Respostas interessantes marcadas com a tag

7

O texto jocoso ali é só porque seriam muitos assuntos :) Na verdade elas nada têm a ver, são mecanismos muito diferentes para finalidades muito diferentes, com comprometimentos diferentes. View A view, como pode ser visto lá, não é uma tabela de verdade (a não ser que ela seja materializada), é só uma forma de consultar algo de um jeito mais simples, ...


6

Tente o seguinte: SELECT t1.* FROM #tmpHistorico t1 WHERE t1.DataAtualizacao = (SELECT MAX(t2.DataAtualizacao) FROM #tmpHistorico t2 WHERE t2.IdColuna1 = t1.IdColuna1 AND t2.IdColuna2 = t1.IdColuna2); Para tornar essa solução mais performática você pode indexar ...


6

Uma tabela temporária é uma tabela real e pode fazer tudo o que uma tabela normal pode, o SQL Server fará todas otimizações possíveis nela, principalmente se tiver índices secundários, pode estar em transações, respeita as configurações do seu banco de dados enfim, a única diferença da tabla normal é que ela será descartada no final da sessão do usuário ou ...


6

Acho que a questão é só criar tabelas temporárias para isto. Faz tudo nelas e elas poderão ser descartadas manualmente ou automaticamente no fim da seção/transação. Pode criar assim: CREATE TEMP tabela ON COMMIT DROP //ou pode ser DELETE ROWS se quiser preservar a estrutura Coloquei no GitHub para referência futura. Não consigo ver uma forma melhor a não ...


5

Wagner, você precisa testar se existe antes de excluir. IF EXISTS(SELECT [name] FROM tempdb.sys.tables WHERE [name] like '#temp%') BEGIN DROP TABLE #temp; END;


4

Tabelas temporárias O uso de uma tabela temporária no MySQL, permite realizar testes ou serviços em uma entidade transitória, sem se preocupar em limpar a sujeira depois. Ao desconectar-se do servidor, as tabelas temporárias são automaticamente descartadas. Quando é útil usar tabelas temporárias no MySQL Algumas operações requerem que a existência de algumas ...


4

Isso é uma característica do MS SQL Server. Ele adiciona esses _ e depois um identificador para saber de qual conexão ela veio, assim se outra conexão criar uma tabela temporária com o mesmo nome não terá problemas. Nada com o que se preocupar, pode continuar usando normalmente apenas com o #temp. Mais informações: https://stackoverflow.com/a/19670997/...


4

Ela já foi apagada. Para evitar o erro, verifique antes se a operação pode ser exeutada: IF OBJECT_ID('tempdb..#Temp') IS NOT NULL BEGIN DROP TABLE #Temp END Coloquei no GitHub para referência futura.


2

TEMPDB É uma base de dados do system e toda vez que você usa tabelas temporárias (#MyTempTableExample) elas são criadas nessa base de dados (não com esse nome porém pq várias sessões podem estar usando esse mesmo nome, se vc procurar vai ver que o nome real é algo bem estranho). Note que a tempdb é usada o tempo todo pela engine, especialmente para operações ...


2

Como você gera tabelas e dados que são temporários, utilize tabelas temporárias. No SQL Server CREATE TABLE #tabela_local( id int, descricao varchar(50))<br/> CREATE TABLE ##tabela_global( id int, descricao varchar(50)) Quando você coloca o símbolo # antes do nome, está dizendo que a tabela é temporária. No SQL Server temos dois possíveis escopos ...


1

Sugiro você criar uma nova tabela temporária pra controlar o que será ou não exibido, já que isso não pode ser feito pelo Id. IF object_id('tempdb..#tmpHistorico') IS NOT NULL BEGIN DROP TABLE #tmpHistorico END IF object_id('tempdb..#tmpHistoricoMaxData') IS NOT NULL BEGIN DROP TABLE #tmpHistoricoMaxData END CREATE TABLE #tmpHistorico ( Id ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam