Use Stack Overflow for Teams no trabalho para encontrar respostas num ambiente privado e seguro. Os primeiros 10 usuários são grátis. Registre-se

Respostas interessantes marcadas com a tag

372

Teoria Hash de senhas é sempre uma defesa secundária. Um servidor que faça autenticação precisa de alguma informação para poder validar uma senha. Um sistema simples armazena as próprias senhas literalmente, e a validação neste caso é mera comparação de strings. Neste caso, se alguém der uma mera espiada no arquivo da base de dados, já verá informação ...


93

Para uma autenticação segura é necessário identificar vários pontos. Alguns itens que deve tomar cuidado: SQL Injection Criptografia de senha Ataque de força bruta Ataques XSS Ataques CSRF Proteger arquivos de sessão Proteger arquivos de sistemas 1 - Iniciando Defina um hash que será utilizado por todo seu sistema. um exemplo é define( 'SECURITY_HASH', ...


92

Se eu fizer o hash de senhas antes de armazená-las em meu banco de dados, é suficiente para evitar que elas sejam recuperadas por alguém? O objetivo da função de hashing é dificultar que um atacante que já obteve acesso (leitura) a seu banco de dados descubra as senhas originais. Pois para ganhar acesso online (i.e. logar como um usuário) não basta ...


74

phpass - o segredo do WordPress "Como fazer hash de senhas de forma segura?" Quando eu tive que responder a essa pergunta na prática, há alguns anos atrás, eu fui espiar o código do WordPress. Meu pensamento era: se o mundo inteiro usa massivamente o WordPress, e não estamos mais ouvindo falar de ataques devido a vulnerabilidades de segurança no mesmo... ...


54

Isso não é possível. A string MD5 não tem a informação que foi encriptada no seu conteúdo. Ele é uma representação única da string original mas no seu conteúdo não tem uma versão encriptada do conteúdo original. MD5 é referida como uma função unidirecional, ou seja uma vez encriptado não tem como desencriptar. Para perceber melhor pode dizer-se que o que ...


51

Os bancos se dão ao luxo de permitir que você use senhas fracas por dois motivos: Eles podem bloquear sua senha impunemente sem perder você como usuário. Não que isso seja ruim. Afinal, é o seu dinheiro que eles estão protegendo. Se o Google ou o Facebook bloqueassem sua senha toda vez que achassem que algo errado aconteceu com sua conta, provavelmente ...


46

Resumindo: Que aceder aos Hash pode de forma mais rápida ou mais lenta aceder às password. Há sites com as chamadas Rainbow Tables, que são BSs de com hashs pre calculados. No caso do SQL / MySQL / ... tem uma ferramenta "Hashcat" que ajuda a comparar hashs. Se quiser segurança máxima, use tokens (criam aleatoriedade à password) ou certificados digitais. ...


44

A melhor autenticação é a não autenticação Seguem algumas recomendações: Não reinvente a roda Se possível use outros sites para autenticar no seu. Há a tecnologia OpenId que permite isso, e é muito fácil. Um exemplo de uso de OpenId é o próprio site do stackoverflow: você pode vincular o seu usuário do stackoverflow com uma conta do Google ou do Facebook ...


34

Use Salt. Isto é, uma sequência alfanumérica que só seu sistema conhece e que você adiciona às senhas antes de fazer o hash. Só isso acaba com a maioria dos ataques. Com Salt usado corretamente até o MD5 pode ser usado com certa tranqüilidade. Melhor ainda se você usar um salt aleatório e único por usuário, guardado em separado dos hashes das senhas. Sem ...


33

A grosso modo eu (particularmente) crio um "salt" para concatenar com o hash, uma especie de "tempero", por exemplo; $senhaDoUSuario = 'minhaSenhaFraca'; $salt = 's697er3z1680e6r87er2g35g6514'; //(catwalk) $pass = sha1($senhaDoUSuario . $salt); //Coloco sal na criptografia echo $pass;; //Senha sem "sal", apenas criptografada ...


33

O que é MD5? MD5 é uma técnica para gerar um código um hash. É um código que procura buscar uma representação única de uma informação (não há garantias que não tenha colisões - mesmo código para duas informações diferentes). Não é feito para criptografar informações. Isto já deve ter ficado claro de acordo com o que já foi dito aqui em comentários e ...


28

Sim, isso é normal - a segurança de dados em formulários WEB, via de regra é propiciada exatamente pelo SSL, presente na conexão HTTPS - e de fato, se a página estiver usando HTTP e não HTTPS, todos os dados transitam em aberto - por isso o HTTPS é tão importante, e tem se tornado a forma padrão de visualização de qualquer site grande. Em particular, no ...


28

Para determinar qual a força de uma senha, é preciso analisar como os atacantes procedem ao tentar quebrar um senha. Este excelente artigo do Bruce Schneier (em inglês) descreve o estado da arte em quebra de senhas, seja de modo "cego" (i.e. quando não se sabe nada sobre o usuário em questão) ou direcionado. Também se considera o cenário em que o atacante ...


20

Com mais e mais relatos de atividades hackers nos noticiários, desenvolvedores estão buscando as melhores alternativas de garantir uma maior segurança em seus sites. Se o seu site possui um sistema de membros, este poderá estar em riscos como por exemplo ser hackeado e ter as informações de seus usuários comprometidas. Este guia lhe apresentará as melhores ...


16

O MD5, falando numa linguagem popular, é um hash de via única. Não há informação para reverter o hash para o valor original. Há alguns anos, diversos websites oferecem soluções para "reverter" o hash e isso causa uma certa confusão pois quem não entende do assunto acaba por acreditar que o MD5 é reversível. O que esses sites oferecem é o chamado rainbow ...


14

Funções de hash boas para senhas PBKDF2 O PBKDF2 vem da PKCS#5. É parametrizado com contador de iterações que iniciando por 1 e não tem limite superior, um salt arbitrário sem restrição de tamanho, e o tamanho requerido de saída. (O PBKDF2 gera uma saída de tamanho configurável), e um PRF. Na prática o PBKDF2 é sempre usado com HMAC, que é construído por ...


13

É sobre segurança. Se uma informação fica mais tempo que o necessário na memória tem mais chance da aplicação ser comprometida e alguém com acesso à máquina possa pegar a senha. Strings são imutáveis, você não pode escrever sobre ela, se quiser mudar o conteúdo de uma string, tem que criar outra string nova e descartar esta antiga. O problema é que o ...


12

Se possível utilize o Argon2, ele foi o vencedor do PHC, possui mais opções de ajustes, se comparado ao PBKDF e ao BCrypt. Ele você pode ajustar: Iterações: custo de tempo, mais operações serão feitas. Memoria: custo de memoria, mais memoria será exigida. Threads: custo por paralelismo, mais processos serão iniciados. Você tem duas opções: Argon2i: ...


12

Como o mgibsonbr diz na resposta dele, a força de uma senha está associada com a dificuldade que um adversário tem para adivinhá-la. Por isso, medimos a força de uma regra pra senha baseado em quantas senhas possíveis podemos escrever obedecendo a regra, o que é proporcional ao tempo que um adversário terá que gastar para adivinhar a senha. O problema dessa ...


10

Pergunta: Qual o melhor jeito de fazer um sistema de login em senha com PHP? Resposta: Não existe "o melhor jeito". Existem várias soluções de qualidade, cada qual sendo a melhor dentro de um contexto específico.


9

Eu desenvolvi há um tempo uma solução prática, que está em uso, que consiste no seguinte: O usuário estando logado tem acesso a um bookmarklet com token único Ele pode arrastar esse bookmarklet pra barra de links ou para os bookmarks normalmente Ao clicar nesse bookmarklet, ele guarda o token na propriedade window.name e carrega uma determinada URL Esta URL ...


9

Quando o assunto é autenticação de usuários, "seguro" e "simples" dificilmente irão fazer sentido. A forma de ter menos trabalho nesse caso, sem sacrificar a segurança do sistema, é utilizar um framework que já implemente isso pra você. O Symfony2 fornece uma biblioteca de autenticação que pode ser usada de forma standalone, vide docs. A minha resposta ...


9

Em resumo, podemos fazer nosso próprio score para verificar se ela é "fraca", "média", "forte" ou até mesmo "não atende ao mínimo requerido". Tenho código em javascript que demonstra a pontuação em forma de score e conforme pontua vai mostrando a "força" que a senha possui. $(document).ready(function() { var strPassword=0; var charPassword=...


9

Com isso em mente, até onde posso considerar esse pensamento como correto e começar a utilizar apenas o método password_*? Ele se enquadraria nos requisitos ideais para geração de hash? O objetivo da API de password do PHP é o reaproveitamento do código. Até a versão 7.1 o algoritmo padrão CRYPT_BLOWFISH, mas a partir do PHP 7.2 temos um novo algoritmo ...


8

O tipo SecureString é descrito pela documentação da seguinte forma: Representa texto que deve ser mantido confidencial. É encriptado para privacidade quando está a ser usado, e apagado da memória do computador quando deixa de ser necessário. Este tipo implementa a interface IDisposable e é através do método Dispose que se indica que deve ser ...


8

Um exemplo bem simples. Pego uma palavra (que poderia ser uma senha) e gero o MD5 da mesma: $ echo "teste" | md5sum 1ca308df6cdb0a8bf40d59be2a17eac1 - Se você procurar pela string "1ca308df6cdb0a8bf40d59be2a17eac1" no Google, descobre imediatamente que ele está relacionado a palavra "teste". Os atacantes usam as chamadas "rainbow tables" que são coleções ...


8

Em minha opinião, não, vou explicar o por que: De um modo geral, existem 2 alvos principais, o "Usuário" e o "Sistema". Entretanto, a maioria dos ataques direcionados a um "Usuário" tem como real objetivo obter informações que serão usadas para atacar um "Sistema". Em sistemas abertos o atacante nem necessita atacar um "Usuário" primeiro, para atacar o "...


8

Como já responderam muito bem sob os aspectos técnicos, vou responder sob o ponto de vista da UX. Porque alguns sistemas exigem senhas tão fortes? Porque há uma preocupação legítima com a segurança dos usuários - e também com o negócio da empresa. Não importa o serviço que se esteja oferecendo (saque do próprio dinheiro ou acesso aos memes no Facebook, ...


7

No PHP use Argon2id, isso está disponível no PHP 7.2: $hash_str = sodium_crypto_pwhash_str($password, SODIUM_CRYPTO_PWHASH_OPSLIMIT_INTERACTIVE, SODIUM_CRYPTO_PWHASH_MEMLIMIT_INTERACTIVE ); Depois use o sodium_crypto_pwhash_str_verify($hash_str, $password). Você também pode usar o Argon2i: $hash_str = password_hash($password , ...


7

Alguém já trabalhou com essa classe, ela costuma ser usada em grandes projetos? Não, não conheço uma boa porção de grandes projetos para afirmar. Não sei se isso tem relevância. Ou o recursos é útil ou não, se ele é usado em projetos grande ou pequenos não vem ao caso. O próprio .Net usa bastante. Todos esses lugares consideram que um texto em condições ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam