Respostas interessantes marcadas com a tag

28

Sim, isso é normal - a segurança de dados em formulários WEB, via de regra é propiciada exatamente pelo SSL, presente na conexão HTTPS - e de fato, se a página estiver usando HTTP e não HTTPS, todos os dados transitam em aberto - por isso o HTTPS é tão importante, e tem se tornado a forma padrão de visualização de qualquer site grande. Em particular, no ...


15

HTTP 1.1 passou exigir um Host Header. Antes era opcional. Com isso ficou fácil rotear a requisição entre servidores mais facilmente e até compartilhar a mesma estrutura para vários sites (virtual hosting). Ele passou permitir extensões do padrão para atender demandas específicas. Ele passou ter conexões persistentes (Keep-Alive) e pipelining (várias ...


12

O problema é que o WebService está enviando o POST com o Content-Type: application/json e o PHP não preenche $_POST com os dados enviados dessa forma. $_POST só será automaticamente preenchida caso o Content-Type seja application/x-www-form-urlencoded ou multipart/form-data. Para ler os objetos recebidos neste POST você deve fazer do seguinte modo: // lê ...


12

Método OPTIONS - O método HTTP OPTIONS foi introduzido no HTTP 1.1, e permite obter-se metadados acerca de um recurso (URL), inclusive quais são os métodos permitidos nele. O cabeçalho Host - Este cabeçalho é obrigatório no HTTP 1.1, mas não no HTTP 1.0. Se uma requisição for enviada sem esse cabeçalho no HTTP 1.1, o servidor deve responder com um status 400 ...


10

O navegador reclama de página expirada porque a página de solicitações é resultado de um POST (feito na página de login). O certo é que, depois de você validar se o login da pessoa está correto, redirecioná-la para a página de solicitações. Isso resultará em um GET para essa página, então não haverá problema do usuário ter que resubmeter (o formulário de ...


8

Sobre método do form: Ao enviar dados de um formulário em PHP, os métodos usuais são o GET e o POST. As variáveis enviadas com o GET vão no URL da requisição, como no exemplo a seguir: http://example.com/consulta.php?NumeroCartao=2890127812781233 e devem ser recuperadas no PHP com $_GET['NumeroCartao']. Já as enviadas com POST, vão no corpo da requisição,...


8

Depende da confiança que tenha nos dados vindos do cliente. Se tiver a certeza que não existe nenhuma chave repetida, ou seja que não há um envio simultâneo de $_GET['bubu'], $_POST['bubu'], $_COOKIE['bubu'] não vejo qualquer problema em usar o $_REQUEST. Agora se houver repetição de alguma chave vai acontecer o seguinte: <?php setcookie("search","...


8

O nodejs têm uma API nativa para HTTP, http.request, que funciona assim: var postData = querystring.stringify({ 'msg' : 'Hello World!' }); var options = { hostname: 'www.google.com', port: 80, path: '/upload', method: 'POST', // <--- aqui podes escolher o método headers: { 'Content-Type': 'application/x-www-form-urlencoded', 'Content-...


8

Isso provavelmente acontece porque você desabilitou o campo DestinoID definindo a propriedade disabled. Por padrão, os navegadores não enviam os dados em campos desabilitados. Se você deseja que este valor não seja alterado pelo usuário, você pode utilizar a propriedade readonly: <input type="number" ... name="DestinoID" readonly /> Na recomendação ...


8

Para reproduzir o modelo apresentado, você precisa criar um objeto que possui um atributo chamado input e que este receba um array ou lista de Tickets. Depois você precisa serializar esse objeto em um json e passar ele como um StringContent() (adicionando os headers necessários) para o seu método PostAsync(). Segue um exemplo: HttpClient client = new ...


7

Sim, é possível forjar tudo numa requisição HTTP. Nunca confie em dados vindos do lado cliente. Independentemente da sua arquitetura, se seu servidor está se comunicando com outros sistemas é imprescindível que esses sistemas estejam autenticados. A maneira mais garantida de se fazer isso é via SSL/TLS, com certificados tanto no lado servidor quanto no lado ...


7

Não existe limite, mas tanto o interpretador da linguagem quanto o servidor podem restringir. No caso do POST em PHP, existe uma linha no php.ini que determina isso. ; Maximum size of POST data that PHP will accept. post_max_size = 8M Por padrão é 8 mega geralmente, mas cada hospedagem trata de uma forma diferente, então vale se atentar a isso caso haja ...


7

Sim, é possível em C#. Seu código se pareceria com o seguinte sample: var destinos = "5555-5555\n5555-5556\n5555-9999"; //<-Números que receberão a msg byte[] buffer= Encoding.ASCII.GetBytes(destinos); var webReq = (HttpWebRequest) WebRequest.Create("https://xxxxx.com/sendMessageBatch?messageText=mensagemdeteste&key=XXXX"); webReq.Method = "POST"; ...


7

Nesse caso você pode fazer assim usando o pacote httr: library(httr) library(rvest) library(purrr) library(stringr) url <- "http://www.diariodemarilia.com.br/resultado/" res <- POST(url, body = list("Busca" = "PT")) Depois disso pode extrair os dados da forma usual ou usando o rvest: noticias <- content(res, as = "text", encoding = "latin1") %&...


6

Isso não é verdade. Todos os navegadores modernos (i.e., IE, Chrome, Firefox, Safari que foram lançados pelo menos nos últimos 3 anos, possivelmente bem mais) suportam todos os métodos de HTTP. GET é suportado em vários escopos, como em todos os tags com um atributo src (e.g., <script src="o endereço que será acessado via GET"></script>). Para ...


6

TL:DR Em questões de eficiência, não há ganho para o PHP ao acessar uma variável ou outra, porém seu uso pode gerar resultados inesperados. Os malefícios em utilizar o $_REQUEST é de sempre utilizar o $_REQUEST para qualquer situação. Quando não utilizamos a variável global específica para o que queremos, estamos instruindo nosso programa a pedir "Vodka ...


6

Conforme @Luídne e o @bfavaretto o erro 414 só ocorre quando os dados são passados pela URL (mesmo que esteja envia POST, ainda você pode enviar dados por GET). O erro 414 Pedido-URI Too Long ocorre quando o URI fornecido foi muito longo para ser processado pelo servidor. Fonte: https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_HTTP_status_codes Enviando POST ...


6

Pode simplificar consideravelmente a lógica, se utilizar um array auxiliar para os campos em que está interessado. Nesse caso pode iterar os campos com um foreach e testar se cada um está definido em $_POST, e mostrar o respetivo texto de campo em branco quando não está. Exemplo: $valido = true; $campos = Array("nome", "cpf", "endereco"); foreach ($campos ...


5

Lendo a excelente resposta do @jsbueno e lembrando também de uma pergunta semelhante sobre criptografia de senha em Javascript do @mgibsonbr, pensei numa solução hipotética com o uso de um token. Como é de conhecimento de muitos, usar um mecanismo de segredo adicional, além da senha, aumenta em muito a segurança. Exemplos de token são aqueles dispositivos ...


5

Veja se é mais ou menos isso (se o token tiver que ir dentro do post): HttpClient httpclient = new DefaultHttpClient(); HttpPost httppost = new HttpPost("http://api.dominio.com:8025/name/login"); try { List nameValuePairs = new ArrayList(); // Aqui setamos o token: nameValuePairs.add(new BasicNameValuePair("token", "ab124b3a1c2f")); ...


5

Fiz um teste e funcionou como devia. Você fez uma afirmação no comentário que não acredito que esteja acontecendo de fato: <form action="index.php" method="post"> <input type="checkbox" id="newsconf" name="newsconf" value="1"/> <input type="submit" name="submit" value="Ok"/> </form> PHP <?php if(isset($_POST['newsconf']) &&...


5

Tecnicamente existe uma restrição por pacote enviado para executar uma request. A rede é dividida em camadas, enumeradas a seguir: Camada de aplicação Camada de transporte Camada de rede Camada de enlace Camada física Enquanto que na camada de aplicação não existe limites para quantidade de informações enviadas, isso não impede dela ser fragmentada para ...


5

Informações sensíveis nunca devem depender do client-side¹ porque criptografia em Javascript é inútil. A transparência oferecida por navegadores atuais tornam todo o seu código e informações legíveis e alteráveis em poucos clicks. Isso não significa que navegadores antigos tornavam a web mais segura. Ao contrário, antigamente era mais fácil um desenvolvedor ...


5

O request é uma forma genérica de se referir ao assunto, podemos usar a tradução que será tão bem ou melhor entendido que é uma requisição de informação ao servidor. Tem diversas maneiras de realizar uma requisição. O termo poderia ser usado em outros contextos e ser a mesma coisa, ele não tem um significado específico na tecnologia, é só uma palavra ...


5

Tu pode ordenar o teu drop utilizando o método sort();, ele possibilita a ordenação dos elementos através de qualquer atributo, para mais informações sobre o método da uma olhada na documentação, *No seu caso ficaria: var drop = $('#hospital-change-list option'); drop.sort(function(a,b){ a = a.value; b = b.value; return a-b; }); $('#...


5

Você pode utilizar a função implode(), mas tenha cuidado com a variável $_POST pode conter parâmetros que você não queira e isso acarretaria em erro. Exemplo: sha1(implode('', $_POST));


5

Normalmente vem do name, é ele que o formulário usa para codificar na mensagem ou o URL de requisição ao servidor, e portanto é isto que o PHP receberá. Note que o PHP não sabe o que vem, de onde vem, ele não entende HTML, JS, nada disso. O PHP pega a comunicação HTTP, lendo o URL no caso do $_GET, ou lendo a requisição no caso do $_POST. Inclusive você ...


5

Isto guarda alguma semelhança com o SQL Injection, só que agora por causa de uma automação que um framework fornece para diminuir o trabalho de codificação. Geralmente ocorre com MVC e ORM. O que costuma ocorrer é que o que vem do URL é desserializado para um objeto que é persistido posteriormente no banco de dados. Se você não limitar o que deve ser ...


4

O padrão MVC possui três camadas View: Suas views são as formas de apresentação de dados para o usuário. Em suma seria um html, flash, air, ou qualquer que seja o tipo de interface que irá adotar. Na view não deve possuir nenhuma regra de negócio, a não ser blocos de comandos simples como um for ou foreach para apresentar uma lista de registros. Controller: ...


4

Você não tem como pegar os dados do angular via $_POST, pois eles não vem serializados como parâmetros no corpo da requisição. Para obter o corpo da requisição, leia os dados desta forma: $meuPost = file_get_contents("php://input"); $json = json_decode( $meuPost ); O php://input é uma entrada para o corpo da requisição bruta enviada pelo browser, antes ...


Apenas as respostas wiki não pertencentes à comunidade mais votadas e de um tamanho mínimo se qualificam