Respostas interessantes marcadas com a tag

22

Quase isso. Stream é uma sequência de dados, de elementos. Podem ser bytes, o mais comum, mas não necessariamente. Os elementos individuais podem ser objetos mais complexos ou mais simples, como o bit. Se formos traduzir a palavra, provavelmente chamaríamos de fluxo contínuo. É apenas um conceito. Fluxo é a palavra chave aí. O stream é criado justamente para ...


20

O cout não é uma palavra-chave da linguagem, é um objeto da biblioteca padrão e só pode ser usada através do namespace std e inclusão do header iostream. O significado seria console output. Assim como cin seria console input. Ambos são streams de entrada e saída de dados pelo console. Há quem considere que o "c" seria character. Pelo menos é o que diz o ...


12

As diferenças são sutis em como o arquivo que você passa no Path é interpretado. Basicamente, você tem dois métodos diferentes: ClassLoader.getResourceAsStream() e Class.getResourceAsStream(). Estes dois métodos irão localizar o recurso de maneira diferente. Class.getResourceAsStream Em Class.getResourceAsStream (caminho), o caminho é interpretado como ...


12

Mais benefícios em relação a que? Em criar classes inteiras para simular o mesmo resultado? Afinal a lambda usa a infraestrutura de classes para funcionar. Então a concisão é provavelmente o maior ganho. E isso não é pouco. Eu diria que junto com a concisão vem a simplificação do código, faz tudo ser definido em um lugar só. E simplificação ajuda evitar ...


11

Qual seria a principal diferença entre os dois? O Stream é uma classe abstrata base para todos os streams (definição mais completa) que podem existir, assim você pode codificar algoritmos que precisem de stream sem saber de onde eles vêm e vão. Já MemoryStream é uma classe concreta, obviamente derivada de Stream como pode ser observado no código da ...


10

Stream nada mais é do que a classe base e abstrata (ou seja, não pode ser instanciada) para todos os demais tipos de Stream disponíveis. MemoryStream é uma das implementações de Stream, que provê uma forma de você armazenar um Buffer (dados em bytes crus) em memória. Na página de documentação você encontrará diversas implementações nativas do próprio ...


10

Quase tudo já foi respondido em Como realmente entender Streams?. Nada a ver com streaming de video diretamente, embora a técnica seja a mesma. Você acessa um recurso que vai te dando a informação que deseja conforme vai solicitando, a forma exata como isso ocorre não importa. Em geral linguagens não possuem streams, bibliotecas sim, então qualquer uma ...


10

Bem, fiz esse teste: import java.util.stream.LongStream; class Teste { public static void main(String[] args) { var limite = 50_000_000_000L; var x = new long[1]; var inicioStream1 = System.currentTimeMillis(); LongStream.range(0, limite).forEach(z -> x[0] = z); var terminoStream1 = System.currentTimeMillis();...


9

Acabei de responder sobre isto (O LINQ é o stream do C#). O stream é uma abstração, é uma camada a mais para executar, há um custo para fazer esta infraestrutura funcionar, há chamadas de função onde não deveria ocorrer no puro, há indireções, tudo isso tem custo, então ele precisa ser mais caro que a execução pura e simples de um laço. Está executando mais ...


8

A API de Streams disponível a partir do Java 8, passou a trazer diversos benefícios, vamos primeiro definir o algoritmo serial vs o algoritmo paralelo. Recomendo a leitura desta pergunta, a minha resposta procura explorar estes dois paradigmas da computação: Multi-core CPUs - Por que minha aplicação não utiliza todos os núcleos do ...


8

É só user o uppercase: #include <iostream> using namespace std; int main(void) { int n; cin >> n; cout << uppercase << hex << n << endl; } Veja funcionando no ideone. E no repl.it. Também coloquei no GitHub para referência futura. Documentação.


7

Você pode converter para bytes e depois para MemoryStream que é um objeto que herda de System.IO.Stream. string conteudo = "Teste"; byte[] array = Encoding.UTF8.GetBytes(conteudo); MemoryStream stream = new MemoryStream(array);


7

Por que não usar um for simples? private double getValorVenda() { double valor = 0.0; for (Produto produto : produtos) { valor += produto.getValor(Venda.class); } return valor; } O método forEach serve para "fazer algo" com cada elemento da lista, tanto que ele recebe como parâmetro um Consumer (uma operação que faz algo com o ...


6

Segue a visão explicativa da sintaxe com referencias detalhadas em links: BasicDBList list = (... Implementa Collection ...) A nova interface Collection (java 8) traz a implementação default de ambos: default Stream<E> stream() { default Stream<E> parallelStream() { No seu caso sendo chamado explicitamente pela sua Collection: Nota-se que ...


6

Você pode usar o MemoryStream. Você tem que ver se precisa fazer alguma conversão antes ou não. using System.IO; using System; public class Program { public static void Main() { var texto = "meu texto aqui"; var stream = new MemoryStream(); StreamWriter writer = new StreamWriter(stream); writer.Write(texto); ...


6

Use isso: List<Integer> lista2 = lista.stream() .map(x -> (Integer) x[0]) .collect(Collectors.toList()); System.out.println(lista2); Saída: [1, 2] Veja aqui funcionando no ideone.


6

Acredito que o que você precisa é o groupingBy. Aproveitando sua lista routes e passando como critério de agrupamento uma propriedade da classe Route, no caso, getOrigem(): Map<String, List<Route>> rotasAgrupadas = routes.stream().collect(Collectors.groupingBy(Route::getOrigem);


5

Como já dito anteriormente, o STREAM é uma classe abstrata. MEMORYSTREAM é uma classe derivada dessa classe, como também o FILESTREAM. Eu costumo usar MEMORYSTREAM quando estou trabalhando com arquivos pequenos e não vejo problemas em mantê-los integralmente em memoria (MEMORYSTREAM). Ex. uma foto, ou algo assim. Já quando se vai trabalhar com arquivos ...


5

A resposta aceita já responde o que é importante saber sobre a questão. Porém, ainda senti uma brecha solta: e como seria usando reduce? Preliminares Para começar, precisamos entender quais são os tipos possíveis de reduce; os tipos são os seguintes (na frente eu pus um alias para eu poder me referir ao longo do texto): op-reduce: Optional<T> reduce(...


5

A versão inicial da pergunta pedia: Tem alguma forma de fazer isso sem usar esse Map intermediário de maneira explícita? Daria para usar collectingAndThen: Stream<Elemento> stream = elementos.stream().collect( Collectors.collectingAndThen( Collectors.groupingBy(Elemento::getClassificacao), map -> map.values().stream() ...


4

Você não precisa criar uma outra lista filtrada, pode aproveitar que está usando streams e usar o método filter: Map<String, List<Pessoa>> map = listPessoas.stream() // filtrar pelo critério que vc precisa .filter(pessoa -> pessoa.getName().endsWith("o")) // agrupar por data de nascimento .collect(Collectors.groupingBy(Pessoa::...


4

Porque você não usa o método Method.isBridge() para te ajudar? Aqui vai o MCVE: import java.lang.reflect.Method; import java.lang.reflect.Modifier; import java.util.stream.Stream; public class MyClass { public static boolean isPublicDeclaredGetter(Method m) { int mod = m.getModifiers(); Class<?> returnType = m.getReturnType(); ...


3

HTTP Header Range (Download de arquivos por partes) O PHP permite não só para vídeos, mas para qualquer tipo de download, montar um script de gerenciamento de entrega de partes de arquivos. É dessa maneira que site como Mega ou outros especializados em Download, gerenciam a banda utilizada, velocidade e qualquer outra limitação que o serviço tiver para ...


3

Apenas tire as dependências de System.Windows.Forms. SaveFileDialog e MessageBox são duas coisas que você não poderá usar, pois eles fazem parte do namespace System.Windos.Forms. Como o caminho do arquivo está vindo do SaveFileDialog, você terá que passar o caminho "manualmente" ou desenvolver alguma função que possibilite o usuário de escolher este caminho ...


3

Tire todas partes do Windows Forms. O nome do arquivo que está vindo de saveFileDialog.OpenFile() será substituído, em linhas gerais, por (exemplo): new FileStream("caminho do arquivo aqui", FileAccess.Write); Documentação. Pode variar conforme a necessidade. Outras formas podem ser mais adequadas dependendo da situação.


3

Minha linguagem principal não é Java, portanto vou tentar te ajudar Pelo que consegui interpretar o seu código do servidor mata a conexão com o cliente assim que é enviada a primeira mensagem ("Servidor: Java é uma boa linguagem!") considerando que entrada.hasNextLine() é falso em um primeiro momento, logo o loop infinito é executado novamente, aceitando ...


3

Primeiro, se vai pegar um número que pode ser escrito com ponto flutuante, o tipo da variável deve ser float e não int. É esquisito fazer isto, porque se quer números inteiros, peça inteiros, aí não precisa fazer nada. Mas deve ser algum exercício maluco sem sentido. Pode usar outra forma, mas é mais complexo. Para saber se um número que pode ter parte ...


3

Se você mudar o tipo das duas propriedades da sua classe para DateTimeOffset você vai ser em debug que no final do valor ele vai estar com -2, ao descerializar o objeto e olhar o mesmo valor na nova classe o valor vai estar 0, são exatamente as duas horas que estão aumentando. Basta mudar a forma como você cria a data que ele vai funcionar normal. ...


3

Essa expressão regular deve ajudar: String html = ""// seu html... String replaced = html.replaceAll("\\<(.+?)\\>(.+?)\\<(.+?)\\>", "[$1]$2[$3]"); Segue o bloco completo, fazendo a conversões antes de escrever no outputstream: while ((bufferLength = fis.read(buffer)) > 0) { // transforma o byte array em uma string unicode String ...


3

Conrad, Acho que você já deve ter resolvido o problema mas vale a reflexão. Achei sua solução bem inteligente e não entendo por que o flush está dando problema. Não acho que um arquivo de 3MB seja grande mas vejo que é preciso re-avaliar o propósito da funcionalidade. A solução que está usando agora é genuinamente complexa: você está estabelecendo uma ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam