Respostas interessantes marcadas com a tag

8

A melhor introdução é esta aqui. Em projetos que usam Git, uma boa prática que está se tornando comum é não realizar commits e pushes no branch master: este branch normalmente é utilizado para a integração contínua, ou seja, cada vez que código novo é mandado ou juntado (merged) em master, há um recurso que pode ser ativado para que o projeto seja testado ...


8

A minha resposta vai ser dada de forma independente de tecnologia de desenvolvimento. A sua pergunta essencial é: "Como sabemos quem colocou um código no ambiente de produção?" Idealmente, o sistema em execução no ambiente de produção é uma versão fechada, bem definida e unicamente identificável por meio de (ao menos) um código de versão como "v.1.0.0". ...


6

Como o Luiz Vieira bem colocou, você já tem histórico e controle de versão, no seu ambiente de produção você não está rodando código, está rodando binários. O TFS deve ser único, o seu controle de versão deve ser único. O que você tem que se preocupar é o que está rodando em cada ambiente e você faz isso a partir do build. É no build que você vai amarrar ...


4

Se o seu código está no TFVC, antes existia uma funcionalidade de Rollback no Team Foundation Power Tools, ela foi movida para o TF.exe! Para usar: tf rollback /changeset:changesetfrom~changesetto [itemspec] [/recursive] [/lock:none|checkin|checkout] [/version:versionspec] [/keepmergehistory] [/noprompt] [/login:username,[password]] tf rollback /toversion:...


4

Usando o Team Foundation Power Tools, além da opção de não criar uma pasta para código fonte atrelada ao Team Project, opção que nunca esteve disponível no wizard, te dá a opção de criar uma Branch. Veja abaixo como vizualizar informações sobre o comando: C:\Program Files (x86)\Microsoft Team Foundation Server 2013 Power Tools>tfpt createteamproject /? ...


4

O TFS, Team Foundation Server, é uma plataforma de Application Lifecycle Management. Plataforma por que sua arquitetura é distribuída, então na configuração mais simples é possível ter um único servidor com vários serviços rodando, e em uma mais complexa um servidor central, mais servidores de build, de deploy, de relatórios, entre outros. Ele está incluso ...


4

Ele faz essencialmente a mesma coisa que o SVN faz, mas de outra forma. Vai ter que aprender todo seu fluxo e suas especifidades. Não dá para dizer tudo em uma pergunta, mas perguntas específicas são bem-vindas. Ele é um produto mais completo, o SVN cuida só do controle de versão, o TFS é um Application Life-cycle Management, então ele cuida de todo o fluxo ...


4

O TFS, Team Foundation Server, e não Service, é uma plataforma de Application Lifecycle Management. Plataforma por que sua arquitetura é distribuída, então na configuração mais simples é possível ter um único servidor com vários serviços rodando, e em uma mais complexa um servidor central, mais servidores de build, de deploy, de relatórios, entre outros. Ele ...


3

Completando a resposta do Cigano Morrison, Para gerenciar e deploy de vários ambiente você pode usar o Release Management https://www.visualstudio.com/team-services/release-management/ Aqui trabalhamos como o Cigano comentou, temos um branch master onde temos uma Build Definition com uma trigger apontando para este branch master. Todo checkin que é feito ...


3

Sua pergunta é antiga aqui, na época a solução era diferente, mas atualmente muita coisa evoluiu, e acredito que pode ajudar outras pessoas que possam estar na mesma situação. O TFS (Team Foundation Server), é uma ferramenta que vai além do simples controle de versões de aplicações, o TFS é um Stack bem completo de DevOps da Microsoft. Podemos dizer hoje, ...


3

O processo que está a correr o MSBuild tem permissões para escrever nesse caminho? Experimente correr como administrador e veja o resultado. Outra razão pode ser o facto de estarem dois projectos a tentar escrever o mesmo ficheiro para o mesmo caminho. Experimente correr o MSBuild com /p:BuildInParallel=false e veja se o erro persiste. Nota: Se forem ...


3

Todos os fontes, definições de build, de release, os artefator (work items) ficam no servidor SQL Server, nada fica em pastas. Essa é uma feature do TFS, ter tudo em banco de dados, de maneira integrada e com backup.


3

No workspace local você tera o arquivo .tfignore (TFS 2012, 2013, 2015 e superior) No workspace local, você pode usar o .tfignore (que é equivalente ao .gitignore do Git) .tfignore exemplo: ###################################### # Ignore .cpp files in the ProjA sub-folder and all its subfolders ProjA\*.cpp # # Ignore .txt files in this folder \*.txt # # ...


3

Existe sim. Utilize o comando Merge de produção para os branches. Esse artigo dá uma ajuda de como organizar seus branches. http://nvie.com/posts/a-successful-git-branching-model/


3

Ambos são controladores de versões que podemos dizer que são concorrentes. Em essência é a mesma diferença entre o Git e SVN. Git é descentralizado e o TFS é centralizado. Claro, a filosofia de trabalho deles é toda diferente. Um é para usar com o Visual Studio junto (ainda que possa usar sem ele), o outro segue a linha de trabalho do Linux. Por isto ...


2

Eu fiz assim. Peguei o servidor do tfs e cliquei com o direito e me apareceu no popup menu dele a opção Remove Map. Fiz isso e funcionou.


2

Esse é um problema conhecido desde o ano passado e envolve base de dados... Talvez por isso tenha voltado a acontecer e não sei se tem solução. Mas tem um workaround para resolver: o horário de verão não pode estar no meio da sua sprint ou iteração. Se você terminar a sprint na sexta ou sábado e iniciar a próxima na segunda, vai ver que o problema não vai ...


2

Você quer trabalhar como o Visual Source Safe, não permitir que alguém faça check-out do arquivo enquanto estiver editando, é possível, mas não é uma boa prática, já que causa travamento no fluxo de trabalho. Mas se para o seu ambiente for bom, é possível habilitar essa feature seguindo os passos abaixo: No Team Explorer, vá nas configurações do Team ...


2

É um bug do produto! Para resolvê-lo é só fazer a atualização, se estiver com a atualização re-instale. O download está nessa página(Microsoft SQL Server Data Tools). Se a sua build machine não tem acesso a internet, utilize o comando: SSDTUpdate.exe /layout SSDTUpdate Ele fará o download para a pasta SSDTUpdate dos arquivos necessários para uma ...


2

Seguindo o que é dito neste artigo: http://www.colinsalmcorner.com/2012/12/custom-code-review-checkin-policy.html, você precisar criar uma custom policy. E foi exatamente o que o autor fez, e disponibilizou o código fonte aqui: http://visualstudiogallery.msdn.microsoft.com/c476b708-77a8-4065-b9d0-919ab688f078.


2

Resolvi utilizando uma "POG" com linq. Ao obter os itens da Api busco todos com a data igual ou maior do que eu quero, sem considerar a hora, em seguida, faço um linq para buscar somente a partir do horário que desejo. Não é algo bonito mas é funcional. var query = "SELECT [ID] FROM WorkItem WHERE [Work Item Type] = '{0}' AND [Changed Date] >= '{1}'"; ...


2

No TFVC, é exatamente dessa maneira que se compartilha código entre desenvolvedores! Para fazer isso, siga os passos: O primeiro desenvolvedor faz um shelve normalmente. Em seguida o segundo desenvolvedor irá acessar no Team Explorer, e no menu de contexto (...) do Pending Changes, clique em Find Shelvesets Na janela que irá abrir, no primeiro campo, com ...


2

Segundo documento da Microsoft Epic é um item geral que esta acima de features. É um definição geração de um problema, é algo que transcende um release ou interação de projeto. É um conceito usado pela metodologia Agile. Issue é um impedimento para o andamento do projeto. Não é um erro, mas é algo que precisa ser resolvido para o projeto estar correto. A ...


2

O problema é realmente a falta dos pacote Nuget, porém esse erro é gerado por ter subido o projeto de uma maneira incorreta para o Team Fondation. Eu estava fazendo, pelo botão de "Add itens to Folder": Porem o método correto para adicionar um novo projeto é utilizar o "Add Solution To Source Control" A primeira opção deve ser usada, somente para incluir ...


2

O TFS é mais que uma ferramenta de versionamento, você poderá utiliza-lo para gerenciar todo o projeto e demais projetos. Você conseguirá usar Kanban para organizar as tarefas e diversos outros métodos para ajudar a organizar. Como por exemplo listar os bugs encontrados e associa-los para alguém fazer e também novos recursos que serão adicionados ao sistema....


2

SIm, o ideal é você utilizar algo como o Team Foundation Server (TFS), devido a gama de funcionalidades que ele lhe proporciona. Sendo seu projeto pessoal (até mesmo de sua empresa e/ou clientes) eu sugiro utilizar o Visual Studio Team Services ou VSTS. Qual a diferença entre o TFS e o Visual Studio Team Services? Vejamos algumas: O TFS é instalado em ...


2

Não existe merge automático, em nenhuma ferramenta de merge. Pois é o desenvolvedor que deve tomar a decisão de qual código deve ser versionado. Por isso se você alterou um código e fez o check-in, não foi feito um merge, mas simplesmente um versionamento do código, ou seja, foi guardado uma nova versão dele. No check-in o TFS irá informar se existe um ...


2

Sim, o repositório seria o equivalente ao seu primeiro nível Não! No Git você tem acesso ao repositório inteiro, não dá para baixar apenas uma pasta. Não vejo motivos para você dividir os projetos em repositórios ou sub-repositórios, se eles fizerem parte da mesma Solution, a complexidade só aumentaria. Porém, o uso de módulo é interessante se você tiver uma ...


2

Falta fazer push. No Git, os commits são feitos localmente. Para enviar suas alterações para o repositório remoto é preciso fazer um push das alterações. Vá no painel lateral direito, no combo box (parte superior) selecione Sync e clique em Push Changes.


2

Consegui! Basta efetuar um merge do master para o branch, e existe a opção de enviar somente as alterações. :D


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam