Novas respostas marcadas com a tag

-2

Como dito pelo Maniero, creio que o update seria uma forma mais limpa para seu código e seu banco, lembre-se sempre que um banco de dados são informações usadas por outros softwares, então, não se preocupe com aparência, e sim com um código limpo e de fácil manutenção, deixe a aparência para os vossos queridos front end, e focamos em códigos brutos! Boa ...


1

JOIN é usado para ligar tabelas através de um valor em comum. UNION é usado para juntar duas ou mais queries e trazar o resultado todo junto Sim, os resultados são bem diferentes, o objetivo de um é relacionar as tabelas, o outro juntar resultados. Veja esse exemplo: inserir a descrição do link aqui Se apenas fizer UNION sem relacionar as tabelas vai ...


-2

Cara te aconselho a usar uma string mesmo, pois vc pode ter problemas com 0 a esquerda pq eles podem ser desconsiderados.


4

É possível de utilizar o ROW_NUMBER para estabelecer um índice para a categoria, assim, com o PATITION BY, toda vez que for uma categoria nova, ele reinicia o índice. Coloque isto como uma subselect e no WHERE da consulta de fora coloque filtrando a quantidade. SELECT * FROM ( SELECT ROW_NUMBER() OVER(PARTITION BY "PRODUCT_CATEGORIES"."IDCATEGORY" ...


1

Compromete um pouco o tempo da requisição, mas creio que resolva seu problema ao usar uma subquery select "products".*, "product_categories"."idCategory" as "idCategory" from "products" inner join "product_categories" on "products"."id" = (SELECT "product_categories"."idProduct" FROM 'product_categories' where "product_categories"."...


0

Nesse caso você pode utilizar um Scheduler Job para realizar esse procedimento em uma frequência diária. O ideal é que você trocasse os valores de 'S' e 'N' para 1 ou 0 pensando na questão de performance, mas seguindo o seu update acima, aconselho a você criar uma procedure dessa maneira: CREATE PROCEDURE P_INATIVA_PRODUTO IS BEGIN UPDATE inativa_produto ...


0

Bom dia Uma forma de eliminar varredura em uma tabela seria reaproveitar o dado para ambas as situações. Neste caso, é possível a aplicação. SELECT SUM(CASE WHEN l.created_at >= DATE(CURRENT_DATE) - interval '30 days' THEN 1 ELSE 0 END) AS last_login_x1, SUM(CASE WHEN l.created_at < DATE(CURRENT_DATE) - interval '30 days' THEN 1 ELSE 0 END) ...


0

Pode tentar criar duas variáveis e utilizar as variáveis ao invés da data propriamente dita Vide imagem abaixo


0

A linha 70 do teu código é onde fica o update, o problema é que o campo url_imagem é uma string e você quer informar um conteúdo sem aspas. Faça a seguinte alteração $query = mysqli_query($conn, "UPDATE artista SET url_imagem = '" . $_UP['pasta'] . $nome_final . "' WHERE id_autor=1");


0

Parece-me estás a definir o valor do ID_Candidato incorretamente. Em vez de {1} não deverias ter algo do tipo {id_candidato}? Tipo assim: id_candidato = <ID do candidato aqui> cursorUrl.execute(f'insert into tweets (ID_Candidato, Conteudo_Tweet) values ({id_candidato}, "{tweet}")')


1

Como é possível verificar pela mensagem de erro, mais especificamente em near 'Pessoal, recebi, o problema não é nos caracteres citados, mas sim nas aspas do texto. Neste link há um exemplo melhor de como fazer este tipo de insert: https://stackoverflow.com/a/12902951/1256062 sql = "insert into tweets (ID_Candidato, Conteudo_Tweet) values (%s, %s)" ...


0

Estou tentando fazer um condição que impeça de salvar o mesmo nome de login de outro usuário já registrado. Sua pergunta não tem relação com o problema em si, porque sua solução é problemática e não resolve o que quer. Mesmo que sua ideia funcionasse, ele ainda apresenta um problema de race-condition. A solução para o seu caso é utilizar o UNIQUE, ...


1

Creio que se acrescentar o CRM no group by ele já vá dividir de acordo com a Cor e CRM Select a.TabAtendimentoSaida->TabMedicoId->TabPrestador->Codigo as CRM, a.TabAtendimentoSaida->TabMedicoId->TabPrestador->Nome as Médico, Case b.Prioridade->Cor When '$00FF8000' Then 'AZUL' When '$0000FF00' Then 'VERDE' ...


1

Conforme dito nos comentários acima, basta habilitar o usuário SA. Um exemplo de como fazer isso está no nesse link.


0

Resolvi fazendo uma consulta fazendo um where no login $stmt = $DB_con->prepare("SELECT * FROM usuario WHERE login='$login'"); $stmt->execute(); if($stmt->rowCount() > 0) { $errMSG = "Por favor Insira um login diferente"; }


1

Presumindo que seu campo final_vigencia sejam do tipo DATE faça: SELECT codigo, MAX(final_vigencia) FROM sua_tabela GROUP BY codigo;


1

Você pode tentar fazer explicitando o join: SELECT ph FROM Person p JOIN p.phones ph E o retorno esperado é o mesmo do mapeamento da entidade: Set<PhoneEntity> O código final ficaria mais ou menos assim: String jpql = "SELECT ph FROM Person p JOIN p.phones ph"; Query query = em.createQuery(jpql); Set<PhoneEntity> phones = query....


0

Se eu entendi o que você está querendo, você pode utilizar um simples JOIN: SELECT tx.id AS "TabelaX ID", t2.id AS "Tabela2 ID", t2.coluna1, t2.coluna2 FROM TabelaX tx JOIN Tabela2 t2 ON (tx.coluna1 = t2.id OR tx.coluna2 = t2.id);


0

Solução: Quando se esta na cláusula Join na API do Criteria, só é possível selecionar a chave primária da sua entidade, tornando as outras propriedades inacessíveis.


0

Você pode utilizar a seguinte query: SELECT CONVERT(VARCHAR(30),o.name) AS nome_tabela, ROW_COUNT(db_id(), o.id) AS qtd_registros, data_pages(db_id(), o.id, 0) AS paginas FROM sysobjects o WHERE type = 'U' ORDER BY nome_tabela Segue os tipos de objetos que você pode consultar: C – computed column D – default F – SQLJ function L – log N – ...


2

Basta fazer o join duas vezes, uma ligando idPrefeito e outra idVice, usando alias diferentes para cada uma: SELECT cidade.nome, ppref.nome as Prefeito, pvice.nome AS Vice FROM cidade JOIN pessoa ppref ON cidade.idPrefeito = ppref.id JOIN pessoa pvice ON cidade.idVice = pvice.id; Veja aqui um exemplo funcionando: http://sqlfiddle.com/


0

consegui resolver o problema da seguinte maneira IF (SELECT COUNT(COLUMN_NAME) AS resultado FROM INFORMATION_SCHEMA.COLUMNS WHERE TABLE_NAME = 'procedimentos_planos_tratamentos' AND COLUMN_NAME = 'tipo') THEN BEGIN ALTER TABLE procedimentos_planos_tratamentos ADD COLUMN tipo VARCHAR(1); END; END IF;


0

Muito obrigado, José ! A lógica ficou muito bem estruturada e o output foi exatamente o que eu precisava.


2

Olha, na sua tabela temporária você tem 1:N. Ou seja, cada TokenId pode aparecer várias vezes. Se você quer inseri-los somente uma vez, poderia agrupar os dados, pegando o ultimo registro de cada um. O fato é que mesmo o MERGE e o INSERT NOT EXISTS, vão acabar inserindo exatamente o que retorna no seu JOIN. Se você testar aquele INSERT NOT EXISTS, sem a ...


0

Consegui resolver com esse código. select lanc.id_contas, (sum((case when (lanc.id_tipo = 1 OR lanc.id_tipo = 5 or lanc.id_tipo = 4) then lanc.valor else 0 end)) + sum((case when (lanc.id_tipo = 2 or lanc.id_tipo = 3) then lanc.valor else 0 end))) AS Saldo from lancamentos lanc LEFT join contas as f on lanc.id_contas = f.id_contas where f.id_tipo_conta = ...


0

Consegui fazer assim, select lanc.id_contas, sum((case when (lanc.id_tipo = 1 OR lanc.id_tipo = 5) then lanc.valor else 0 end)) AS Receitas, sum((case when (lanc.id_tipo = 2) then lanc.valor else 0 end)) AS Despesas, (sum((case when (lanc.id_tipo = 1 OR lanc.id_tipo = 5) then lanc.valor else 0 end)) + sum((case when (lanc.id_tipo = 2) then lanc.valor ...


3

Você precisa de uma tabela de itens de pedido. Isto é chamado entidade associativa. Esta tabela estaria ligada ao pedido e uma entrada nela só existe porque existe um pedido. Isto é normalização básica. Nesta tabela você teria uma chave primária composta pelo número do pedido mais o sequencial do item entrado. Poderia só colocar o código do produto, mas em ...


0

Acabou que nem precisei da sub-query, pois acontece o seguinte no Sphinx: Eu tenho um arquivo de configuração no qual eu coloco o SELECT em que ele irá fazer no banco para indexar os registros, nesse arquivo eu consigo usar o INNER JOIN, pois ele segue a linguagem SQL do banco em que ele irá fazer o índice. Depois do índice feito, ele tem uma linguagem ...


2

Bom dia Fernando! Pensei aqui em duas soluções que possam talvez ajudar com o seu problema. Em ambos os casos você pode criar uma coluna ID em cada caso apresentado. Feito isso, vamos as soluções que pensei para tentar ajudar: 1) Criando essa coluna ID em ambos casos, verificar se ambos terão a mesma quantidade de linhas. Se elas tiverem a mesma quantidade,...


3

O problema é um pouco complexo. Avalie a seguinte sugestão: -- código #1 declare @Inicio_leitura date, @Inicio_mes_atual date; set @Inicio_mes_atual= dateadd (month, datediff (month, 0, cast (sysdatetime() as date)), 0); set @Inicio_leitura= dateadd (month, -13, @Inicio_mes_atual); with Calendario as ( SELECT @Inicio_leitura as Data union all SELECT ...


1

Pra fazer o JOIN precisaria de haver um relacionamento com chave estrangeira entre as tabelas. Por exemplo, seria inserir em qual projeto o orientador esta: ALTER TABLE orientador ADD COLUMN projeto_id INTEGER; ALTER TALBE orientador ADD CONSTRAINT fk_projeto_orientador FOREIGN KEY (projeto_id) REFERENCES projeto(id); Ai o SQL de JOIN poderia ser usado: ...


1

Se o seu campo "created_at" for um campo do tipo data e hora e você deseja ver a quantidade de cadastros nos últimos 7 dias quebrado por data, uma das formas de resolver seria assim: SELECT DAYOFWEEK(created_at) as dia_semana, YEAR(created_at) AS ano, MONTH(created_at) as mes, DAY(created_at) as dias, count(*) as total FROM users WHERE created_at > ...


0

Nâo precisa muito para perceber que o código que escreveu não faz sentido para aquilo que deseja fazer. UPDATE picture pc INNER JOIN cars AS c ON c.image = pc.ImName SET pc.ImName = c.image; Utilizou o UPDATE sendo que deseja inserir novos registros; fez um JOIN em tabelas não relacionadas (ou pelo menos você não comentou que existe uma chave ...


1

Existem diversas formas de se resolver isso, uma delas é utilizando a função SUBDATE() Ela serve para decrementar qualquer tipo de informação de um campo DATETIME. Exemplo: UPDATE sua_tabela SET hora = SUBDATE(hora, INTERVAL 1 HOUR); Segue um exemplo no SQLFiddle.


0

Depois de preencher os parâmetros, mas antes de consultar os dados, você tem que chamar o método ExecSQL para que o sistema execute o INSERT no banco de dados: // preenche os parâmetros qryCiDtemp.ParamByname('SuS').value := qryCidProcedimentoBKP.FieldByName('cdcid10').AsString; qryCIDtemp.ParamByname('Saude').value:= qryCid.FieldByName('cdcid10').AsString; ...


0

Consegui resolver simplificando um pouco e mudando a lógica: UPDATE A SET campo2 = True WHERE ((A.id) In (SELECT B.idA FROM B GROUP BY B.idA HAVING COUNT(*) > 1)); Eu precisava contar os B.idA para saber quais B.idA são repetidos e com isso setar um campo boolean para true em A. E fiz isso colocando uma restrição WHERE no UPDATE, e a restrição são os B....


0

Da maneira que esta realizando sua pesquisa esta passando o mesmo valor para as duas coluna, ou seja, nunca vai encontrar a categoria junto com a cidade. Uma solução seria criar uma nova tabela em seu select. SQL em MYSQL: SELECT * FROM (SELECT edicao.campo1, edicao.campo2, edicao.campo3, concat(categoria,' ', cidade) as categoria_cidade FROM ...


0

Tente fazer da seguinte forma... SELECT FORMAT (SUM (peso), 'N', 'pt-br') 'Peso' FROM tabela


0

Sua query está escrita errada: $stmt = $this->pdo->prepare("INSERT INTO [dbo].Usuarios VALUES('$nome','$email','$senha','$cluster','$situacoes_id','$niveis_acesso_id', '$empresa','$modified','$area','$escritorio','$contrato','$regional')"); Os parâmetros num prepared statement devem iniciar com dois-pontos e as aspas simples são desnecessárias,...


1

Você pode usar a clausula WHERE pra condição: select * from tabela1 a, tabela2 b WHERE a.Numero_tel_dest = b.Numero_tel_dest AND a.Numero_tel_origem = b.Numero_tel_origem


-1

Olá, Nicola! Quando o volume de dados é muito grande e eu tenho a possibilidade de reduzir o volume de dados que terei que manipular, eu utilizo CTEs(Common Table Expressions). Eu crio uma ou mais CTEs com intervalos de dados, já filtrados pelas condições que quero(intervalo de datas ou o código de um produto, por exemplo). As CTEs trabalham como tabelas ...


0

Você configurou 2 vezes as views? Primeira configuração: app.set('views', './views'); app.set('view engine','ejs'); Segunda configuração: app.set('views', __dirname + '/views'); app.set('view engine','ejs'); Não encontrei onde você está renderizando a view, o problema pode ser esse. Você deve renderizar com res.render('caminho_da_view'). Tenta fazer ...


0

Tente utilizar o comando CASE WHEN em sua consulta. O mesmo basicamente irá preencher com o valor que você quiser, caso sua coluna esteja com determinado valor. SELECT (CASE WHEN COLUNA IS NULL THEN 'ATIVIDADE' ELSE COLUNA END) AS ATIVIDADE FROM tbl_atividades


2

Vc faz isso após o create table. Não é possível colocar comentários no mesmo comando do create table. -- cria tabela CREATE TABLE user ( id number ); -- adiciona comentario comment on column user.id is 'unique ID'; Documentação Comment Documentação Create


0

O SQL fornece algumas conversões prontas de data e hora, aqui tem uma tabelinha: https://www.mssqltips.com/sqlservertip/1145/date-and-time-conversions-using-sql-server/ Conforme o link, poderia estar sendo feito assim: SELECT CONVERT(CHAR(7), GETDATE(), 111) AS [ANO/MES] FROM TABELA O padrão de retorno quando você faz CONVERT(VARCHAR, DATA, 111) é 'YYYY/...


As 50 principais respostas recentes são incluídas