Respostas interessantes marcadas com a tag

11

Os conceitos para Template e Layout se aplicam além da web, e são utilizados por N áreas. Focando ao desenvolvimento web como sua dúvida: Template É um conjunto de arquivos e instruções, contendo apenas a parte visual da apresentação do conteúdo. É um modelo de documentos que dará forma ao conceito final. Layout É a forma como o conteúdo é formatado ...


9

Procura este arquivo, é ele que você quer mudar: C:\Program Files (x86)\Microsoft Visual Studio\12.0\Common7\IDE\ItemTemplates\CSharp\Code\1033\Class\Class.cs Acho que ficaria algo assim: using System; using System.Collections.Generic; $if$ ($targetframeworkversion$ >= 3.5)using System.Linq; $endif$using System.Text; $if$ ($targetframeworkversion$ >=...


7

Não gosto da palavra motor para engine neste contexto, prefiro mecanismo. O PHP já é um mecanismo de gabarito (já que é pra traduzir). Ele pega um texto que em tese é um HTML e permite inserir algumas coisas externas que serão definidas no momento da sua execução. Por isso é um pouco estranho ter outros mecanismos para uso com PHP. Tá, até entendo que as ...


6

Isto ocorre porque o compilador não procura por símbolos em classes base dependentes de parâmetros de template na resolução de nomes C++FAQ. Para fazer isso o compilador precisaria esperar até o momento que o template é instanciado para resolver os nomes, e uma vez para cada instanciação dele, o que deixaria o processo de compilação (ainda) mais lento. Da ...


6

É verdade que o PHP tem isso embutido no próprio interpretador, mas poder colocar código dentro de um tamplate não é característica de uma linguagem de programação, então qualquer uma pode fazer isto, basta o sistema de template conseguir entender aquela linguagem, porque no fundo haverá um código gerado e tudo o que estava no template será texto. Se isso ...


6

Imagina que você queira que sua aplicação tenha portabilidade para criação de quaisquer tipos de API's, como .NET Framework, .NET Core, Xamarin e etc. Neste caso você utilizaria o .NET Standard, porém seus recursos seriam bem limitados, afinal, você teria acesso somente a API's que seriam compatíveis para todas as plataformas. Já o .NET Framework, você ...


6

É um arquivo de template utilizado pelo Visual Studio (T4). Ele é usado para criar snippets de código e outras formas que dão uma base do que pretende fazer. Era usado um pouco mais para geração de código, mas o Roslyn (.NET Compiler Platform) diminuiu a sua necessidade. Ainda que ele pode ser usado como base para o Roslyn gerar algum código. Quase tudo ...


6

Se está usando uma versão mais antiga do C+= tem que recorrer a alguns truques para obter o resultado esperado. No SO tem uma resposta com um deles. Tem outras fontes que indicam truques. Ou pode fazer assim: static_assert(is_arithmetic_v<T>::value, "Must be arithmetic"); Se já estiver usando C++ 17 e precisar fazer mais que um assert. tem algo na ...


6

Membros de dado estáticos precisam de uma inicialização fora da declaração da classe. Isto é: struct S { static int i; }; int S::i = 42; // definição Isso é uma restrição da linguagem, seguindo a regra de uma definição (one definition rule, ou ODR). A restrição existe para impedir que duas ou mais inicializações existam para o membro estático S::i (...


5

Para definir os métodos você precisa dizer que está usando template ali também. Cada parte é independente: template <class Type> Type p<Type>::setVal(Type i){ // code goes here } Aí pode aplicar na sua classe exemplo sem muito segredo. Talvez você esteja achando que uma classe precise ser tratada de forma especial dentro da outra, mas não ...


5

Se escolher o .NET Standard só poderá usar os recursos listados nessa especificação. Qualquer coisa que não esteja nele gerará um erro. Note que ele só tem a lista de componentes, não tem os códigos mesmo, os códigos ele pega de outro lugar. Não existe de forma concreta um .NET Standard, é abstrato para você se garantir que só usurá coisas que funciona em ...


5

A partir do C++11 você pode usar a função std::is_arithmetic da biblioteca padrão type_traits para verificar se um tipo arbitrário se trata de um número inteiro ou real (ponto flutuante), veja só: #include <iostream> #include <type_traits> class A {}; int main() { std::cout << std::boolalpha; std::cout << "A: " &...


4

Tem tanto erro no seu código que é difícil saber por onde começar. Primeiro de tudo é que você não colocou o código original, e nem a mensagem de erro original. Quando você editou o código para colocá-lo aqui, provavelmente inseriu um monte de outros erros. Daí eu não sei se os erros que eu vejo são os originais ou os inseridos na edição. Por exemplo, muito ...


4

Resposta Existem algumas coisas a ter em conta para uma correcta inclusão de ficheiro de script na página: Ficheiro correcto O ficheiro functions.php onde deves tratar da inclusão dos teus ficheiros de script está localizado em: /themes/nome-do-tema/functions.php jQuery a utilizar Não deves remover o jQuery que já vem com o WordPress a não ser que ...


4

A sua pergunta é muito relativa pois tanto faz na realidade, é uma questão de gosto (e de opinião) a diferença está mesmo é na qualidade e na organização que você deseja para o seu código. Arquitetura da Aplicação & Hierarquia de Informação Não faço ideia de como é o funcionamento da sua aplicação por tanto não posso diagnosticar se é melhor ou não pra ...


4

De acordo com a documentação o pluralize aceita o argumento no singular e plural. <h4> {{ combination|length }} combina{{ combination|length|pluralize:"ção,ções" }} </h4> ele vai mostrar: 0 combinações 1 combinação 2 combinações


4

O segredo está na definição de um ActionFilter. Por exemplo: public class LayoutChooserAttribute : ActionFilterAttribute { public override void OnActionExecuted(ActionExecutedContext filterContext) { string masterName = "_Layout"; base.OnActionExecuted(filterContext); string userName = null; if (filterContext....


4

No teste que realizei a REGEX funcionou perfeitamente Contudo creio que seria melhor substituir ela por ~\[if([^\]]*)\]\s*?(.*?)\[\/if\]~s Veja funcionando em REGEX 101. A grande jogada esta no modificados s que faz com que o .(Dot) aceite quebras de linha \n. Então você vai encontrar a condição no grupo 1 e "trueval"(conteúdo) no grupo 2. Nota talvez ...


3

Você pode criar uma outra diretiva chamada "modal-corpo" passando o corpo(nome da diretiva a ser injetada) como parâmetro, ficando assim: angular.module("layout") .directive('modalCorpo', function ($compile) { return { restrict: 'EA', scope: { corpo: '=' }, link: function (scope, element, attrs) { ...


3

Melhor solução é utilizar um componente de geração de relatórios, como o Jasper. Ele permite a criação de templates, seja em tempo de execução ou desenvolvimento. É bastante poderoso, e permite que os relatórios sejam exportados em vários formatos, inclusive PDF ou outro formato que você desenvolver. Segue o site dele: Jasper Reports


3

O problema é o uso do explicit na definição do construtor de cópia. Essa cláusula existe para evitar que o compilador faça conversões (casting) implícitos que, muito embora possam ser úteis muitas vezes, as vezes são indesejáveis. Considere esse exemplo (tirado desta questão no SOEN): class Foo { public: // construtor com um único parâmetro, pode ...


3

Vou precisar desta resposta para continuar o gancho. Considerando que você fez tudo o que estava na resposta do link, vamos configurar um Model: public class CustomUser { [Key] public Guid CustomUserId { get; set; } [Display(Name = "UserName", ResourceType = typeof(Resources.Language))] [Required(ErrorMessageResourceName = "...


3

Não exatamente. Até pode criar uma ferramenta para ler o código genérico e gerar os concretos para cada tipo. É difícil, trabalhoso, fácil fazer errado, e provavelmente não compensa. Sempre é possível tentar algo criativo com macro, ma será bem ruim. Se estiver usando C11 tem a macro _Generic. Não acho que fica bom. E não é algo que costuma ser usado, na ...


3

Sim, é possível, com variadic template: template <typename T, typename... Args> T min_vt(T x) { return x; } template <typename T, typename... Args> T min_vt(T x, T y, Args... args) { T z = min_vt(y, args...); return x < z ? x : z; } Mas existem outras maneiras de fazer algo similar ao que você quer. Veja a seguir. Usando ...


2

Já fiz o que você está fazendo algumas vezes e no meu caso achei melhor picotar todo o tema, cada pedaço correspondente há algum elemento do layout(header,footer,sidebar etc..) desta forma fica melhor para reaproveitar apenas usando o @include('') então na maioria das vezes minha estrutura fica assim: views --layouts ----master.blade.php(estrutura do html) -...


2

Defina a propriedade LOGIN_URL nas configurações do Django. Para definir uma view como a página de erro: urlpatterns = patterns('', (r'^acesso_negado/$', 'meusite.views.acesso_negado') ) E o LOGIN_URL: LOGIN_URL = '/acesso_negado' Na view: from django.shortcuts import render_to_response def acesso_negado(request): return render_to_response('...


2

Bem, não tenho certeza se entendi direito sua dúvida, mas se entendi, isso vai te resolver. Use o wp_register_script: wp_register_script('jquery', 'http://ajax.googleapis.com/ajax/libs/jquery/1.3.2/jquery.min.js', false, '1.3.2'); ou então crie um método qualquer com o corpo como isso, no arquivo functions.php (na raiz do template): function loadJS(){ ...


2

Pra esse problema tem dezenas/centenas talvez até milhares de soluções possíveis. Vou postar uma estrutura que eu utilizava. Estrutura \ |__ Templates\ | |__ Default\ | | |__ css\ | | |__ js\ | | |__ img\ | | |__ index.php | | | |__ Dark\ | | |__ css\ | | |__ js\ | | |__ img\ | | |__ index.php | | | |__ Light\ | ...


2

Consegui desmontar a área de login, para imprimir o bloco padrão é assim: <?php echo $OUTPUT->login_info(); ?> Para desmonta-lo em vários blocos há algumas maneiras, exemplo: <?php echo echo $USER->firstname; ?> Assim você desmonta o bloco login_info e imprime só o primeiro nome do usúario q aparece no bloco login_info...Para desmontar ...


2

Adicione no seu pom.xml: <dependency> <groupId>javax.servlet</groupId> <artifactId>jsp-api</artifactId> <version>2.0</version> </dependency> <dependency> <groupId>javax.servlet</groupId> <artifactId>jstl</artifactId> <version>1.2</version> </...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam