Novas respostas marcadas com a tag

0

Boas, a tua query seria algo assim: SELECT juros FROM [tabela] where valor_min BETWEEN valor_min AND 2500 AND valor_max BETWEEN 2500 AND valor_max Entretanto, quando publiquei vi uma query apresentada, mais elegante, e mais simples. SELECT juros FROM sua_tabela WHERE 2500 BETWEEN valor_min AND valor_max


0

Select * from sua_tabela where 2500 >= valor_min and 2500 <= valor_max


1

Creio que a query abaixo atenda: SELECT juros FROM sua_tabela WHERE 2500 BETWEEN valor_min AND valor_max;


0

Consegui resolver, segue a solução para os próximos aventureiros: SELECT DISTRITO.NOME_DISTRITO, DERIVADA.NOME_UNIDADE, DERIVADA.TOTAL_PROCESSO, Count(SERVIDOR.UNIDADE_COD_UNIDADE) AS TOTAL_SERVIDOR FROM DISTRITO INNER JOIN ((SELECT UNIDADE.DISTRITO_COD_DISTRITO, UNIDADE.COD_UNIDADE, UNIDADE.NOME_UNIDADE, COUNT(PROCESSO.UNIDADE_COD_UNIDADE) AS ...


0

Resolvi responder a minha própria pergunta pois este um dia pode ajudar alguém com a mesma dúvida. Basicamente o que eu estava tentando fazer é ter acesso ao Banco de dados (SQLite BD). Mas para isso, eu precisava saber o nome da tabela no qual e o nome de medicamento para atualizar as informações. O que eu descobri é que eu posso passar parâmetros para ...


0

select case when tb_cli_pf.cpf is null then tb_cli_pj.cnpj else tb_cli_pf.cpf end as CGC, tb_cliente.nome as NAME, tb_cli_pj.nome_fanta as FANTASY, tb_cliente.contato as CONTACT, tb_cli_pf.dt_nascto as DATE_BIRTHDAY, tb_cliente.end_lograd as ADDRESS, tb_cliente.end_numero as NUMBER, tb_cliente.end_bairro as NEIGHBORHOOD, tb_cliente....


0

Oi, Acredito que você possa combinar um LEFT JOIN entre tbl_Unidade e tbl_Servidor e entre tbl_Unidade e tbl_Processo Ficaria assim select UNIDADE.Nome_Unidade, DISTRITO.Nome_Distrito, COUNT(SERVIDOR.Cod_Unidade) AS CONTAGEM_1, COUNT(PROCESSO.Cod_Unidade) AS CONTAGEM_2 from tbl_Unidade UNIDADE left join tbl_Servidor ...


0

tente algo desse gênero SELECT a1.nome_time, a2.nome_time FROM times a1, times a2 WHERE a1.nome_time < a2.nome_time and a1.nome_time <> a2.nome_time;


1

Consegui resolver com a seguinte query: Não havia necessidade de criar um relacionamento entre as duas tabelas. selecionei as duas tabelas individualmente e depois usei UNION para juntar os dados excluindo os repetidos. Dessa forma ficou muito rápido trazer os resultados. SELECT (IVT.sku) as SKU FROM item_inventarios as IVT WHERE IVT.id_inventario='252'...


0

Para dados repetidos, já é o conceito do GROUP BY , aqui tem explicação e ótimos exemplos:https://www.w3schools.com/sql/sql_groupby.asp em sua SQL, para agrupar tudo pelo SKU, é só usar GROUP BY SKU ao final. Espero ter ajudado, boa sorte!


2

Não, porque ao nome da coluna pode ser acrescentado o nome da tabela para a distinguir. Ao nomear uma coluna a preocupação deve ser identificá-la/descrever seu conteúdo da melhor forma possível. Nomes como fornecedor_nome e produto_nome não são necessários e devem ser evitados. Quando for necessário identificar/distiguir uma coluna use fornecedor.nome e ...


3

Não pode causar conflito, se fizer tudo certo, que é o que todo mundo faz. Na hora de usar os nomes em uma query deve ter uma qualificação completa, ou seja o nome da coluna e o nome da tabela (geralmente este nome é usado com um alias, então produto provavelmente será usado como p), então seu nome será p.nome, que será diferente de f.nome. Se não gostar da ...


1

No campo de valor vc tem que: Remover "R$" Remover "." Trocar "," por "." $valor_total = (float) str_replace(",", ".", str_replace(["R$", " ", "."], "", $_POST['total_pedido'])); **Você está utilizando uma função substr que está retornando parte do valor. E não tem necessidade nesse caso. Realizei o teste abaixo: $valor = "R$ 3.084,05"; $valor_total = (...


