, tipo: self.imgRedondo = PhotoImage(file='\\caminho\\botao_redondo.png') em seguida: self.btnRedondo = Button(pai,image=self.imgRedondo,bd=0,relief=GROOVE,bg='A cor de fundo do pai do botão ...


3

Colocar online implica ligações de rede de cada utilizador. Cada ligação de rede vai ter uma latência. O processo de edição em tempo real por vários clientes numa rede é um grande desafio. Uma técnica utilizada é o uso de websockets. O flow dos dados segue da seguinte forma genérica: Utilizador A pede a página da planilla ao servidor Utilizador B pede ...


3

Basta colocar seus componentes em frames separados, aí você pode alterná-los: import functools import tkinter as t class Tela(t.Frame): def __init__(self, parent, nome): t.Frame.__init__(self, parent) self.nome = nome t.Label(self, text='Voce esta na ' + self.nome).pack() class Menu(t.Frame): def __init__(self, parent, *...


3

O Python possui o pacote webbrowser nativamente. Neste módulo há definida a função open que pode ser utilizada para abrir uma URL através do navegador padrão do usuário. Como você não nos apresentou código algum, deixo um exemplo simples de como seria para abrir a URL ao pressionar um botão: button = Button(frame, text="Abrir URL", command=lambda: ...


3

from tkinter import Tk from tkinter.filedialog import askopenfilename Tk().withdraw() # Isto torna oculto a janela principal filename = askopenfilename() # Isto te permite selecionar um arquivo print(filename) # printa o arquivo selecionado Seguem outras funções que podem ser do seu interesse


3

Para exibir caixas de diálogo de manipulação de arquivos, use as funções do submódulo tkinter.filedialog: from tkinter import filedialog as dlg path = dlg.askopenfilename() Segue abaixo uma lista das funções desse módulo, para referência: askdirectory(**options) Pede ao usuário por uma pasta e retorna o caminho para ela askopenfile(mode='r', **options) ...


3

O problema é que a linha mainloop() está segurando a execução. Essa função entrega ao tkinter o controle do script, para que ele fique respondendo eventos, como pressionamento de botões, etc, até que ele seja fechado. Para evitar que o Tkinter faça isso, remova essa linha. Coloque root.update() no lugar para atualizar a tela, e o seu script continuará ...


3

Você esqueceu de colocar o parâmetro self na assinatura do método select_image.


3

Acabei encontrando, o erro era que precisava importar o método "filedialog". from tkinter import filedialog só não sei porque precisou disso, porque "from tkinter import *" já não foi o suficiente.


3

Em Python as variáveis ​​referenciadas apenas dentro de uma função são implicitamente globais. Porém se uma variável tiver um valor atribuído em qualquer lugar do corpo da função, ela será assumida como local, a menos que seja explicitamente declarado como global. Portanto se quer atribuir valor a uma variável global dentro de um escopo local use a ...


3

Basta salvar seu arquivo com a extensão ".pyw" em vez de ".py". (isso é só no Windows - nos outros sistemas um programa Python executado pela interface gráfica não abre um terminal automaticamente)


2

Não seria simplesmente o caso de declarar textarea no escopo superior? (i.e. na classe ou módulo) textarea = None def manipulateText(): # Lê o texto texto = textarea.get(1.0, END) # Insere mais texto textarea.insert(END, "hello, world") # Etc def func(): win = tkinter.Tk() textArea = tkinter.Text(win) textArea.pack() ...


2

Sim, é possível. Ao menos é possível embutir o pygame no Tkinter. Em algumas plataformas é possível embutir o display do pygame em uma janela já existente. Para fazer isso, a variável de ambiente SDL_WINDOWID deve ser setada com uma string contendo o id da janela. A variável de ambiente é checada quando o display do pygame é inicializado. Mas fique atento, ...


2

Não é possível combinar as duas bibliotecas porque são bibliotecas gráficas com objetivos diferentes, para não dizer concorrentes entre si. É sim possível escrever um programa que crie tanto uma janela pygame quanto outra tkinter ao mesmo tempo, mas não o tkinter dentro do pygame, em tela cheia, por exemplo. Seria gerado um erro se tentarmos dizer que o ...


2

Você pode usar o método Menu.add_command para vincular uma função a um item do Menu: # -*- coding: utf-8 -*- from tkinter import * def foo(): print ("Foo bar") root = Tk() menubar = Menu(root) menubar.add_command(label = "Foo!", command = foo) menubar.add_command(label = "Exit", command = root.quit) root.config(menu = menubar)


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam