Respostas interessantes marcadas com a tag

4

Update Opção para executar uma linha: O comando wmic OS Get localdatetime /value retorna a string LocalDateTime=20190609123708.733000-180, usando 2 delimitadores, =., obtemos 20190609123708, dai usamos substring da saída para compor o layout para criar a pasta: %_data:~0,4%_%_data:~4,2%_%_data:~6,2% Ano:2019 _ Mês:06 _ Dia:09 No bat: @echo ...


3

O problema é que, ao criar o array, você separa a string em vários elementos (um contendo o O, outro contendo 331, etc), mas os espaços se perdem. Ao tentar imprimir o array novamente, não tem como ele saber quantos espaços tinham anteriormente (ele só vai imprimir os elementos, separando-os por um espaço). Uma alternativa é não quebrar a string em um array,...


3

Repare que o primeiro resultado do find é um ponto: [oracle@orcl11 adump]$ find . -ctime -1 . <--- aqui ./orcl_ora_2513_2.aud ... O ponto corresponde ao diretório atual. E o xargs irá repassar o ponto para o ls (juntamente com os nomes dos arquivos encontrados). E quando o ls recebe uma lista de arquivos e um diretório como parâmetros, ele lista os ...


3

Existem diversas formas, uma é usando o comando cat e um delimitador: cat >'arquivo.txt' <<EOT aí você coloca um monte de texto e só precisa terminar com o a mesma string usada no delimitador. EOT Outra é usando uma função dentro do Bash: function coisas_a_imprimir(){ echo "a" echo "b" } coisas_a_imprimir > 'arquivo.txt' A que ...


2

Uma solução de uma linha é utilizar o for para iterar em todos os arquivos *.pdf do diretório atual, dando um echo no próprio nome do arquivo e concatenando o : com o retorno do número de páginas. Exemplo: $ for f in *.pdf; do echo $f : `pdfinfo $f | grep Pages | sed 's/[^0-9]*//'`; done Shakespeare-A-comedia-dos-erros.pdf : 106 Shakespeare-a-tempestade....


2

Porque não usa a biblioteca psutil ? Ela é muito simples e pode ser usada em Windows, Linux, etc. Para o que você deseja, crie um objeto de Process e depois obtenha o nome do processo e o uso da CPU em porcentagem chamando os métodos name() e cpu_percent(). Exemplo: import psutil maiorConsumo = ("None",0.0) interval = 1 cpu_count = psutil.cpu_count() for ...


2

O código abaixo usa lxml para parsear a página diretamente da URL: import requests, lxml.html resp = requests.get('http://www.nfce.se.gov.br/portal/ConStatusAuto?Origem=1') doc = lxml.html.fromstring(resp.text) for tr in doc.xpath('//tr'): nome = tr[0].text_content().strip() print(nome.ljust(25), '|'.join('{: >7}'.format(td.text_content().strip()...


2

As informações da página são preenchidas por código em Javascript que é executado depois que a chave é carregada. Esse codigo faz as requisições em tempo real aos vários servidores, e etc... Com tecnologias de web-scrapping normais não é possível obter esses dados. Quando é assim, você tem duas opções: Tnetar olhar o código da página (como baixado pelo ...


2

Há diversas maneiras de fazer isto e uma delas, usando o cut, seria: echo "OrclLog,1: Number of rows inserted on the current node: 66." |\ cut -d":" -f3 | cut -d"." -f1 E o resultado seria " 66" (ainda há o espaço na frente).


2

Você pode usar parâmetros para isto, por exemplo ao executar: ./script_teste parametro_1 parametro_2 Sendo script_teste o script bash abaixo: #!/bin/bash echo 'Parametros passados:' echo '$1 =' $1 echo '$2 =' $2 A saída seria: Parametros passados: $1 = parametro_1 $2 = parametro_2


2

O problema de regex é que existem vários flavors (sabores) diferentes. Eu diria que se regex fosse um idioma, ele teria vários dialetos (inclusive, em algumas documentações, essas variações são chamadas de "dialetos" mesmo). Há vários recursos previstos na sua sintaxe, mas cada linguagem e engine implementa um subconjunto delas. Há inclusive diferenças na ...


1

Pra você atribuir o resultado de um comando pra uma variável tem duas opções: a primeira é usar os backticks, ou seja, o acento grave (`). VAR=`echo "$VAR" | sed r -n "s/[0-9]+/X/p"` a segunda seria colocar usar a sintaxe $(comando) VAR=$(echo "$VAR" | sed r -n "s/[0-9]+/X/p") O segundo caso é mais fácil de ler e permite você ir aninhando comandos mais ...


1

Dentro de um script shell não é possível ter código C nativo, como o caso que você mencionou do sed e do awk. Acho que é válido pensar que em um shell script você consegue fazer tudo que conseguiria fazer direto no terminal. Para o C, você precisa de um código próprio e um compilador e, portanto, não dá pra rodar direto no .sh Contudo, você pode fazer ...


1

Supondo que seu script seja arquivo.sh, se você rodar $ ./arquivo.sh o conteúdo será executado numa nova shell, na qual existe, também, uma variável $PWD com o diretório corrente do script. Ao terminar, essa variável é extinta com a shell. Já se você usar o comando builtin (na shell atual) source ou ., o conteúdo é executado na shell atual, permanecendo o ...


1

Você poderia utilizar a sintaxe de IF, usando a lógica do OU, aonde ele será basicamente assim act1="$vartest1" act2="$vartest2" act3="$vartest3" act4="$vartest4" if [ "$act1" == "teste" ou "$act2" == "true" ] then echo "Verdade" else echo "Falso" if["$act2" == "true"] sleep 1s else echo "Verdade" elif [ "$act2" == "false" ] then echo ...


1

Experimenta instalar o PHP no servidores e rodar o powershell de dentro do php q ta nos servidores como ADMIN. Se pode pegar o resultado e jogar em banco de dados e resgatar pela aplicacao principal.


1

Não sei se entendi bem, mas se for necessário input poderia utilizar o read. #!/bin/bash read -p "Input: " input # A opção -p faz com que possa digitar na mesma linha echo "${input}" # Utilizar a variável entre chaves para proteger


1

Do jeito que você fez já está correto o uso da variável em um script batch. O comando set é usado para atribuir um valor a uma variável e o comando set /p permite que voce especifique um texto que será apresentado ao usuário e o valor da variável será um input do usuário. Você também poderia usar o comando set /a para especificar uma expressão numérica, ...


1

Pelo que me lembro o case não reconhece ranges, tente assim: if ((6<=$CORTE && $CORTE<=11)); then echo "Bom dia!" elif ((12<=$CORTE && $CORTE<=17)); then echo "Boa tarde!" elif ((18<=$CORTE && $CORTE<=23)); then echo "Boa noite!" elif ((0<=$CORTE && $CORTE<=5)); then echo "Boa madruga! :...


1

Primeiro você pode usar tail para ignorar a primeira linha (o cabeçalho). Usando o parâmetro -n +X, sendo X a linha a partir da qual você quer considerar. Considerando que o arquivo é: -----id--------action H000tg6b JOB H000oi8a JOB H00067w JOB Se eu fizer: tail -n +2 arq.txt A saída é: H000tg6b JOB H000oi8a JOB H00067w JOB Agora é só passar esta ...


1

Primeiro pra pegar o primeiro ping só do Virtual RS, basta fazer um if for tr in doc.xpath('//tr'): nome = tr[0].text_content().strip() if nome == 'SEFAZ Virtual RS': valor_ping = tr[2].text_content().strip() break # achou, sai do for Depois é só verificar: valor_ping = valor_ping[:-2] # retira o `ms` que tem no final if 's' in ...


1

O cat não interpreta os códigos de escape mas existem diversas formas de fazê-lo, uma delas é usar o echo: echo -e "alias\tVARIABLE = command" Que retornará a sequência alias VARIABLE = command com a tabulação devidamente substituída. Aliás é bom lembrar que por padrão o echo do Bash também não interpreta os escapes e precisa do parâmetro "-e" e que ...


1

Dependendo da interface gráfica, clicando com o botão direito e indo em propriedades você pode direcionar para com o que você quer abrir por default, semelhante ao que existe no Windows também.


1

escreva seu script da seguinte forma: #!/bin/bash pyprog=$(cat $1) # Salva nessa variável o texto do arquivo python echo "#!/bin/bash echo \"$(echo $pyprog | sed 's/"/\\"/g')\" | python" > $2 O comando sed vai fazer a mágica de substituir os caracteres " por \". No comando essa substituição está definda com \\" pois precisamos escapar a contra-barra ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam