Utilize esta tag apenas para questões diretamente relacionadas com alterações na versão 3 da linguagem de programação Swift da Apple. Utilize a tag Swift para perguntas mais gerais sobre a linguagem, ou as tags próprias, para perguntas mais específicas, sobre desenvolvimento em plataformas Apple.

Swift é uma linguagem de programação de aplicativos e sistemas introduzida pela Apple em 2 de junho de 2014, e distribuída como código aberto. A Swift interage com as APIs Objective-C e Cocoa / Cocoa-touch para os sistemas operacionais OSX, iOS, tvOS e watchOS da Apple.

Versão atual e estável do Swift é o Swift 3.1 lançado e disponibilizado em 27 de Março de 2017. Notas de Lançamento.

Swift agora é open source, disponível no Github
Swift >= 2.2 inclui suporte para Swift para plataforma Linux.
O desenvolvimento do Swift 4.0 está em andamento com prioridades, incluindo ABI estabilidade e melhorias para a reflexão, entre outros.

Swift promete modernizar a experiência do desenvolvedor sobre o que Objective-C oferece, oferecendo recursos como:

Tratamento de erros Tipo de segurança Inferência de tipo Namespaces Maior segurança (alguma proteção contra estouro, uso antes da inicialização, etc.) Funções de ordem superior (mapa, filtro, ordenação) entre outros.

A sintaxe Swift mantém alguns elementos do Objective-C, proporcionando um novo vocabulário extenso para os seus novos recursos.

O idioma pode usar frameworks iOS e OSX existentes, como Cocoa e Cocoa-Touch, e pode se sentar lado a lado com o Objective-C em aplicativos. As aplicações Swift compilam em binários padrão e podem ser executadas em OSX 10.9, iOS 7 (ou superior), tvOS e watchOS.

Linha do Tempo:

O Swift 2.0 foi introduzido pela Apple na WWDC em 8 de junho de 2015. Eles adicionaram novos recursos como o "Modelo de manipulação de erros" com try, throw e catch.

Swift 3.0 foi introduzido pela Apple na WWDC em 13 de junho de 2016, com a notícia de swift chegará a todas as plataformas (macOS, Windows, Linux, Android, RaspberryPi, e assim por diante ...)

histórico | histórico do fragmento