Respostas interessantes marcadas com a tag

9

A notação para documentação significa o seguinte: { } ou < >: o que está dentro de chaves é obrigatório, deve ser usado { x | y } ou < x | y >: deve ser escolhida uma opção, x ou y, é obrigatório [ ]: o que está dentro dos colchetes é opcional, pode ser usando ou não Aqui mais detalhes sobre a notação usada na sintaxe: Sintax notation ...


4

Seu primeiro parâmetro faltou pegar a propriedade Texto dessa forma: cmd.Parameters.Add("@DPROD",SqlDbType.VarChar).Value=txtdesc.Text;


4

Você pode fazer um CURSOR para percorrer as tabelas que possuem aquela coluna e executar o ALTER TABLE para mudar o tipo: SET NOCOUNT ON; DECLARE @schema VARCHAR(50), @tabela VARCHAR(50), @coluna VARCHAR(50) = 'NOME_COLUNA'; DECLARE cursor_alteracao CURSOR FOR SELECT 'ALTER TABLE ' + c.table_schema + '.' + c.table_name + ' ALTER ...


3

As chaves são uma forma de agrupamento, significa que tudo que está ali dentro é uma coisa só, é como se fosse parenteses em uma expressão de programação normal que elimina a ambiguidade. Então obviamente dentro tem mais de um elemento, afinal não teria porque agrupar só uma coisa. Neste caso tem algo que deve escolher por isso tem o | (é um OU), portanto é ...


3

Esta é a forma de exibir a data, o banco de dados só retorna a data, como apresentá-la é feito depois. Você pode formatar as datas de algumas maneiras diferentes no sql-server: Usando CAST e CONVERT: formatam não só datas, mas outros tipos também. Pode usar um formato direto, por exemplo: SELECT FORMAT(GETDATE(), 'dd-mm-yyyy hh:mm:ss') ou pode ser usado ...


3

Você pode fazer uma query que conta as ocorrências na tabela em que a referência está dentro dos valores propostos, utilizando a cláusula COUNT. Depois disso basta usar a cláusula HAVING para verificar se o número de ocorrências é igual ao número de referências, como por exemplo: SELECT o.idOrder FROM @order o WHERE o.altcode IN ('77777777777', '...


2

Douglas, INNER JOIN compara as linhas de duas tabelas baseada em uma condição especificada na consulta. Esse tipo de join é usado na interseção de linhas que tem o mesmo valor em uma coluna (ou mais de uma coluna). As linhas retornadas são somente aquelas que estão não duas tabelas. CROSS JOIN é também chamado de Produto Cartesiano, onde todas as linhas da ...


2

Estou considerando que você tem uma tabela chamada Cliente, e nessa tabela tem um campo chamado DataNasc. O código abaixo retorna uma lista de todas as idades e a quantidade de registros com aquela idade: declare @hoje as datetime = getdate() select idade, count(*) as qtd_idade from ( select CASE WHEN datepart(mm,DataNasc) > datepart(mm,@hoje) OR ...


2

Data não possuem formatos, data são data, tem um ponto na linha do tempo, só isso, formatos podem ser aplicados em textos que são as representações visuais para humanos lerem de datas (o mesmo vale para números). Então no momento que for imprimir alguma data você pode escolher o formato que deseja. Uma forma pode ser assim: SELECT FORMAT(data, 'dd-mm-yyyy ...


2

Problema resolvido, no server_name estava utilizando : para separar a porta de conexão, mas o correto é utilizar ,.


2

Usando o UNION ALL do nosso amigo, acredito que pode dar certo. SELECT TIPO, [2019/01/10], [2019/02/10] [2019/03/10] FROM (select 'VL_VENCIDO'as TIPO, VENCIDO as VALOR from OPERACAO UNION ALL select 'VL_RECEBIDO'as TIPO, RECEBIDO as VALOR ...


2

Solução: Como dito pelo Ricardo Pontual nos comentários, é necessário colocar aspas no 123 Explicação Ao comparar dois tipos diferentes, é feita uma conversão implícita. Como dito na documentação: Quando um operador combinar duas expressões com tipos de dados diferentes, o tipo de dados com a precedência mais baixa será convertido no tipo de dados de ...


2

Como o erro já diz (em tradução livre): Erro no INSERT: Existem mais colunas na instrução INSERT do que valores especificados na cláusula VALUES Nos campos do seu INSERT você informa 24 campos mas nos VALUES você tem dois SELECT. Isso causa o segundo erro mostrado na imagem: Only one expression can be specified in the select list when the subquery is ...


1

O que você esqueceu foi declarar a variável,o próprio console mostrou isso: Msg 1087, Nível 16, Estado 1, Procedimento spConsulta, Linha 6 [Linha de Início do Lote 0] É necessário declarar a variável de tabela "@NameTable". Msg 1087, Nível 16, Estado 1, Procedimento spConsulta, Linha 7 [Linha de Início do Lote 0] É necessário declarar a variável de tabela "@...


1

Consulte @@rowcount para saber se retornou alguma linha na execução de SELECT. -- código #1 SELECT Value from AVL_AnalogInput1 where TimeStamp = (select max(TimeStamp) from AVL_AnalogInput1); IF @@rowcount = 0 PRINT 'nada a declarar'; Detalhes em @@rowcount.


1

Boa tarde, Crie as tabelas abaixo: create table Hoteis ( id_hotel int not null primary key identity ); create table Hoteis_Fotos( id_hotel_foto int not null primary key identity, fk_hotel int not null, foto varbinary(max), foreign key(fk_hotel) references Hoteis(id_hotel) ); Após criar, crie uma stored procedure para que o próprio banco de ...


1

Veja se no meu exemplo abaixo atende a tua necessidade: create table #temp (doc int,cliente int) insert into #temp values ('10','15') ,('10','15') ,('10','15') ,('23','59') ,('23','59') ,('23','59') select * , ROW_NUMBER () OVER (PARTITION BY doc ORDER BY doc ASC) as Parcela , ROW_NUMBER() OVER (ORDER BY doc) AS 'Row Number' , RANK() OVER ( ...


1

Para ver quais CPFs se repetem: Select t.cpf from tabelaComCampoCAND_SQ t inner join tabelaComCampoCANDPL_SQ t2 on t1.cpf = t2.cpf Mas se a necessidade é só uma validação antes de fazer inscrição atraso, basta vc consultar na tabela de inscrição regular se o CPF já existe: Select 1 from tabelaComCampoCAND_SQ t WHERE t.cpf = (valorCpf)


1

Você pode criar uma CTE com os dias entre as datas da seguinte forma: WITH dias AS ( SELECT CAST('2019-07-01' AS DATE) AS dia, 1 AS sequencia UNION ALL SELECT CAST(DATEADD(DAY, 1, dia) AS DATE), sequencia + 1 FROM dias WHERE dia < '2019-07-03 23:59:59' ) SELECT d.dia FROM dias d ORDER BY d.sequencia Depois apenas ...


1

Como a faixa está na mesma linha da tabela, pode usar o BETWEEN para encontrar o valor da entrega entre base e teto: select dados.nome, parametros.bonus from dados, parametros where dados.entrega between parametros.base and parametros.teto Neste exemplo, chamei a primeira tabela de parametros e a segunda de dados. Aproveitei o BETWEEN para fazer o JOIN ...


1

EXEMPLO1 - Formato direto, importante que o mês tem que estar com M maiusculo, por que o resultado pode aparecer o minutos ao invés do mês EXEMPLO2 - Exibe no formato que você precisa, porém o resultado é uma string, podendo ser convertida logo após para um datetime (EXEMPLO3). Ai fica da sua escolha. SELECT FORMAT(getdate(), 'dd-MM-yyyy hh:mm:ss') AS ...


1

É possível assim, talvez seja mais rápido e mais prático: SELECT idOrder, altcode from @ORDER where altcode in ( SELECT ALTCODE FROM ( SELECT COUNT(*) AS QT, ALTCODE FROM @ORDER GROUP BY ALTCODE ) a WHERE QT > 1 ) GROUP BY idorder, altcode ORDER BY idorder


1

Abra o SQL Management Studio, conecte-se ao servidor que ocupa toda a memória, com um usuário administrador. Clique com o direito sobre o servidor na janela Object Explorer e selecione Propriedades. Ajuste a memória e clique em OK.


1

Nelson, as duas respostas acimas estão muito completas. Vou adicionar uma observação aqui a respeito de banco de dados NoSql. Banco NoSql trabalham de uma forma completamente diferente dos bancos relacionais e, dependendo do contexto, você não precisa de chave primária somente de uma identificação do registro. A título de conhecimento é válido. Abraço. 🖖�...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam