Respostas interessantes marcadas com a tag

26

As consequências dependem do objetivo do código. is e == não são sinônimos, e não podem simplesmente ser trocados como se fossem. O que ocorre é que, em muitas situações, os dois retornam o mesmo valor quando substituidos, dando uma ilusão errônea de que se comportam da mesma maneira, mas a natureza das comparações é completamente diferente. O is verifica ...


21

O Python tem especificidades próprias, mas essencialmente em todas linguagens funcionam igual. Ele cria um generator. Ou seja, cria uma lista de dados que vão sendo consumidos sob demanda. Em geral é usado para dar melhores abstrações ao código. Tudo que se faz com ele, dá para fazer sem ele de forma muito semelhante, mas expondo o mecanismo de geração dos ...


17

Segundo as convenções de nomenclatura do próprio Python Enhancement Proposal 8, algumas preocupações incluem: Evitar certos nomes Nunca usar os caracteres 'l', 'O', ou 'I' como nomes de variáveis pois, em algumas fontes, eles são indistinguíveis dos números um e zero. Pacote e nomes de módulos Os módulos devem ter nomes pequenos, sendo estes escritos em ...


16

Essas diferenças realmente são significativas ? Do ponto de vista da sintaxe, do aprendizado, etc, não, não são. Você pode perfeitamente aprender o "jeito do Python 2" e o "jeito do Python 3" simultaneamente, e até usar ora um ora outro dependendo da situação (falo de pequenos scripts somente, e logo você vai entender por que). Mas do ponto de vista da ...


14

Você pode filtrar os valores usando uma expressão no índice: import numpy as np a = np.array ( [1, 2, np.nan, 4] ) # Filtra NaN filtrado = a[~np.isnan(a)] A expressão np.isnan(a) retorna um vetor de booleanos indicando, para cada posição do array a, se ele é ou não NaN. O ~ nega esse vetor. Então você usa o mecanismo de indexação booleana para selecionar ...


14

É o operador composto de atribuição e cálculo do módulo (obtenção do resto da divisão). Essencialmente é o mesmo que dizer: id = id % 1000 Isto está dividindo id por 1000, e atribuindo o resto obtido para a própria id. Os operadores compostos fazem uma operação seguida de uma atribuição. A operação é o primeiro caractere antes do sinal de igual. Eu disse ...


12

Por padrão todo método criado em uma classe pertence ao objeto. Isso significa que é necessária uma instância do objeto para se chamar um método, e essa instância é normalmente associada ao primeiro parâmetro da função (que convenciona-se chamar de self). Mesmo o método __init__, chamado durante a construção do objeto, já assume que o objeto existe e está ...


11

Python 3 é o futuro e o presente do Python. As duas versões são mantidas paralelamente, por enquanto, porque a versão 3 não foi projetada para ser retrocompatível com o código existente em Python 2. Assim, quiseram tomar o cuidado de preservar o ecossistema (bibliotecas, frameworks, etc) enquanto todos se adaptavam à nova versão: Acredito que mais uma ou ...


11

import random result = random.sample(range(0,100), 4)


10

Criar uma função que calcula o fatorial dum numero é um dos problemas relacionados com a recursão mais fáceis se sabes a definição matemática de fatorial dum numero, que é a seguinte: f(0) = 1 f(1) = 1 f(n) = f(n - 1) * n, n > 1 Traduzir isto em Python é muito fácil, visto que Python é quase pseudo-código. def f(n): if n == 0: return 0 ...


10

O problema do código que tentou fazer: lista = [[]]*n É que o objeto que será repetido, [], é inicializado apenas uma vez, quando definida sua referência e essa é utilizada nas outras posições. Para demonstrar isso, basta percorrer a lista e exibir o valor de id: lista = [[]]*3 for l in lista: print id(l) Veja funcionando no Repl.it | Ideone | ...


9

O modo mais pythonico de se realizar esta tarefa é através de um gerenciador de contexto com o with. with open("arquivo.txt") as file: for line in file: print line Com o gerenciador de contexto, você não precisa se preocupar em fechar o arquivo ao final, pois é garantido que este será devidamente fechado ao final do with. Também, vale comentar ...


9

Você pode usar regex para resolver seu problema: import re b = "A1B2C3" b = re.sub('[^0-9]', '', b) # 123 print(b) Explicação A função sub(), recebe primeiro um padrão no primeiro parâmetro, uma nova string que irá ser usada para substituir quando achar esse padrão na string no segundo parâmetro, e no último parâmetro a string que você quer procurar o ...


8

A "melhor prática" seria deixar que o próprio Django atribuísse os nomes das tabelas e dos campos, mas isso não se aplica ao seu caso, certo? Se tem um banco de dados legado, pode manter sua estrutura tal como está - não há necessidade de fazer modificações (exceto em um caso, como explicarei a seguir). Criando modelos automaticamente O Django possui uma ...


8

A resposta do Bacco é supercompleta, mas para quem quiser uma resposta mais resumida: O is serve para comparar se duas coisas são exatamente o mesmo objeto na memória RAM do computador. Já o == faz uma comparação a fundo do conteúdo dos objetos. Então se dois objetos em lugares diferentes na memória tiverem o mesmo conteúdo, o == detectará a igualdade, ...


8

Na verdade, a opção mais eficiente, neste caso, é utilizar o conceito de memoization na função, visto que o fatorial de um número qualquer n pode ser obtido por fatorial(n-1) * n e, como serão, necessariamente, calculados todos os valores dos fatoriais de 1 a n, é certo que já teremos calculado o valor de fatorial(n-1). A implementação seria: def ...


8

Divisão de inteiros, retorna inteiro. Faça com que um deles seja do tipo float: val = float(1) / 16 print(val); #saida: 0.0625 Ou então força a mudança do comportamento do operador / para que seja igual ao do python3.x: from __future__ import division val = 1/16 print(val); #saida: 0.0625 SOen - Python division


8

Com o método append não é possível. Se olhar a documentação verá que ele aceita apenas um parâmetro: list.append(x) Add an item to the end of the list. Equivalent to a[len(a):] = [x]. Mas você pode adicionar mais elementos através do operador de soma, +: nomes = ['Anderson'] nomes += ['Carlos', 'Woss'] print(nomes) # ['Anderson', 'Carlos', 'Woss'] ...


7

Então - as duas formas funcionam - o que é feito no primeiro exemplo é que, mesmo se tratando da chamada de um método de classe, o parâmetro é passado explicitamente - ou seja - a função "printa" poderia ser uma função normal do Python, e não um método da mesma classe, que cumpriria o mesmo papel. Já da segunda forma, o valor de "text" é anotado como um ...


7

A precedência dos operadores = e not é tal que a instrução citada deve ser interpretada como: =(b, not(a)) i.e. "avalie not(a) e guarde o resultado em b". Já a expressão not(x) retorna True se x for falso em um contexto booleano, ou False se x for verdadeiro nesse mesmo contexto. Em Python, os seguintes valores são considerados "falsos": False None 0 0.0 ...


7

Está faltando um open na linha: with ('arquive.txt', 'wb') as non: Dessa forma, ('arquive.txt', 'wb') é só uma tupla. O erro é porque o with espera um objeto com __enter__ e __exit__, o que uma tupla não tem (mas o valor de retorno de open, sim). O código correto, portanto, é: with open('arquive.txt', 'wb') as non:


7

Uma ideia que encurta o seu código sem chamar pacotes adicionais é: def list_unifier(lista_de_listas): lista_unificada = [] for lista in lista_de_listas: for elemento in lista: lista_unificada.append(elemento) return lista_unificada Chamando a função: print(list_unifier([[1, 2], [3, 4, 5], [], [6, 7]])) # Sintaxe válida ...


6

Você pode fazer o seguinte, caso a string contenha apenas números: sum([int(x) for x in a]) Essa linha cria uma lista com os caracteres da string convertidos para número e depois soma cada elemento da lista. Lembrando que isso não verifica se a string só contém números e soma cada posição da string, por exemplo, se eu tiver "1234" o resultado dessa soma ...


6

One-liner funcional abominável com sum e map: sum(map(lambda x: 1 if x.startswith(tuple(pref)) else 0, words)) Abominável one-liner com reduce: reduce(lambda x, y: x + 1 if y.startswith(tuple(pref)) else x, words, 0) :) Update: Conforme requisitos do OP, ainda mais abominável one-liner das neves: map(lambda p: reduce(lambda c, w: c + 1 if w.startswith(...


6

Eu usaria o método all() do Python fazendo um for nas tuplas. Exemplo: a = [([1, 2], [1, 2]), ([1, 2], [4, 5])] # primeira lista igual b = [([1, 2], [1, 2]), ([1, 3], [4, 5])] # primeira lista diferente c = [([1, 2], [2, 2]), ([1, 2], [4, 5]), ([1, 2], [4, 2]), ([1, 2], [1, 6]), ([1, 2], [6, 3])] d = [([1, 2, 3, 4], [2, 2]), ([1, 2, 3, 4], [4, 5]), ([1, 2, ...


6

print(texto.replace('caixa 1 ', 'pacote 2 ')) Coloquei no GitHub para referência futura. Isto resolve se tiver sempre a vírgula depois. Você tem que ter um padrão que garanta que não terá ambiguidade, caso contrário não tem jeito. Não importa como está composto o texto, precisa ter algo fixo que determine o fim do número de forma não ambígua, pode ser ...


6

O Python no Windows tem dois executáveis. O python.exe e o pythonw.exe. A diferença entre eles é que o pythonw.exe não abre uma janela de terminal. Se for para executar o programa clicando nele, dá para fazer com o Abrir com ou renomeando o arquivo para .pyw. Pelo cmd, use pythonw arquivo.py.


6

Existem diversas maneiras de se fazer, mas eu acho que a maneira mais rápida é: invertido=B_I_final[::-1] Não precisa colocar for nada, ela vai ficar inversa. Outra alternativa é utilizar reverse(): invertido=B_I_final.reverse() se você quer colocar dentro de um for utilize a função reversed b_contr=[] for i in reversed(B_I_final): b_contr....


6

Para fazer uma só lista de: Resultado=[['A','B','C'],['D','E','F'],['G','H','I']] Faça (escusa de importar libs externas para isto, isto é o que recomendo): Lista = [item for sublista in Resultado for item in sublista] Alternativas: Lista = [] for i in Resultado: Lista.extend(i) print Lista #['A', 'B', 'C', 'D', 'E', 'F', 'G', 'H', 'I'] Ou: ...


6

Essa implementaçao não é paralalizável "de verdade", além de ser uma "catástrofe". Sim, você quer saber como calcular diferentes fibonaccis em threads ou processos paralelos - a resposta para isso seria um exemplo de threadpool ou processpoll (dica, olhe concurrent.futures) - mas não vou tocar nesse assunto aqui. O que não é paralelizável é que você não tem ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam