Respostas interessantes marcadas com a tag

6

Além do operador like, conforme o Denis apontou temos também as expressões regulares no PostgreSQL, que facilitam muito as buscas e permitem "desligar" o case sensitive. Para entender melhor vamos usar a tabela abaixo de exemplo: # ------------+----------- # name | username # ------------+----------- # Joao Pedro | Joaopedro # ------------+----------...


5

Claro que faz diferença, uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Saiba que do ponto de vista interno o PostgreSQL já cria uma nova linha e cria outra sempre que for fazer um UPDATE, porque ele trabalha com uma técnica chamada MVCC (Multi Version Concurrency Control), oque é simples para manter o isolamento e consistência nas transações. Então a ...


5

O problema é que você está tentando inserir seus dados de texto diretamente na query, e está acotnecendo o equivalente a um 'SQL injection" aí - simplesmente uma das strings de texto que você está colocando na query inclui um caracter '. Como você está interpolando a string do no seu código, sem nenhum cuidado de escapar ou sanitizar os dados, a query está ...


4

Utilize: MD5('String') Por exemplo: INSERT INTO users (username, password) VALUES ('Luiz', MD5('Segredo'));


4

@Magno, Fiz uma adaptações, veja se isso resolve a tua dúvida. https://www.db-fiddle.com/f/iDMiXohGAFLqxBG2bm2HvX/0 Veja que um dos casos não vai retornar conforme o esperado (o 666), uma vez que a data do tipo PENDENTE é maior que o da ANOMALIA. A posição de inserção não é o que irá determinar o registro, mas a data que a consulta está ordenando. with ...


3

Ta faltando colocar as multiplicações dentro dos parênteses (ex: SCO.MATH 2) . Outra coisa é que no alias não pode colocar aspas simples ( '' ), causa erro. A query ficaria: SELECT CAN.NAME AS NAME, ( ( (SCO.MATH * 2) + ( SCO.SPECIFIC * 3 ) + ( SCO.PROJECT_PLAN * 5 ))/10) AS AVG FROM CANDIDATE CAN JOIN SCORE SCO ON CAN.ID = SCO.CANDIDATE_ID ORDER BY ...


3

Achei que o problema estaria no cast; fui criar este fiddle e percebi que a mensagem de erro (42601: syntax error at or near "'day'") está relacionada ao alias, não ao extract. Removendo as aspas, o problema está resolvido: select name, cast(Extract(day from payday) as int) as day from loan;


3

Em uma frase: para usar múltiplas aspas no R, escapes as aspas do texto ou envolva o texto em aspas diferentes das aspas usadas no texto. Em maiores detalhes O r não diferencia aspas duplas ou simples para designar vetor de classe character. "Um texto" # duplas # [1] "Um texto" 'Um texto' # simples # [1] "Um texto" A coisa muda de figura, no entanto, ...


3

Consegui concluir a função, segue abaixo como ficou o esboço do código: CREATE OR REPLACE FUNCTION verificarDb (tb varchar)RETURNS BOOLEAN as $$ DECLARE result boolean; BEGIN execute format ('SELECT EXISTS (select 1 from pg_class where relname = ''%s'' and relkind=''r'');', tb) INTO result; if result = FALSE then ...


3

SELECT inf.routine_name, par.data_type, par.ordinal_position, par.parameter_name, par.parameter_mode FROM information_schema.routines inf LEFT OUTER JOIN information_schema.parameters par ON inf.specific_name = par.specific_name WHERE inf.specific_schema='name_schema' and par.parameter_mode = 'IN' ORDER BY inf....


3

SELECT DISTINCT EX.GSM, EX.MOTIVO_ENVIO, EX.STATUS FROM EXPORT EX WHERE EX.STATUS = 'ANOMALIA TEMPORÁRIA' AND EXISTS ( SELECT TMP.GSM FROM EXPORT TMP WHERE TMP.GSM = EX.GSM GROUP BY TMP.GSM HAVING COUNT(TMP.GSM) = 1) Dessa forma, você exibe todos os resultados de GSM que são únicos (a subquery usa ...


3

Protocolos sem nenhuma análise: SELECT * FROM protocolo WHERE NOT EXISTS (SELECT 1 FROM analise WHERE protocolo.prefixo = analise.prefixo AND protocolo.numero = analise.numero AND protocolo.ano = analise.ano); ou ainda: SELECT protocolo.* FROM protocolo LEFT OUTER JOIN analise ON (protocolo.prefixo = analise.prefixo AND protocolo.numero = analise.numero ...


3

Esta forma pode ser interessante em boa parte dos casos como otimização. Em geral você precisa dos dados do usuário em vários contextos mas não a foto, então pode ser que tendo só os dados consiga ler vários deles em um único acesso ao meio de armazenamento que costuma ser bem lento. Se tiver tudo junto é provável que cada usuário provoque pelo menos um ...


2

Como você tem muitas colunas, o ideal para que não esqueça nenhum campo é referenciar as colunas de todos os campos; tente o where assim: WHERE (m.mov_tipo = 'E') AND (m.mov_data >= '01/06/2018') AND (m.mov_data <= '06/10/2018') AND (m.set_entrada = 4) AND (p.pro_codigo = 204) ORDER BY s.set_codigo ASC, m.mov_data ASC


2

Isso ocorre pois os arquivos de Timezone do banco estão desatualizados: Acesse o site do postgres, e baixe a versão mais recente disponível (apenas os binários, não precisa do instalador); Pare o serviço Copie o arquivo do timezone desejado (no meu caso, São Paulo): pgsql\share\timezone\America\Sao_Paulo para o diretório equivalente na instalação do ...


2

pt_BR.utf8 Para verificar quais os locales disponíveis use: SELECT * FROM pg_collation;


2

Recomendo a utilização da Lib Django Activity Stream. É possível criar os logs de forma dinâmica, com informações especificas sobre ator, ação e alvo da ação.


2

Você pode explícitar o nome da tabela no banco SQL preenchendo o campo db_table nos metadados de um model. Numa declaração convencional, os metadados ficam ficam dentro da classe aninhada com o nome "Meta" - Então uma forma de criar vários modelos dinâmicamente, cada um apontando para uma tabela, é criar esses modelos dinâmicamente com chamadas a type, ...


2

SELECT m.matricula AS id , UPPER(p.nome) AS text FROM matricula as m JOIN pessoas as p USING (seq_pessoa) WHERE m.matricula = matricula Lembrando que a variável matricula deve ser informada, tal como foi informado no código de exemplo a variável $nome.


2

Apesar da sua questão estar pouco clara, penso que será simples chegar a uma solução. Vamos supor que tem a tabela abaixo (exemplo muito básico): CREATE TABLE Pessoas ( Nome VARCHAR(255) ) Tabela que contém a seguinte informação: INSERT INTO Pessoas VALUES('Leonardo Roberto') INSERT INTO Pessoas VALUES('Ana') INSERT INTO Pessoas VALUES('Júlio') INSERT ...


2

Se utilizar o GROUP BY acho que consegue o que pretende: SELECT adm_fili.cd_filial , fin_lcto.nr_titulo , fin_lcto.sufixo AS parcela , SUM(CASE WHEN fin_lcto.cd_operacao = 3 THEN fin_lcto.vl_operacao END)) AS vl_baixas , SUM(CASE WHEN fin_lcto.cd_operacao =...


2

No framework Beego não é possível utilizar o QueryBuilder com PgSql, só com MySql. Então ficou assim: No Controller: package controllers import ( "fmt" "hello/models" "github.com/astaxie/beego" "github.com/astaxie/beego/orm" _ "github.com/lib/pq" ) type CidadesController struct { beego.Controller } func init() { beego....


2

vc ja populou sua tabela o proximo passo seria alterar a coluna nome: Update data set nome = md5(random()::text); isso vai popular todas a linhas da coluna nome com md5 random text


2

Testa assim, se der certo eu comento a resposta. SELECT * FROM ( SELECT mc.competencia, (CASE WHEN (COALESCE(mc.valor_pago, 0.0) = COALESCE(mc.valor_devido, 0.0)) THEN 'success' WHEN (COALESCE(mc.valor_pago, 0.0) = 0) THEN '' WHEN (COALESCE(mc.valor_pago, 0.0) <> COALESCE(mc.valor_devido, 0.0)) THEN 'danger' END) AS tr_color FROM ...


2

Bom - essa aí não é uma timestamp válida, não é? Não existe ano 0 no nosso calendário - é 1A.C e e em seguida, ano 1 D.C. - as representações de data e hora nesse formato nnão dão conta dessas datas. A documentação do PostgreSQL diz que ele deve se comportar bem com datas "antes de cristo", mas o formato de string para timestamps "YYYY-MM-DD HH:mm" não ...


2

Eis uma solução para SQL Server: -- código #1 with empresas_seq as ( SELECT seq= row_number() over (order by cod), nome from bd1..empresas ) INSERT into bd2..empresas (cod, nome) SELECT seq, nome from empresas_seq; Para atualizar na tabela atual: -- código #2 v2 USE bd1; with empresas_seq as ( SELECT cod, seq= row_number() over (order by cod), ...


2

Having faz o que você precisa. Este link pode te ajudar SELECT column_1, aggregate_function (column_2) FROM tbl_name GROUP BY column_1 HAVING condition;


2

Altere a sua function para receber um array de string no parâmetro p_conta declarando-o como p_conta character varying[]. Dessa forma você pode informar vários valores em uma só variável. No comando SQL na consulta dentro da função ao invés de utilizar o IN utilize ANY, recebendo o array p_conta. Você não postou o código da função mas seria semelhante ao ...


2

update produto set dt_saneamento = null; Dá um update na tabela setando o campo para null.


2

tabela = Nome da sua tabela coluna = Coluna que você quer limpar UPDATE tabela SET coluna = NULL No seu caso ficaria assim UPDATE produto SET dtsaneamento = NULL


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam