Respostas interessantes marcadas com a tag

33

Isso não é possível com SQL Server nem com Oracle. Não sei se é possível com outros bancos, como MySql. Se alguém souber, fique a vontade para editar minha resposta. A especificação do select do Oracle se encontra aqui: http://docs.oracle.com/cd/B19306_01/server.102/b14200/statements_10002.htm E do SQL Server, em Português: http://msdn.microsoft.com/pt-br/...


27

Poderia obter o menor id agrupando pelo usuário e remover todos os demais. Ficaria algo semelhante a isso: delete from creditos where status = 0 and id not in ( SELECT * FROM (select min(id) from creditos group by usuario_id) AS temp_tab ); Note que o status = 0 está no DELETE e não na sub consulta. Caso queira que o id retornado seja com o status = ...


21

Uma forma é adicionar um índice com a coluna que você deseja manter como única adicionando a cláusula IGNORE que irá suprimir possíveis erros e avisos e apagar as linhas que não obedecerem o índice criado: ALTER IGNORE TABLE creditos ADD UNIQUE INDEX idx_creditos (usuario_id, status); ALTER TABLE ... IGNORE is a MySQL extension to standard SQL. ...


19

Quando você faz a comparação cli.cpf = NULL o = serve para comparar valores, e NULL não é um valor. NULL é um espaço reservado para indicar a ausência de valor, é por isso que neste caso deve-se utilizar os predicados IS NULL ou IS NOT NULL.


15

Se a sua coluna dt_item estiver como varchar no formato dd/MM/yyyy: SELECT * FROM TAB_FATURAMENTO WHERE cd_cliente LIKE '%' AND CONVERT(DATE, dt_item, 103) BETWEEN CONVERT(DATE, '15/05/2017', 103) AND CONVERT(DATE, '31/05/2017', 103); Assim você transformará as 3 partes em data e conseguirá realizar a comparação de forma correta. No link abaixo CAST ...


15

Caso seu SGBD seja o SQL Server você precisa escapar o caractere: SELECT t.* FROM tabela t WHERE t.NM_CAMPAIGN LIKE '%[_]R[_]%' LIKE Determina se uma cadeia de caracteres específica corresponde a um padrão especificado. Um padrão pode incluir caracteres normais e curingas. Durante a correspondência de padrões, os caracteres normais devem ...


14

Use DISTINCT irá retornar sem repetir: SELECT DISTINCT cor FROM Cores; uma outra solução pouco ortodoxa seria usar GROUP BY: SELECT cor FROM Cores GROUP BY cor;


14

Você não pode utilizar operadores de comparação aritméticos para validar o NULL pois eles sempre retornarão NULL. Para verificar um valor NULL utilize aos operadores IS NULL e IS NOT NULL. Um exemplo: mysql> SELECT 1 = NULL, 1 <> NULL, 1 < NULL, 1 > NULL; +----------+-----------+----------+----------+ | 1 = NULL | 1 <> NULL | 1 < ...


12

Selecione o último registro ordenando pela data decrecente e restringindo o número de linhas com limit ou top SELECT Ped.Quantidade FROM ped WHERE data <=@data ORDER BY data DESC limit 1 ou SELECT TOP 1 Ped.Quantidade FROM ped WHERE data <=@data ORDER BY data DESC


12

Subqueries sempre causam problema de performance, ou pode ocorrer esse problema dependendo de um contexto específico? "Sempre" é uma expressão muito pesada, depende muito do caso. E aí não só do código gerado, mas também depende do otimizador do banco de dados, a forma como a execução se dá, e é claro, do conjunto de dados e modelo que está trabalhando. E ...


12

Dá para usar a SqlFunctions.StringConvert(): ChaveArquivo = StringConvert(n.scanIma.Imagem) Isso responde a pergunta diretamente. Mas não resolve o problema mostrado nos comentários. O problema é que o tipo float não tem capacidade de dar exatidão. Já respondi sobre isso em diversas perguntas aqui. O problema não pode ser resolvido de outra forma. E o ...


11

Solução para MySQL: Considerando que a numeração possa ser volátil, e que o MySQL não tem um contador de linhas por padrão, segue uma query que supre a contagem usando @variáveis: SET @contador := 0; SELECT @contador := @contador + 1 AS linha, t.campo1, t.campo2 FROM tabela t Se por alguma razão não puder fazer o SET separado: SELECT @...


11

A comparação WHERE cli.cpf = NULL é válida, desde que ANSI_NULLS esteja configurado como OFF. Conforme consta na documentação de ANSI_NULLS, Quando SET ANSI_NULLS for OFF, os operadores de comparação Igual a (=) e Diferente de (<>) não seguem o padrão ISO. Uma instrução SELECT que usa WHERE column_name = NULL retorna as linhas com valores nulos em ...


10

Sei que esta pergunta já tem quase um ano mas penso que, ainda assim, talvez a resposta possa interessar a alguém. Resumidamente um predicado ou condição é considerado sargable (Search ARGument Able) se o DBMS pode tirar partido de um índice para melhorar o tempo de execução de uma determinada query. Uma típica situação que faz com que uma query seja non-...


10

Utilizando a função DATEDIFF você consegue um inteiro representando a diferença entre duas datas. Como o arredondamento que você deseja é na casa dos minutos, você só precisa calcular a diferença entre o momento 0 e a hora especificada somados 30 segundos, o que irá "pular" um minuto caso já tenha passado mais de 30 segundos do minuto em questão: DECLARE @...


10

O underline tem um significado parecido com o sinal de porcentagem na condição LIKE do SQL. Ambos são caracteres coringas. A diferença é a seguinte: % procura por zero ou mais ocorrências de um caractere qualquer; _ procura por uma ou mais ocorrências de um caractere qualquer. Por exemplo, supondo que temos uma tabela com uma coluna chamada palavra, e que ...


10

Você pode fazer desta maneira. Irá retornar apenas os registros com "linha" inferior ou igual a 50 (ou seja, 50 registros no máx. de cada tipo): SELECT * FROM (SELECT *, (@numero:=IF(@status = `his_status`, @numero+1, IF(@status := `his_status`, 1, 1))) linha FROM historico a CROSS JOIN (SELECT @numero:=0) b ORDER BY his_status, ...


10

Eis uma alternativa capaz de trazer até 50 registros de cada status ordenados por data. Em caso de empate entre dois registros o resultado é desempatado por id (o menor id prevalece). SELECT h.* FROM historico AS h LEFT JOIN historico AS h2 ON h.his_status = h2.his_status AND (h.his_data < h2.his_data OR (h.his_data = h2.his_data AND h.id &...


9

Uma maneira é aplicar o operador CASE à selecção da coluna pretendida indicando cada uma das "conversões" a terem lugar: Exemplo de consulta: SELECT CASE gender WHEN 'i' THEN 'undifferentiated' WHEN 'm' THEN 'male' WHEN 'f' THEN 'female' END AS gender FROM `entities` WHERE 1 O que está a ser feito é selecionar a coluna gender de todas as linhas da ...


9

Se você for usar com frequência esses dados, te aconselho criar uma view para os mesmos. E depois você ainda pode criar "select's" dessa view. http://docs.oracle.com/cd/B28359_01/server.111/b28286/statements_8004.htm#SQLRF54694


9

O uso de constantes em SQL preve que o resultado do campo seja sempre igual a constante. Neste caso, 0 AS parcelado Está trazendo todos os campos parcelado como 0. Supondo que existam 4 registros | CampoA | CampoB | | 1 | José | | 2 | João | | 3 | Pedro | Se eu fizer SELECT CampoA, CampoB, 0 AS Parcelado FROM ...


9

Você não colocou o código todo, por isto pode ser algo diferente do que parece. Ao contrário do que muitos imaginam o SELECT pode selecionar qualquer informação válida no SQL. Então o 0 é uma informação válida, é um literal numérico. Valor dummy facilitando a criação de código em tempo de execução É comum usar o 0 no início ou no fim quando a query está ...


9

Em geral ele é mais seguro. Não que não dê para dar segurança com a query normal mas muitos não sabem como fazer. É bem verdade que boa parte das pessoas que não sabem como fazer também não se preocupam com a segurança, só se preocupam se o código aparenta estar funcionando. Usando esta forma você evita SQL Injection. Além disto é possível ter algum ganho ...


9

A partir do SQL 2012 SELECT coluna1, ... FROM tabela WHERE ... ORDER BY coluna1, ... OFFSET @Offset ROWS FETCH NEXT @Limit ROWS ONLY; No seu caso você pode trocar a variável @Limit para @QtdPorPagina e @Offset para (@Pagina - 1) * @QtdPorPagina e utilizar da seguinte forma: DECLARE @QtdPorPagina INT = 50, @Pagina INT = ...


9

Depende do banco de dados, depende dos dados constantes nas tabelas, depende da configuração da tabela, depende de outros fatores específicos. Pode ser que seja igual, pode ser que o JOIN seja mais rápido porque ele tem mais condições de otimizar, mas pode ser que ele acabe fazendo algumas operações por ter uma relação que não seriam feitas na consulta ...


8

Não é necessário usar case select * from t order by store_name != 'Boston' O falso ordena antes do verdadeiro. E pode fazer uma ordenação normal com as outras linhas: order by store_name != 'Boston', store_name


8

Se você deseja buscar a partir da data atual, você não precisar informar nenhuma variável de data. MySQL é inteligente :), e é capaz de fazer a conta de quando é sete dias no passado. Faça assim: SELECT * FROM tabela WHERE data BETWEEN CURRENT_DATE()-7 AND CURRENT_DATE() BETWEEN retorna o que há entre essas datas. CURRENT_DATE() retorna a data ...


8

A grande vantagem dos prepared statements é a seguinte: A query precisa ser analizada (parsed) ou preparada apenas uma vez, mas pode ser executada múltiplas vezes com os mesmos ou diferentes parâmetros. Quando a query é preparada, o banco de dados vai analizar, compilar e otimizar o seu plano para a execução da query. Para queries complexas, ...


8

Você pode usar datalength(Notes)=0 ou Notes like ''. SELECT Subject, Notes from DocumentNotes where Notes is null or Notes like ' ' Ou SELECT Subject, Notes from DocumentNotes where Notes is null or datalength(Notes)=0


8

Definitivamente não. Pelo menos não desta forma. Está usando o ADO.Net, certo? Então monte a consulta com o componente existente para fazer esta construção. No caso é o SQLCommand. Você vai passando os parâmetros por ele. Exemplo: using (var connection = new SqlConnection(connectionString)) { var query = "SELECT nome, idade FROM Pessoas "; if (nome !...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam