Respostas interessantes marcadas com a tag

68

Reflection é um termo usado para indicar a capacidade de obter metadados sobre o próprio programa compilado, em português pode-se referir a isso como reflexão mesmo. Como assim, metadados? Obter informações sobre os tipos de dados, de forma dinâmica, é muito importante para códigos que atuam sobre objetos que não se conhece em tempo de design. É muito ...


14

Um truque possível é trocar uma instância da sua classe: Foo<Integer> x = new Foo<Integer>(new ArrayList<Integer>()); Por uma subclasse dela (no caso uma classe anônima): Foo<Integer> x = new Foo<Integer>(new ArrayList<Integer>()){}; // Repare no {} ^ Feito isso você pode ...


13

Dentro da Common Language Infrastructure usada pelo .NET está previsto o uso destes metadados para dar mais informações sobre o funcionamento das aplicações. Estas informações podem ser as mais variadas e podem ser inseridos de várias formas, através de compiladores e outras ferramentas (de AOP, por exemplo). Praticamente qualquer parte do código gerado ...


13

Primeiro, na framework .NET existe a classe ExpandoObject, que permite a expansão de um objeto em tempo de execução. http://msdn.microsoft.com/pt-br/library/system.dynamic.expandoobject(v=vs.110).aspx ExpandoObject tem vários usos, um deles é no acesso a Banco de Dados, armazenando os resultados de uma consulta. A habilidade de alterar o objeto mostra-se ...


12

Cara, usa o Type.GetMethods, retirei a resposta do próprio StackOverflow gringo e funciona, pelo menos aqui. StackOverflow Gringo using System; using System.Linq; class Test { static void Main() { ShowMethods(typeof(DateTime)); } static void ShowMethods(Type type) { foreach (var method in type.GetMethods()) { ...


10

Isto é feito com reflexão. Especificamente com o método GetMethods() da classe Type. É possível filtrá-los como quiser, ou através do próprio método ou depois com o array do tipo MethodInfo gerado por ele. Exemplos: objeto.GetType().GetMethods() //resolve o tipo em tempo de execução typeof(TipoAqui).GetMethods() //resolve o tipo em tempo de compilação ...


10

O ideal para explicar sobre isso seria interessante um entendimento mais profundo sobre o funcionamento dos computadores, compiladores, executáveis e outros fundamentos da computação, mas vou tentar não ser técnico demais, corro o risco de ser um pouco vago. Metadados O .Net foi criado para ser rico em informações para o programador. Quando o compilador ...


10

// Lista todos os campos públicos e estáticos, // tanto da classe quanto das classes-base foreach (var prop in typeof(SuaClasse) .GetFields(BindingFlags.Public | BindingFlags.Static | BindingFlags.FlattenHierarchy)) { // IsLiteral determina que o valor foi criado em ...


10

Como você quer checar o tipo "pai" a partir de uma variável de instância do tipo "filho", pode usar o operador is. Se quiser usar o método IsSubclassOf, vai precisar fazer uso do método GetType. using System; public class Program { public static void Main() { B b = new B(); Console.Write(b is A); // True Console.Write(b....


9

Aparentemente não é possível pegar o type da lista em tempo de execução, o que da pra fazer é verificar se ela possui algum objeto inserido e pegar o tipo dele. Exemplo: private Class clazz; Foo(List<T> list) { this.clazz = (list != null && !list.isEmpty()) ? list.get(0).getClass() : null; } Exemplo 1 public static void main(String[] ...


9

Usando Linq fica bem simples: var constantes = typeOf(RolesHelper).GetFields(BindingFlags.Public | BindingFlags.Static | BindingFlags.FlattenHierarchy) .Where(fi => fi.IsLiteral && !fi.IsInitOnly) .ToList();


9

Precisa ser implementado um processo recursivo para a busca das implementações mais internas, como no exemplo abaixo: public static ArrayList<String> SetInterfaces(Class<?>[] interfaces, ArrayList<String> items) { for (Class<?> intf : interfaces) { items.add(intf....


8

Se o tipo estiver no mesmo Assembly que estiver em execução, pode fazer assim: var t = Assembly.GetExecutingAssembly().GetTypes().First(x => x.Name == "Calculadora"); E depois usar o tipo para criar uma nova instância: var objectOfType = Activator.CreateInstance(t); Exemplo de um programa totalmente funcional, usando argumento genérico, e LINQ para ...


7

Visão geral Reflexão é a capacidade de um programa saber de que partes ele próprio é composto, sem necessitar que para isso o programador tenha de inserir esses dados manualmente, ou seja, os dados sobre a estrutura do programa são inseridos e produzidos automaticamente pelo compilador na forma de meta-dados. É como se fosse um espelho, por isso se chama ...


7

É possível saber qual é o tipo usando reflexão do tipo. var tipos = foo.GetType() .GetInterfaces() .Where(x => x.IsGenericType && x.GetGenericTypeDefinition() == typeof(IMinhaClasse<>)) .Select(x => x.GenericTypeArguments[0]) .ToArray(); Isso vai retornar um array com o tipo Carro no caso do seu exemplo. Mas suponhamos ...


7

Eu faria assim: private string[] ObterValoresPropriedades(object objeto) { var val = new List<string>(); foreach (var item in objeto.GetType().GetProperties()) val.Add((item.GetValue(objeto) ?? "").ToString()); return val.ToArray(); } Coloquei no GitHub para referência futura. Como você vê, precisa pegar o objeto para fazer a ...


7

O Java não mantém o tipo do generic após a compilação (ele faz o tal do "type erasure"). Em outras palavras, o tipo do parâmetro generic (ou "type parameter") não pode ser resgatado em tempo de execução. Existem alguns truques que não funcionam em todas as situações. Então: A forma usual de ler o tipo de um generic em tempo de execução é não ler o tipo ...


7

Classe Utilizando o ReflectionClass para acessar a classe, e assim obter o valor do comentário utilizando o método getDocComment: $reflection = new ReflectionClass('Usuariosontroller'); echo $reflection->getDocComment(); Exemplo Ideone. Método Utilizando ainda o ReflectionClass para acessar a classe, agora utilize o getMethod para acessar o método ...


6

Você pode utilizar uma combinação de: PropertyInfo: Permite a a observação e manipulação de características de tipos; Convert.ChangeType: Permite a mudança de tipos quem implementem IConvertible entre formatos durante tempo de execução. Por exemplo, sua instância Class1.alfa poderia ter a propriedade dado alterada dinamicamente da seguinte maneira: ...


6

É um recurso raramente usado. O programador "normal" provavelmente nunca o usará. Essencialmente ele serve para criar um Assembly da CIL. Ou seja, ele gera o "código de máquina" da máquina virtual do .NET. É uma forma simplificada de criar um código de baixo nível. Ele se preocupa em montar o formato adequado para que um código de máquina seja entendido ...


6

Tem. Existem basicamente duas opções. Uma é usando get_object_vars: var_dump(get_object_vars($classe)); E a outra é iterar sobre o objeto: foreach ($classe as $key => $value) print "$key => $value\n"; Aí dá para usar a criatividade para acessar de formas diferentes usando estas técnicas. O importante é que no fundo as classes são arrays ...


6

Se entendi direito sua dúvida, você pode utilizar Reflection, segue um exemplo prático para te ajudar: Classe public class Cidade { public string Nome { get; set; } } Método Estático para Pegar o valor da Propriedade public static object PegaValorPropriedade(object obj, string propName) { return obj.GetType().GetProperty(propName).GetValue(obj, ...


6

ExpandoObject são objetos dinâmicos, ou seja, objetos que voce pode adicionar ou remover propriedades em tempo de execução. dynamic meuCache; meuCache.QualquerCoisa = "Qualquer coisa mesmo"; meuCache.OutraCoisa = new { FaladoSerio = true }; meuCache.MaisUmaCoisa = Enum.Empty<string>(); Hoje, o objeto dinamico mais popular do .NET Framework é o ...


6

Resposta curta: usando System.Reflection.Emit. Resposta longa: É esta resposta aqui, mas não vou apenas colar ela pra você aqui. Vou explicar o princípio. Primeiro você precisa definir o construtor dinâmico de tipos. A resposta o define abaixo (eu modifiquei um pouco com algumas coisas): private static TypeBuilder GetTypeBuilder(string libraryName = "...


6

É só usar o null-conditional operator do C#. Se o retorno de p.GetCustomAttribute<DisplayNameAttribute>() for null não será feita a tentativa de acesso à propriedade DisplayName e o resultado será null. .Where(p => p.GetCustomAttribute<DisplayNameAttribute>()?.DisplayName != null) Duas perguntas que pode ser interessante dar uma olhada: O ...


6

Na verdade nem é necessário outro método pra fazer isto, um simples GetProperties() usando typeof já adiantaria. var properties = typeof(Pessoa).GetProperties(); Mesmo se quiser seguir na ideia dos genéricos, não é necessária essa passagem de parâmetro uma vez que você já tem o tipo em TEntidade. public static class Entities<TEntidade> where ...


6

É possível usando o operador typeof. Veja a diferença para o GetType(). Não sei se realmente precisa fazer isso, o código fica tão simples que nem precisaria desse método, menos ainda de outra classe. Claro que pode desejar fazer uma abstração, mas precisa ter um motivo pra fazer. using System; using System.Reflection; public class Program { public ...


6

Existe um método da classe Type chamado GetProperties public static void DescobridorDeNome<T>(T objeto) { var props = objeto.GetType().GetProperties(); foreach(var prop in props) { Console.WriteLine($"{prop.Name} = {prop.GetValue(objeto, null)}"); } } Código completo pra teste: using System; public class Program { ...


5

Encontrei a resposta nesta pergunto do SOEn na resposta do Robert c barth if (object is IBlah) ou IBlah myTest = originalObject as IBlah if (myTest != null)


5

Você pode verificar em qual tipo está a declaração do método usando a propriedade DeclaringType do MethodInfo, assim pode filtrar da forma que quiser: public string[] ListarMetodos() { var t = Objeto.GetType(); return t.GetMethods() .Where(mi => mi.DeclaringType == t) .Where(x => !x.IsSpecialName) .Select((mi, i) => ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam