Novas respostas marcadas com a tag

2

Gravar dados por cima dos dados de um arquivo não é "seguro" - e o motivo é que depende da camada de filesystem (F.S.) do sistema operacional decidir o que fazer quando você abre um arquivo para escrita - e se você for ver, nenhum deles, por vários motivos, vai gravar os dados na mesma posição física do disco em que os dados anteriores estavam. A ideia de ...


1

Bom, pegando esse exemplo você pode fazer assim: import os import shutil import uuid def recursive_listing(path): files = [] # r = root, d = directories, f = files for r, d, f in os.walk(path): for file in f: files.append(os.path.join(r, file)) for dirs in d: files.append(os.path.join(r, dirs)) ...


0

Tenho um script que exclui todos aquivos das pastas de cache do Windows, creio que isso pode te ajudar. import os import win32con, win32api list = ['C:\Windows\Prefetch','C:\Windows\Temp'] def clear_data(locate): for raiz, diretorios, arquivos in os.walk(locate): for arquivo in arquivos: try: print(arquivo) ...


1

Você pode ler os arquivos do diretório corrente usando os.listdir('.') ou indicar o diretório que quer ler. Outra forma é usando glob.glob('*.dat') onde a resposta seria uma lista de arquivos, neste caso do exemplo, com extensão ".dat". A entrada da função poderia ser a lista de arquivos e tratava todos com um "for" ou poderia fazer um "for" e usar a ...


As 50 principais respostas recentes são incluídas