0

RESOLUÇÃO DO PROBLEMA: Acabei descobrindo, eu fiz o seguinte: IF Pcoluman = 'aceito' THEN if (v_respon_alg = 'Y') OR (v_respon_las = 'Y') OR (v_respon_nye = 'Y') OR (v_respon_vav = 'Y') THEN package_thea.validador(CASE WHEN (v_respon_vav = 'Y') THEN 'Seatle' ELSE 'Nova York', END, CASE WHEN (...


1

Sem você informar os campos da tabela fica difícil montar uma query mais específica. Mas pelo exemplo abaixo acredito que você possa entender o que deve ser feito. SELECT u.CamposDaTabelaUtilizador, p.CamposDaTabelaPontuacao FROM utilizadorers AS u INNER JOIN pontuacao as p ON u.IDutilizador = ID.pontuacao;


-3

Utilize PDO para solucionar essas questões. Você não precisará trabalhar com variáveis diretamente na Query. Para isso o PDO oferece o bind_param.


0

Talvez não seja melhor método para chamar um WSDL, mas acredito que o exemplo abaixo deva funcionar para você: DECLARE @obj int, @url VarChar(MAX), @response VarChar(MAX), @requestHeader VarChar(MAX), @requestBody VarChar(MAX) SET @url = 'http://....' SET @requestBody = '<soapenv:Envelope> <...


1

use o case, no campo de origem: No final seria o ideal fazer um group by DESCRICAO, mas nos meus testes não deu certo. SELECT Month(d.[doacao_sdt_data]) AS MES, Year(d.[doacao_sdt_data]) AS Ano, Sum(d.doacao_mon_valor) AS 'Valor_doacao', Count(d.pessoa_lng_codigo) AS 'Quantidade doações', (case when d....


1

Você pode, sim, adicionar a restrição UNIQUE a qualquer coluna que desejar, incluindo colunas de foreign keys. Essa é uma das estratégias possíveis para forçar relacionamentos do tipo 1 para 1 em tabelas separadas. Fazer isso não é tão comum, pois dados relacionados 1 para 1 são normalmente armazenados em uma mesma tabela do banco de dados. Mas existe, ...


0

Pelo que consegui entender de seu problema, tente: SELECT projeto.codProj, projeto.titulo, AVG(trabalhaem.horas) FROM projeto INNER JOIN trabalhaem ON (projeto.codProj = trabalhaem.codProj) HAVING (AVG(trabalhaem.horas) > 20) GROUP BY projeto.codigo, projeto.titulo;


1

Pelo que entendi um join usando os dois sql como tabelas virtuais , de resto é manipular os campos alinhados. SELECT * FROM ( SELECT MONTH(created) AS 'MES' , YEAR(created) AS 'ANO' , COUNT(Number) AS 'TOTAL' FROM [ServiceNow VR01].[dbo].[incident] WHERE created > '2013-01-01' GROUP BY YEAR(created), MONTH(created)) TC, (SELECT MONTH([Closed ...


0

Você pode incluir uma clausula where validando se já existe, por exemplo com not exists: INSERT INTO [BILLING].dbo.tbl_UserStatus (id, Status, DTStartPrem, DTEndPrem, Cash, Bonus) SELECT Account, '1', '2019-08-01 13:04:12.400','2019-08-01 13:04:12.400', '1','0' FROM inserted WHERE NOT EXISTS (SELECT * FROM [BILLING].dbo.tbl_UserStatus ...


1

A sua coluna ds_evolucao é do tipo LONG e, quando você tenta converter para VARCHAR2 sem explicitar o tamanho, o banco de dados tenta converte primeiramente para CLOB que tem um tamanho superior ao informado. Para atribuir com sucesso você pode limitar o tamanho total do resultado com a função SUBSTR: SELECT SUBSTR(pm.ds_evolucao, 1, 32000) INTO ...


2

Substitua a linha select pm.ds_evolucao into temporary_varchar na função para: select substr( pm.ds_evolucao, 1, 32000 ) into temporary_varchar você vai ver que funciona. Acontece que o tamanho da string pm.ds_evolucao é maior do que comporta a variável temporary_varchar EDIÇÃO Teste transformando LONG em VARCHAR2 DECLARE VAR1 LONG; VAR2 VARCHAR2(...


-1

Amigo, e se for contrário, os registro do Select vindo antes das linhas NULL, limitando um valor máximo de linhas(10 por exemplo). Isto é, as linhas NULL dinâmicas, se os registro apresentarem 8 linhas, a query deve trazer apenas 2 linhas NULL se considerar um limite de 10 linhas de espaço.


0

Passei por uma situação semelhante a qual resolvi utilizando Django Rest Framework para realizar as operações. Crie os os endpoints no projeto 2 e acesse através do projeto 1, você poderá criar views para buscar, inserir, editar e deletar informações no projeto 2 e acessar tudo através do projeto 1 sem necessidade de utilizar SQL manualmente dentro das views....


0

Tens aqui a solução. Mas falta criar a tabela temporária, sabes como criar? DECLARE @hDoc int DECLARE @XML XML SET @XML = '<rows> <row> <tracking> JU148345357BR</tracking> </row> <row> <tracking> PM318855649BR</tracking> </row></rows>' EXEC sp_xml_preparedocument @hDoc OUTPUT, @XML ...


0

Seria essa a query: var res = (from x in Contexto.Set<ReportePedido>() where x.PedidoId == 145 orderby x.EnderecoEstoque.Substring(0, x.EnderecoEstoque.IndexOf('-')) select x);


0

SELECT * FROM Cartao INNER JOIN Registo ON Registo.ID_Cartao=Cartao.ID_Cartao INNER JOIN Clientes ON Registo.ID_Cliente=Clientes.ID_Cliente WHERE Clientes.ID_Cliente=Registo.ID_Cliente AND Clientes.ID_Cliente NOT IN (2)


0

Tente algo desse genero pois o LIKE com a % no comeco irá pegar apenas as que comecam SELECT DISTINCT A.SEG1 ||'-'|| a.SEG2 ||'-'|| A.SEG3 FROM TB_TESTE WHERE A.SEG3 NOT LIKE '%C%' AND A.SEG3 NOT LIKE '%D%' AND A.SEG3 NOT LIKE '%E%' AND A.SEG3 NOT LIKE '%F%' AND A.SEG3 NOT LIKE '%G%' AND A.SEG1 NOT LIKE '%9';


0

Francisco Eduardo esta certo. Aqui tens um simples exemplo para Ajax HTML <form onsubmit="return OnSubmitData(this)"> <input type="text" name="teste"> <button type="submit">Enviar</button> </form> JAVASCRIPT function OnSubmitData(e) { let oForm = document.forms[e.id]; // Loop dos campos do formulario ...


0

Bruno, O problema se dá devido ao fato de voce está passando uma string (varchar) para um parametro que espera um numero (int) A sua procedure "inserirtodositens" tem dois paramatros : @idusuario int, e @idproduto int A chamada da procedure voce ta passando 594 para ID do usuario e um comando "select itemcodigo from xx.dbo.itens" que realmente vai falhar ...


0

Bom galera, consegui resolver a situação que eu tinha com alguns insights que tive com a resposta de todos. Basicamente fiz o select que eu já tinha duas vezes, trazendo apenas os campos de "A pagar" e "A receber" se parados e depois fiz um terceiros select para poder trazer as informações formatadas e com as exceções tratadas devidamente. Vou deixar abaixo ...


0

A quem possa interessar, consegui resolver da seguinte maneira:


0

Obrigado à todos! Deu certo utilizando a resposta do @Rodrigo Santiago em uma outra pergunta. if (resultSet.next()) { //Se passar ele vai estar na posicao 1 , já pronto para usar os getters do { //codigo } while (resultSet.next()); } else { //Se nao passar significa que não houve resultados ...


1

MySQL tal como outros serviços (SQL Server, Oracle, etc), tal como acabaste por explicar na tua descrição, permite multiplas consultas. Ou seja, o motor de base de dados recebe as coneções com o pedidos e estes são processados em fila, pela ordem de chegada, inclusive os mais demorados. Existe forma de melhorar, podes analisar aqui técnicas que existem, mas ...


1

Conforme respondido por @cantoni nesta pergunta. Um outra opção é utilizar o método isBeforeFirst() também da classe ResultSet. Este método retornará true se o cursor estiver antes do primeiro registro e false se o cursor estiver em qualquer posição ou se não há registros. Portanto, se este método for chamado logo após fazer a query e ele retornar false, ...


1

Bom, nos meus projetos, caso eu necessite muito saber se esse resultset está vazio ou não, eu faço o seguinte: rs.first(); //tenta mover o ponteiro ate a primeira linha caso exista if (!rs.first()){ //se nao existir uma primeira linha então o resultSet esta nulo. return null; } Logo em seguida, para voltar o resultSet para o inicio (no caso para usar ...


3

Altere a sua query para: select sum(quantidade_dias) as quantidade_dias from ferias_alunos WHERE rf =? AND exercicio ? O código rs.getInt("quantidade_dias") procura por um resultado cujo nome da coluna é quantidade_dias. Da forma como está a sua query original, ela conta quantos registros existem, mas não nomeia o nome da coluna de resultado, por isso que ...


1

Minha resposta vai ser bem parecida com o que respondi nesta pergunta. O método rs.next() irá andar no ResultSet, e caso exista um registro irá retornar true. Lembrando que o if( rs.next() ) irá só verificar se existe uma próxima linha como resultado, se você deseja iterar sobre várias linhas deve-se utilizar o while( rs.next() ). Nesse caso, ambos surtem ...


0

Não conheço result.next() mas pelo contexto eu diria que ao você usar no if e no while você está na verdade buscando o próximo resultado 2 vezes que acredito não ser o que queira. Você pode dizer var resultado = result.next() e depois fazer if (result != null) ou if (result.Count > 0) a depender do que o result.next() retorne para ver se retornou algum ...


2

DECIMAL(5,3) significa que o tamanho máximo são 5, sendo 3 digitos decimais, ou seja, o valor máximo é 99.999. Se precisar de 5 digitos e mais 3 decimais, então precisa de 8 digitos: DECIMAL(8,3) Veja a documentação do mysql: DECIMAL Data Type


1

a lógica do das faturas e do saldo colocaria desta forma. Quando quero N linhas agrupadas no resultado (numa só row e column). , 'FATURA' = ISNULL( (SELECT STUFF((SELECT ', ' + F.[ID] FROM [dbo].[fatura_lines] F WITH (NOLOCK) WHERE F.ID = CC.ID FOR XML PATH('')), 1, 1,'') AS FATURA)...


0

Tenta isso, espero que ajude SELECT * FROM nome_tabela WHERE Coluna1 NOT IN ( SELECT Coluna1 FROM nome_tabela GROUP BY Coluna1 HAVING Count(*) > 1 ) And Coluna2 NOT IN ( SELECT Coluna2 FROM nome_tabela GROUP BY Coluna2 HAVING Count(*) > 1 )


0

Pelo que percebi. Acho que precisas algo assim. SQL Server, dá feedback se ajudou. SELECT [data] ,cod_prod ,descricao ,(SELECT TOP 1 chave FROM [teste].[dbo].[products] B WHERE B.cod_prod = A.cod_prod) AS chave ,(SELECT TOP 1 fornecedor FROM [teste].[dbo].[products] B WHERE B.cod_prod = A.cod_prod) as fornecedor FROM [teste].[dbo].[...


5

Basta utilizar o valor que você possui, em segundos, adicionado ao dia 01/01/1970: SELECT DATEADD(SECOND, Column_Name, CAST('1970-01-01 00:00:00' AS DATETIME)) FROM Table_Name WHERE Condição What is the unix time stamp? The unix time stamp is a way to track time as a running total of seconds. This count starts at the Unix Epoch on January 1st, ...


0

Encontrei o Erro. Não estava salvando as alterações porque não ouve a confirmação utilizando o db.commit() antes de finalizar a conexão do banco de dados.


2

O Francisco tem rezão o que você deseja fazer do modo que esta tentando fazer não tem como funcionar. Vai ter que dar uma olhada em $ajax do jQuery e incluir ele em sua página. Ficaria algo assim usando .load que é mais simples: <div class="row"> <div class="col-md-3"> <div class="form-group"> <label for="codigo"...


1

Você pode utilizar a cláusula NOT EXISTS para verificar na tabela tarefa qual TipoTarefa não tem nenhum registro (utilizando o CROSS JOIN com a tabela quarto para realizar o vínculo de todos os TipoTarefa com todos os quarto): SELECT tt.descricao, q.ala, q.quarto, q.cama FROM tipotarefa tt CROSS JOIN quartos q WHERE NOT EXISTS(...


3

Não é possível fazer dessa forma. O interpretador do PHP vai ser executado no momento da requisição do navegador. Você precisa entender que existem dois atores: servidor e cliente. O servidor é responsável por processar o PHP e envia para o cliente (navegador) o resultado do código PHP já processado. O que você tá querendo fazer é processar código PHP no ...


As 50 principais respostas recentes são incluídas