Use Stack Overflow for Teams no trabalho para encontrar respostas num ambiente privado e seguro. Os primeiros 10 usuários são grátis. Registre-se

Respostas interessantes marcadas com a tag

187

1 - NÃO utilize as funções mysql_* pois as mesmas são consideradas obsoletas (deprecated) e logo serão removidas. Mais alguns motivos para não usá-las. Utilize prepared statements, isso vai reduzir a vulnerabilidade de sql injection, pois a consulta é dividida em duas partes, o comando sql e as marcações(? ou :nome) que serão substituidos pelos valores, o ...


49

Existem várias formas de se prevenir SQLInjection. Dois exemplos são: Função mysql_real_escape_string do php Uma forma genérica Prepared Statements A forma realmente eficiente Recomendo que dê uma lida na segunda opção e adote o PDO para manipulação de sua base de dados. Leia também: mysql_real_escape_string() versus Prepared Statements


41

Depois de ter sido atacado, ele pode ter colhido informações importantes que permitem que ele faça a invasão por outros meios. Quando você tem um servidor invadido, não é simples torná-lo seguro novamente. Se não conseguiu fazer eficazmente o que é simples, que é deixá-lo seguro inicialmente, agora vai ser bem mais difícil. Ele pode até estar fazendo isto ...


38

Não é mais recomendado a utilização da biblioteca mysql será descontinuada nas próximas versões. Para tanto existe algumas soluções: http://br2.php.net/mysqli http://www.php.net/manual/pt_BR/class.pdo.php http://medoo.in/ esta é a que eu uso. Já tem muitas sql genérica pronta! Vale a pena conferir. OBS: a biblioteca mais rápida é a mysqli, pois por ...


34

Simplesmente não use string concatenation, use parametros SQL sempre, ou uma lib que o faça por si. No seu exemplo com parametro o user inseriria '1); DROP TABLE Produtos;' na coluna, se esta o permitisse, caso contrário receberia um estoiro. Na minha framework eu estou a usar o NotORM para a camada de dados, e previne muitos problemas inerentes ao SQL ...


30

Achei estranho ninguém citar Stored Procedure. Além de evitar SQL Injection, você ganha perfomance, visto que elas são compiladas. Create PROCEDURE stp_ExemploInsert @nome varchar(200), @idade smallint as BEGIN Set nocount on; --não traz nenhum retorno de linha extra; Insert tabela_exemplo (nome,idade) values (@nome, @idade) END Dai no PHP, não me ...


29

Como acontece um SQL Injection? Vamos alterar seu exemplo um pouco: SqlCommand comm = new SqlCommand("UPDATE Contatos Set Telefone = " + txtTelefone.Text + " " + "WHERE Nome = @Nome", conn); Suponha agora que eu digite em txtTelefone o seguinte comando: 0 where 1=0; drop database MeuSistema; Dependendo da permissão do usuário, ...


27

Me parece que você está se referindo a prepared statements. O que acontece é que ao informar uma consulta com parâmetro para a biblioteca de conexão com o banco de dados, ela trata o valor recebido como um parâmetro, fazendo todos os escapes de forma transparente, impossibilitando que um valor passado modifique o comportamento da consulta. Para utilizar ...


21

Uma boa forma de previnir injeções de SQL é também já utilizando soluções prontas para este. Talvez, a utilização de Frameworks Full Stacks - que já possuem várias soluções prontas para o programador, desde validações até segurança - possa ajudar em relação à segurança de sua aplicação. Caso não haja necessidade da utilização de um Framework Full Stack, eu ...


18

Este é um placeholder para uma consulta parametrizada (parameterized query). É um parâmetro anônimo para a query. Ele é usado para evitar SQL Injection mesmo, mas não só. Com ele não dá para injetar partes de uma query dentro da sua query. Seria algo como usar "SELECT * FROM tabela WHERE username = $par1 OR username = $par2" mas tem a vantagem que é ...


18

Estes métodos sabem limpar o conteúdo. Eles retiram qualquer texto potencialmente perigoso. Como ali se espera algo bem limitado, ou seja, apenas números ou um texto como string (entre aspas), qualquer coisa que fuja disto é considerado lixo e é descartado. Então elementos que façam parte da sintaxe do SQL não podem ser injetados na consulta alterando seu ...


13

$user = "1;DROP TABLE Users;"; $SQL = "SELECT * FROM Users WHERE User=$user"; Se a variavel $user for algo preenchido pelo utilizador e o utilizador colocar no seu valor algo como o que tenho no exemplo acima, o MySQL vai executar SELECT * FROM Users WHERE User=1;DROP TABLE Users; O que vai resultar num drop à tabela Users. Ao usar PDO, ou prepared ...


13

Keylogger: Ocorre quando alguém utiliza hardware ou software para registrar cada tecla que o usuário utilizou. O atacante pode depois fazer uma análise dos textos para encontrar nomes de usuário, senhas, números de contas bancárias etc. Como se defender: utilize anti-vírus para se proteger da versão em software, uma vez que se trata de malware. A versão em ...


13

Não é o $_GET que é inseguro, o problema é como usa ele. Os dados podem vir por $_GET, $_POST, $_COOKIE ou até uma string gravada previamente em um arquivo e posteriormente adicionada a execução de uma query. O problema está em como passar diretamente os valores na query, por exemplo: SELECT * FROM tabela WHERE nome LIKE '%{$_GET['nome']}%' Desta forma ...


11

Prevenir-se contra ataques, às vezes é fácil, e às vezes é difícil, isso dependendo do conhecimento de quem está a criar essas barreiras. Atualmente existem várias bibliotecas do tipo Open Source pela internet, capazes de lidar com uma boa parte dos ataques até hoje elaborados. Quanto as funções/bibliotecas "padrão" se posso assim dizer, atualmente, existem ...


10

Seguindo o que dito em uma pergunta semelhante no SOen, as consultas e com prepared statements são enviadas ao banco de dados de forma separada dos dados assim não é possível ter duas consultas SQL (a injeção de SQL). Contudo Prepared statements Não é uma solução 100% garantida, a casos onde ela não é 100% eficaz ou onde não é possivel usar Prepared ...


10

Não existe uma forma certa de explorar isso. Basicamente você precisa entender quem acessa o site e qual o foco dos usuários e muitas vezes não basta somente utilizar uma técnica, por exemplo: Vamos supor que os usuários do site em questão possuam conta no Site XPTO. Você poderia criar um redirecionamento ou um iframe para uma página false do Site XPTO com ...


10

Além de parar de utilizar as bibliotecas depreciadas como já foi dito como resposta, você deve checar os seus queries para poder verificar se algum deles está passando algo sensível sem criptografia, se algum formulário seu está passando métodos em GET e etc. Existem várias técnicas para você poder se prevenir só depende de você encontrar qual seria a ...


9

Pode-se usar junto com as prepared statements a função filter_var(). Mas calma, filter_var tem várias utilidades, por exemplo: filter_var('marcelo@g.c', FILTER_VALIDATE_EMAIL);//retorna boolean true filter_var('marcelo@g.c\\', FILTER_SANITIZE_EMAIL);//retorna string "marcelo@g.c" Vocé pode estar dando uma olhada na documentação para uma abordagem sobre SQL ...


7

A forma recomendada de acesso a Bancos de Dados é usando o mysqli ou PDO, conforme a documentação. No caso do mysqli, a função prepare permite o uso de prepared statements, onde a consulta (query) é enviada ao servidor separadamente dos parâmetros ou variáveis. Exemplo baseado na documentação: <?php $mysqli = new mysqli("localhost", "my_user", "...


7

Como acontece um SQL Injection? O usuário mal intencionado coloca códigos SQL no valor da variável e esses códigos são executados pelo banco. Exemplo: Dado o código: SqlCommand comm = new SqlCommand("UPDATE Contatos Set Telefone = '" + telefone + "'" + " WHERE Id = " + Id, conn); Se o usuário colocar o valor 9999-9999 a ...


7

TL;DR Na maioria dos casos usar Prepared Statements é melhor, mais seguro e mais performático. Mas não é uma regra. Como funcionam os Prepared Statements Quando você cria um prepared statement, o driver JDBC envia a query sem os parâmetros para ser compilada pelo servidor de banco de dados. Ao executar o statement com os parâmetros definidos, o driver ...


6

Você deve codificar todos os parâmetros passados para a sua aplicação antes de concatenar ao seu SQL. Todos os bancos de dados suportam de alguma forma salvar dados no banco, mesmo que seja um SQL, e para isso o valor deve estar devidamente codificado. Métodos úteis para codificar as strings: mysql_real_escape_string -> depois de usar este método e escapar ...


6

Que usar Prepared Statements é mais seguro do que concatenar os parâmetros diretamente na query, isso é verdade. Entretanto, se o parâmetro é fixo, não vejo porque passá-lo como um parâmetro do Prepared Statement. Por mim pode entrar direto na query. A não ser que futuramente você pretenda deixar esse parâmetro configurável, aí acho que já vale a pena deixá-...


5

Eu uso o framework Doctrine ORM para a camada de dados. Frameworks evitam SQL injection. Para uma visão geral do Doctrine: http://docs.doctrine-project.org/projects/doctrine-orm/en/latest/tutorials/getting-started.html cobrindo instalação com o composer e exemplo básico de Mapeamento Objeto-Relacional. Sobre sua pergunta, utilizando a inserção de um ...


5

Não o filter_var() é util para fazer alguns tipos de validações como Está vazio? É numérico? É um IP? (entre outros) Para evitar sql injetction use a função mysqli_real_escape() se você estiver utilizando a classe mysqli Ou use prepared statements se estiver usando a classe PDO


4

O SQL Injection, citado, seria o mais grave na perspectiva de integridade dos dados, caso exista tal erro poderia permitir editar, apagar e ler informações de maneira indevida. Entretanto, existe também o Blind SQL Injection, que ao contrário do primeiro apenas "pergunta" se algo existe ou não, assim permitirá descobrir outros conteúdos, o que pode ser tão ...


4

Não. O filter_var tem como finalidade validar e filtrar campos. O seu objetivo principal não é evitar ataques específicos de SQL Injection, mas apenas fazer sanitização de dados. É claro que, para alguns casos, ela pode realmente ser útil para você validar e filtrar dados que serão usados na sua consulta. Por exemplo: $id = filter_var($_GET['id'], ...


3

Comentários pessoais Vejo várias pessoas, inclusive aqui no SOPT, cometendo o erro de deixar sua aplicação vulnerável à SQL Injection, claro que por falta de informação, porém é de suma importância dizer que é essencial hoje em dia prevenir este tipo de ataque, pois é conhecido por um bocado de pessoas mal intencionadas. Explicações: "Como funciona o SQL ...


3

Sim, existe o risco de alguém deletar todo o seu banco ao explorar essa vulnerabilidade. A solução não passa necessariamente por PDO, e sim por prepared statements, que você consegue usar tanto com PDO quanto com mysqli. Note que não basta trocar o driver de conexão ao banco para resolver o problema, você precisa parametrizar a query como explicado em Como ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam