Respostas interessantes marcadas com a tag

3

Pode extrair os preços com uma combinação de gregexpr e de regmatches. No que se segue tenho duas soluções a serem usadas consoante a estrutura dos preços no Brasil (sou Português). Se um preço pode não ter a parte decimal, use esta primeira expressão regular. m <- gregexpr("\\$[[:digit:]]+,{0,1}[[:digit:]]{0,2}", a) regmatches(a, m) #[[1]] #[1] "$...


2

Se precisar de um data.frame com os nomes e preços: library(magrittr) # para os operadores de fluxo dados <- strsplit(a, "(?<=[0-9] )", perl = TRUE) %>% unlist() %>% strsplit("R\\$") %>% do.call(rbind.data.frame, .) names(dados) <- c("item", "preço") E uma limpeza nos dados: dados$item %<>% gsub("\n ", ""...


1

Tem alguns problemas aí, um deles é o uso da função errada e outro é o fato de não ter criado strings e sim arrays de charss sem um terminador, por isso não são strings. Se você quer saber da existência de um caractere em uma string então deve usar strchr(). Esta função retorna a posição (endereço) de onde tem o caractere ou um nulo se não achar nada. #...


1

Você está declarando originalMoney e convertedMoney como char, portanto tem um espaço de 1 byte reservado em cada. Aí você tenta por vários bytes nela, isto corrompe a memória e dá erro. O que você provavelmente queria fazer era declara uma string, ou como é em C, um array de char. E aí mandar ler como string, algo assim: char originalMoney[10]; scanf("%s9",...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam