Respostas interessantes marcadas com a tag

14

Depende do que estiver rodando: pode ser que ocorra nada pode ser que ocorra o mínimo e fique fazendo isso sem ocupar memória porque o acionamento provoca algo momentâneo apenas pode ser que vá ocupando 1 byte cada vez que ela tem um acionamento, o que levaria anos para estourar a memória típica de um computador, em considerando a memória virtual poderá ...


4

Não é possível alterar pela mesma razão que não é possível no foreach "normal". Em alternativa use Parallel.For.


4

Boa tarde Leonardo, Primeiramente vamos quebrar o problema em pequenas partes: O que seu programa deve fazer? Pelo título posto, "inverte", é fácil deduzir que ele quer inverter uma string usando uma estrutura de pilhas, onde o usuário vai digitar uma palavra/frase e a mesma deve ser impressa invertida ao final da execução. Mas a final, como posso fazer ...


2

Tatiane, seu primeiro if vendo o valor de i está incorreto, e sua verificação no segundo if, é necessária que seja isolada com parênteses, veja uma possível correção: def balanceada(string): pilha = [] for i in string: #Aqui as condições de igualdade estavam erradas #if i =='(' or '[' or '{': if i =='(' or i =='[' or i == '{': pilha....


1

Em nenhum mo momento este código faz uso do heap, então a confusão do que está acontecendo aí é geral. Imagino que nem percebe que está misturando código C com C++. Pode, funciona, mas não é desejável, se souber o que está fazendo, ok, mas em geral as pessoas fazem isto por acidente. Seria bom ler algumas coisas antes para entender o básico desses ...


1

A maior parte do erro é na verdade algo muito simples e distração mesmo, que é o facto de estar a chamar a mesma função mais de uma vez: mpy(&p); // <-- mpy aqui printf("\nmultiplicacao: %.1f\n",mpy(&p) /* <-- e aqui*/); add(&p); // <-- add aqui printf("\nadicao: %.1f\n",add(&p) /* <-- e aqui */); E o mesmo acontece para todas ...


1

Boa tarde Wingeds, Acredito que exista um problema conceitual na sua Pilha, que, por definição, são estruturas de dados LIFO (Last in, first out). Elas podem ser implementadas, dentre outras formas, através de Vetores dinâmicos e de Listas encadeadas. No caso que você apresentou o que pude perceber é que você está usando a instancia de um TAD para ...


1

A partir da informação que está na pergunta é possível ver que tem (pelo menos) uma coisa errada: na criação do vetor de ponteiros é necessário inicializar os ponteiros, o que não está sendo feito: TPilha* cria_pilha(int tam) { TPilha* aux = (TPilha*)malloc(sizeof(TPilha)); aux->PILHA = (char**)malloc(sizeof(char*) * tam); memset(aux->...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam