Novas respostas marcadas com a tag

2

Olá!! O seu problema poderia ser resolvido somente adicionando o seguinte argumento na função rule, ficando com a seguinte sintaxe: rule = pd.concat([df_src, df_dst, df_srv], axis=1) O argumento axis=1 determina que as matrizes devem ser concatenadas no eixo horizontal. Logo, o código pode ser reescrito como: import pandas as pd src = ['src1', 'src2', '...


1

O método pd.concat irá sempre concatenar os DataFrames um abaixo do outro (afinal, este é o significado de "concatenar"). No lugar disso, recomendo tentar criar o DataFrame final diretamente com: df = pd.DataFrame({ 'Origem': src, 'Destino': dst, 'Serviço': srv, }) Mas como as listas src, dst e srv não possuem o mesmo tamanho, temos ...


0

Conheço duas formas que podem resolver seu problema: i. Segundo botão, dentro do compilador e selecione "Run[nome do programa]" ii. Clicando em Run e depois em Edit Configuration Após isso, clique em adicionar uma nova configuração (no símbolo de +) e selecione o arquivo em "Script Path)


-2

Resolvi transformando em uma string com o método join() import glob local = "C:\\Users\\rdf_8\\Downloads\\*.csv" arquivo = glob.glob(local) dir = "".join(arquivo) print(dir) C:\Users\rdf_8\Downloads\StreamProbe_undefined_2022_1_16.csv


0

Você pode, ao invés de retornar algo com o return, criar um atributo da função, que possa servir como retorno, por exemplo: def teste_thread(): for k in range(5): print('Executando Thread') time.sleep(1) teste_thread.retorno = 'Thread Executada com sucesso!' Note que o início do nome da variável retorno é prescedido pelo nome da função ...


0

Usar o próprio Python para isso Você pode usar o próprio Python para escrever um arquivo .bat na pasta de inicialização de programas do Windows. Você consegue acessar esta pasta seguindo as seguintes ordems: Pressione Windows+r. Digite shell:startup Pressione Enter Vai iniciar seu explorer, e nele irá conter esta seguinte pasta: C:\Users\%user%\AppData\...


1

Pelo que pude ver em seu código existem 3 problemas, fazendo as correções será possível executar o seu script. Primeira coisa é o nome de um método utilizado está errado: window = pygetwindow.getWindowswithTitle(title)[0] Que deveria ser substituída por: window = pygetwindow.getWindowsWithTitle(title)[0] Repare que aqui a letra "w" deve ser ...


-4

Outra maneira: a = int(input('Digite o número maior: ')) b = int(input('Digite o número menor: ')) while a%b != 0: a, b = b, a-b print (f'O MDC é {b}')


-4

por hora como forma de tentar executar mesmo numa passagem de valor inválida eu faria a seguinte mudança: def validando_num_participantes(self): try: if len(self.participantes) >= self.num_sorteados: return True except: SorteioInvalido( 'Registre um número de pessoas a serem sorteadas que seja menor ou igual ao ...


-5

num = [] for v in range (0, 9): #v está armazenando as iterações vindas da função range lista = input("Digite um número diferente de zero:") # Aqui lista fica como string. if (lista.isnumeric()) and int(lista) != 0: #is numeric() vê se o valor é numerico lista = int(lista) #só depois de checar passo lista pra int if ...


1

Veja se é isso que você quer: @echo off :: Informe o nome do Arquivo aqui: set Arquivo=Arquivo.txt echo. set /p "Horas_Trabalhadas=Informe as horas trabalhadas: " for /f "tokens=1* usebackq delims=:" %%a in ("%Arquivo%") do ( IF /i "%%a"=="...


2

Antes, um breve resumo. Suponha que eu tenho esta função: def f(): return 'ok' Para chamar a função f eu preciso dos parênteses, veja a diferença: # sem parênteses, "f" é a própria função print(f) # <function f at 0x7f88f5d36dc0> # com parênteses, "f()" chama (executa) a função, e o retorno dela é passado para print print(f()) ...


0

Você apenas se perdeu nas referencias das funções armazenadas nas variáveis. Vamos pegar o exemplo que deu errado: def a(num1): resul = num1 * 10 return resul def b(): return a def c(): return b Nesse exemplo você inicializou uma variável com o retorno de c: var = c() var contém a função b, uma função que recebe 0 parâmetros, então ...


-2

maior = menor = 0 for cont in range(0, 10): num = int(input(f'Número {cont + 1}: ')) if cont == 0: maior = num menor = num elif num > maior: maior = num elif num < menor: menor = num print(f'O maior número foi {maior}') print(f'O menor número foi {menor}')


1

Da forma como estabelece os intervalos comparativos você está gerando hiatos no domínio da comparação, veja a situação: . . . if imc <= 18.5: print('Você é magro!') elif 18.6 <= imc <= 24.9: . . . ...se o imc for menor ou igual a 18.5 imprime algo, senão se imc for maior ou igual a 18.6 ao mesmo tempo ...


-2

Sugiro que crie um arquivo.txt para cadastrar os usuários e senhas... Dessa forma toda vez que executar o programa a lista vai ser resetada e todos os usuários e senhas serão perdidos. Por isso que sempre que executa o código ele permite vc cadastrar o mesmo usuário. pra ser mais exato, todo usuário cadastrado nas listas vazias que você criou no começo, não ...


-3

Veja se funciona assim: usuarios = [] senhas = [] def checagem(usuario): if usuario in usuarios: print('Login existente.') return True else: print('Login inexistente/Username disponível.') return False def autenticacao(indice,senha): if senhas[indice] == senha: print('Usuário autenticado') return ...


0

Bom pelo que entendi, você escreveu seu código e tentou rodar o script principal no cmd com kivy main.py, certo? Para esclarecer a dúvida dos comentário primeiro, o Kivy 2.0.0 suporta as seguintes versões do Python: 3.6 - 3.9 Agora vamos resolver seu problema, precisamos saber se você estiva com o Kivy instalado corretamente. Para testar digite esse comando ...


-5

Resposta: Não com a linguagem de marcação HTML. Mas sim com uma linguagem de Programação, por exemplo PHP, mas existem outras que podem ser utilizadas com HTML, a mais comum é PHP. Se caso utilizar uma linguagem de programação, você precisará de um laço de repetição. Em PHP por exemplo (que é a que eu mais conheço): <?php for($i =1; $i < 20; $i++){ ...


As 50 principais respostas recentes são incluídas