SimpleDateFormat é uma classe do Java usada para formatação e parsing de datas e horas. Portanto, ela consegue converter Strings para java.util.Date e vice-versa.

SimpleDateFormat é uma classe do Java usada para formatação e parsing de datas e horas. Portanto, ela consegue converter String's para java.util.Date e vice-versa.

Seu uso mais básico consiste em determinar o formato a ser utilizado e passá-lo no construtor. Por exemplo, para usar o formato "dia/mês/ano":

SimpleDateFormat sdf = new SimpleDateFormat("dd/MM/yyyy");
String dataFormatada = sdf.format(new Date());
System.out.println(dataFormatada);

O resultado será algo como 03/04/2019 (o código acima usa a data atual, então a saída vai mudar conforme o momento em que você rodar o código). O parâmetro passado no construtor ("dd/MM/yyyy") é o que define o formato a ser usado. No caso, dd representa o dia com dois dígitos (por isso dia 3 será impresso como 03, por exemplo), MM representa o mês com dois dígitos, e yyyy representa o ano com quatro dígitos. As barras não possuem significado especial - não correspondem a nenhum campo específico da data - e por isso são interpretados como o próprio caractere /.

É importante notar que letras maiúsculas e minúsculas fazem diferença. Por exemplo, M é usado para o mês, e m para os minutos. Sendo assim, DD/mm/YYYY e dd/MM/yyyy produzem resultados diferentes:

Date date = new Date(1546214400000L);
TimeZone.setDefault(TimeZone.getTimeZone("America/Sao_Paulo"));
System.out.println(new SimpleDateFormat("dd/MM/yyyy").format(date)); // 30/12/2018
System.out.println(new SimpleDateFormat("DD/mm/YYYY").format(date)); // 364/00/2019

Outro detalhe é que SimpleDateFormat usa o timezone default da JVM para obter os valores de data e hora. Isso acontece porque java.util.Date na verdade representa um timestamp, e não uma data e hora específica. Exemplo:

Date date = new Date(1554319700000L);
TimeZone.setDefault(TimeZone.getTimeZone("America/Sao_Paulo"));
SimpleDateFormat sdf = new SimpleDateFormat("dd/MM/yyyy");
System.out.println(sdf.format(date)); // 03/04/2019

TimeZone.setDefault(TimeZone.getTimeZone("Asia/Tokyo"));
sdf = new SimpleDateFormat("dd/MM/yyyy");
System.out.println(sdf.format(date)); // 04/04/2019

O construtor de SimpleDateFormat sempre considera o timezone default que está setado no momento, e por isso o mesmo Date pode dar resultados diferentes ao ser formatado. No exemplo acima, quando o timezone default é America/Sao_Paulo (que corresponde ao Horário Oficial de Brasília), o resultado é 3 de abril, mas quando o timezone default muda para Asia/Tokyo (fuso horário do Japão), o resultado muda para 4 de abril. Isso acontece porque Date representa um instante específico na linha do tempo (um timestamp), e esse timestamp corresponde a uma data e hora diferentes em cada parte do mundo. E o SimpleDateFormat precisa usar um timezone específico para saber quais valores de data e hora usar para gerar a String.

Para não depender do timezone default e obter sempre o mesmo resultado, basta setar um timezone específico no SimpleDateFormat:

SimpleDateFormat sdf = new SimpleDateFormat("dd/MM/yyyy");
sdf.setTimeZone(TimeZone.getTimeZone("America/Sao_Paulo"));

Com isso, o SimpleDateFormat sempre usará o timezone America/Sao_Paulo, independente do timezone default que estiver setado na JVM.


Locales

Outra característica do SimpleDateFormat é poder formatar a data usando idiomas diferentes. Para isso, basta usar um java.util.Locale. Por exemplo, para ter o nome do mês em português:

SimpleDateFormat sdf = new SimpleDateFormat("dd 'de' MMMM 'de' yyyy", new Locale("pt", "BR"));
System.out.println(sdf.format(date)); // 03 de Abril de 2019

Se você não especificar um Locale, será usado o default da JVM. Se você já sabe o idioma a ser usado, passe o Locale correspondente no construtor.

Tanto o timezone quanto o locale default podem ser mudados em tempo de execução, por qualquer aplicação rodando na mesma JVM. Por isso, se você já sabe que precisa de um timezone ou locale específicos, use-os explicitamente da forma indicada acima.


Parsing

O parsing também requer alguns cuidados. Por exemplo, este código:

TimeZone.setDefault(TimeZone.getTimeZone("America/Sao_Paulo"));
SimpleDateFormat sdf = new SimpleDateFormat("dd/MM/yyyy");
Date date = sdf.parse("03/04/2019");
System.out.println(date); // Wed Apr 03 00:00:00 BRT 2019

A entrada só possui dia, mês e ano, mas o resultado foi Wed Apr 03 00:00:00 BRT 2019. Repare que o horário foi setado para meia-noite, e BRT refere-se ao tiemzone default da minha JVM (que no caso, é America/Sao_Paulo).

Como Date representa um timestamp e somente com o dia, mês e ano não é possível obter este valor, SimpleDateFormat completa as informações faltantes com valores default. No caso, meia-noite para o horário e o timezone default da JVM para obter o fuso horário. Mas se eu setar outro timezone, o resultado será diferente:

TimeZone.setDefault(TimeZone.getTimeZone("America/Sao_Paulo"));
SimpleDateFormat sdf = new SimpleDateFormat("dd/MM/yyyy");
sdf.setTimeZone(TimeZone.getTimeZone("Asia/Tokyo"));
Date date = sdf.parse("03/04/2019");
System.out.println(date); // Tue Apr 02 12:00:00 BRT 2019

Agora o SimpleDateFormat usará "meia-noite no timezone Asia/Tokyo". Por isso o resultado é Tue Apr 02 12:00:00 BRT 2019 pois quando é meia-noite do dia 3 em Tóquio, ainda é meio-dia do dia 2 no Brasil.

Este é um cuidado que poucos tomam, pois geralmente os servidores estão configurados no timezone "correto" e tudo "funciona". Mas basta alguém mudar a configuração (por engano ou propositalmente, não importa), ou alguém inocentemente chamar TimeZone.setDefault e o sistema começa a informar datas erradas. Se você sabe que as datas estarão em um timezone específico, passe-o para setTimeZone.


Existem ainda outros detalhes a se atentar ao usar esta classe, seguem alguns links listando esses problemas:

histórico | histórico do fragmento