Respostas interessantes marcadas com a tag

20

Faça um teste com os dois e chegue à conclusão por você mesmo nas condições do que você vai usar. O código tem menos influência que a base de dados onde só você tem acesso. E tenha em mente que no futuro com uma base um pouco diferente da atual isto pode mudar. Talvez você faça um teste e não consiga perceber a diferença. Aí você saberá que a performance ...


8

Conclusão: Dê preferência a escrever as queries no lado do aplicativo em vez de escrever em stored procedures. Por que: A seguir, alguns fatores que pendem para o lado de escrever queries no lado do aplicativo em vez de escrever no lado do banco de dados. Performance Para o banco de dados, não há nenhuma diferença entre executar queries em stored ...


7

No SQL Server Management Studio, expanda o banco onde a procedure foi criada. Clique em Programmability, depois clique em Stored Procedures. Dentro desse diretório do Stored Procedures você verá todas as procedures criadas para este seu banco. Clique com o botão direito no nome da procedure que deseja ver o código, depois selecione Script Stored Procedure ...


6

Você precisará montar um SQL dinamicamente, utilizando campo como variável: CREATE PROCEDURE nome_procedure(campo VARCHAR(15)) BEGIN SET @temp1 = CONCAT('SELECT id as id, ', campo, ' as value FROM tabela etc etc etc'); PREPARE stmt1 FROM @temp1; EXECUTE stmt1; DEALLOCATE PREPARE stmt1; END $$


5

Uma solução é criar a tabela do zero com os dados da anterior: CREATE TABLE TAB_FORNECEDOR2 AS SELECT * FROM TAB_FORNECEDOR; Lembrando que para isso você deve remover a TAB_FORNECEDOR2 caso já exista. Se apenas precisa manter as duas sincronizadas, melhor dar mais detalhes na pergunta. Importante: se você precisar definir constraints ...


5

Tenta: SELECT * FROM tabela WHERE (id = @varid OR @varid IS NULL)


5

Wagner, você precisa testar se existe antes de excluir. IF EXISTS(SELECT [name] FROM tempdb.sys.tables WHERE [name] like '#temp%') BEGIN DROP TABLE #temp; END;


5

Sempre que estamos montando uma string e dentro dessa string é necessário ter outra string, temos algumas saídas: Como no SQL tanto ' como " iniciam e finalizam uma string, podemos intercalar esses caracteres para formar uma string dentro da outra: set @comando = 'select count(*) as qtdeCaminhoes'; set @comando = concat(@comando, ' from tb_vbv where classe ...


5

Basicamente isso: INSERT INTO tabela SET coluna = IF( @variavel IN (1,2,3), 1, 0 ); O IN retorna verdadeiro se a variável estiver na lista O IF retorna o segundo valor se a primeira expressão for verdade, senão retorna o terceiro. Veja funcionando no SQL Fiddle. Notas: Em T-SQL a partir do 2012, existe a função IIF, que funciona da mesma forma que o IF ...


4

Ela já foi apagada. Para evitar o erro, verifique antes se a operação pode ser exeutada: IF OBJECT_ID('tempdb..#Temp') IS NOT NULL BEGIN DROP TABLE #Temp END


4

Provavelmente seu erro está na chamada, tente da seguinte maneira: EXEC sp_listaFuncionarios @nome_dept = 'Marketing' Você terá problemas para passar o parâmetro com estas aspas. Talvez seja melhor filtrar pelo id do departamento se essa coluna existir, dessa forma: CREATE PROCEDURE sp_listaFuncionarios @id_dept varchar(50) as SELECT * FROM Funcionarios ...


4

Se a resposta for de um DBA, claro que ele vai dizer que não há problema algum e que deve ser criado procs no banco, se for um desenvolvedor que trabalha com um ORM, claro que ele vai falar para você usar seus métodos na aplicação para fazer seus CRUD. A questão aqui é; você pode usar um ORM, sua aplicação vai suportar ele sem perda de performance? Você ...


4

SCOPE_IDENTITY() Você só precisa da seguinte linha pra atribuir o código que foi inserido: SET @codJogo = SCOPE_IDENTITY(); SCOPE_IDENTITY Retorna o último valor de identidade inserido em uma coluna de identidade no mesmo escopo. Um escopo é um módulo: um procedimento armazenado, gatilho, função ou lote. Portanto, duas instruções estarão no mesmo ...


4

Se você quiser o texto em uma célula de resultado, você pode usar essa query: select [text] from sys.syscomments comm inner join sys.procedures procs on procs.object_id = comm.id where procs.[name] = 'foo' Apenas troque foo pelo nome da sua procedure. Se você quiser o texto para leitura, pode abrir uma nova query, apertar CTRL+T (isso ...


4

Existe sim, o correto é esta sintaxe (usando seu código como exemplo): var result = context.Database.SqlQuery<Pessoa>( "SP_Busca_Cliente @Nome", new SqlParameter("@Nome", nome)); Não precisa do "Exec" antes do nome da procedure, é só colocar o nome da procedure e a lista de parâmetros. Fonte.


4

Uma view é tratada "como se fosse" uma tabela pelo banco de dados. Basicamente é um select salvo no banco. É utilizada para salvar uma visualização (select) no banco. Já stored procedure como o nome diz, é uma sequência de procedimentos, que pode incluir comandos "DML" como select, update e insert ou "DDL", como create table por exemplo. Uma stored ...


4

O SQL Fiddle, talvez por segurança não deixa executar a chamada da procedure na aba de execução. a mensagem é exatamente esta; DDL and DML statements are not allowed in the query panel for MySQL; only SELECT statements are allowed. Put DDL and DML in the schema panel. Traduzindo Instruções DDL e DML não são permitidas no painel de consulta do MySQL; ...


3

tente estabelecer uma nova conexão com o banco. Caso você tenha executado a chamada da procedures via PHPMyAdmin será necessário utilizar outro browser, ou fechar o atual completamente antes de tentar entrar no banco de dados novamente, pois o servidor reconhece que você ainda está "aguardando" receber a resposta a sua solicitação. Execute o comando SHOW ...


3

Problema corrigido! Logo após a finalização da adição de parâmetros faltava a seguinte linha: cmdProcedure.CommandType = CommandType.StoredProcedure; problema resolvido.


3

Você pode passar tabelas como parâmetros. Primeiramente crie o TABLE TYPE: CREATE TYPE IntegerTableType AS TABLE (Id INT) Na criação da procedure, você pode utilizar este padrão: CREATE PROCEDURE pr_lista_produtos (@Ids dbo.IntegerTableType READONLY) ... para utilização, no C#, coloque os ids em uma DataTable e passe em um parâmetro "Structured" na ...


3

Algumas considerações sobre segurança De acordo com o que você descreveu, sugiro que verifique os seguintes tópicos: Não mande a sua senha para ser criptografada no banco. Durante esse processo qualquer um ouvindo a sua interação com ele pode descobrir a senha. Mesmo que você tenha alguma medida de segurança na camada de transporte, é 1000% mais seguro ...


3

Existem algumas formas para se obter o ID do seu ultimo insert, como o @@IDENTITY, SCOPE_IDENTITY(), IDENT_CURRENT('nome da tabela aqui')OUTPUT e o SELECT MAX. No seu caso o uso do @@IDENTITY ou SCOPE_IDENTITY() são os mais eficazes. Veja aqui a descrição de cada um. Eu utilizo geralmente o SCOPE_IDENTITY() por ser uma maneira mais garantida de saber o ...


3

Acredito que não. Em geral, nada que ocorre no servidor SQL é mostrado pelo usuário, e todo acesso ao banco de dados é realizado por intermédio de um software que constitui a aplicação. Isso significa que uma alertbox por exemplo, não funcionaria mesmo se essa opção existisse, pois ou esse alertbox iria ser mostrada no servidor SQL, e a aplicação não o ...


3

Para realizar o processo que você quer, pode-se utilizar um cursor para percorrer as linhas e selecionar o valor anterior, atualizando assim o novo valor: create procedure atualizar as begin declare @id int, @nStock int, @nProduz int, @necessidade int; set nocount on; declare cursorEstoque cursor local ...


3

Execução de Store Procedure no JPA 2.0 não é possível através de métodos prontos, como pode ver neste link. JPA 2.0 does not have any direct support for stored procedures. O que você pode fazer é tentar executar a Store Procedure através de Native Query, desta forma em um banco Oracle, como no exemplo do link: Query query = em.createNativeQuery("BEGIN ...


3

Se você declarar a tabela temporária em contexto externo ao procedimento, ela é visível no procedimento e também no comando SQL dinâmico executado dentro do procedimento. Você deve executar o INSERT dentro do comando SQL dinâmico. Desta forma, ao terminar a execução do procedimento, a tabela temporária estará com as informações inseridas e poderá ser ...


3

Não entendo por que você precisa utilizar um foreach nesse caso, se colocar tudo em uma query vc pode utilizar um in. De qualquer maneira se realmente quiser usar o foreach pode fazer algo parecido com a resposta https://stackoverflow.com/a/18514429/8099197 declare @temp_cars TABLE (IDCARRO INT, DESC_CARRO VARCHAR(10)) INSERT INTO @temp_cars SELECT 1,'BMW'...


3

Imagina que a resolução seja algo nesta linha: DELIMITER $$ CREATE PROCEDURE AumentarSalario(IN quantidade INT, codigoFuncionario INT) BEGIN IF quantidade = 1 THEN <update que aumenta salario em 300 usando o codigoFuncionario recebido> ELSE <update que aumenta salario em 500 usando o codigoFuncionario recebido> ...


3

VIEWS Uma VIEW é, basicamente, uma consulta sql, onde construímos uma query, normalmente mais complexa do que um simples SELECT, e que depois podemos utilizar como se fosse uma tabela. Exemplo CREATE VIEW V_Exemplo AS SELECT T1.Id , T1.Data , T2.Texto FROM T1 INNER JOIN T2 ON T2.IdT1 = T1.Id O exemplo ...


3

Use os comandos PREPARE e EXECUTE: PREPARE myquery FROM comando; EXECUTE myquery; Podes dar uma pesquisada em mais links como este. delimiter $$ create procedure eixos_caminhao (in numeroEixos int) begin set @comando := 'select classe, velocidade, date(data) as data, pesoEixo1, pesoEixo2'; if (numeroEixos > 2) set @comando:= concat(@comando, ', ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam